Carros veteranos dão um show na Bienal

Entre os carros levados pelo Veteran Car Club de Minas Gerais estão um Schacht de 1902 um Mercedes-Benz 300 SL “Asa de Gaivota”

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/12/2009 18:40 Julio Cabral /Estado de Minas
Um muito bem conservado Schacht de 1902 é o carro mais antigo exibido na mostra - Fotos Julio Cabral/Portal Uai Um muito bem conservado Schacht de 1902 é o carro mais antigo exibido na mostra
Mesmo entre máquinas modernas do último tipo, os carros clássicos não fazem feio na Bienal do Automóvel de Belo Horizonte, que abriu as portas ontem ao público. Não há como não ser conquistado pela nostalgia ao vislumbrar alguns dos modelos que marcaram a história do automóvel. Uma história que remonta há mais de um século atrás, como comprova o modelo norte-americano Schacht de 1902. Ao seu lado um Ford Modelo T de 1919 rende uma homenagem a Henry Ford, o industrial que popularizou os automóveis.

Veja mais fotos dos carros clássicos exibidos no evento!

Raridades mais novas também capturam a atenção. Um raro Facel Vega HR 500 de 1958 com os seus belos faróis duplos sobrepostos marcou presença junto à elegância atemporal de um DeSoto 1930. Mas nada é mais contrastante do que a ver dois modelos de propostas tão distintas, como um aristocrático Rolls-Royce Corniche 1971 e uma funcional e simpática BMW Isetta de 1959, um carrinho cuja parte frontal se abre para os dois ocupantes poderem se acomodar.

Em uma parte separada dois esportivos que dominaram as suas épocas em termos de desempenho exibem as suas portas de abertura incomum. Numa ponta está um raro Mercedes-Benz SL 300 Asa de Gaivota, que com o seu motor seis cilindros 3.0 de 215 cv carregou a distinção de ter sido o carro de produção mais rápido do seu tempo, com a marca de 240 km/h. Em outro “corner” está o Lamborghini Diablo VT 1995. Com um motor V12 5.7 de 498 cv de potência e tração integral, esse esportivo diabólico fez época com uma velocidade máxima de 325 km/h.

Mercedes-Benz SL foi o carro de passeio mais rápido do mundo em sua época - Mercedes-Benz SL foi o carro de passeio mais rápido do mundo em sua época


No mesmo espaço outros esportivos de sangue italiano exibem a sua elegância assinada. Dois Alfa Romeo, um Giullia de 1963 e um Montreal 1973 mostram que em matéria de esportividade elegante, a marca de Milão sabe o que faz. Mais recente, a Ferrari 308 GTS de 1978 exibe a exuberância dos esportivos V8 de motor central da marca de Maranello. Assim fica difícil para os modelos mais novos.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de dezembro de 2016
16 de dezembro de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação