Hot rods recepcionam os visitantes da Bienal do Automóvel

Quem visitar o evento realizado até o próximo Domingo será recebido pelos exóticos modelos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 11/12/2009 10:43 Julio Cabral /Estado de Minas
Esse Esse "hot rod" é um seguidor fiel do estilo "T-bucket", um Ford T preparado
As atrações da Bienal do Automóvel se apresentam logo no hall de entrada, onde os visitantes serão recebidos por exóticos “hot rods”. Embora a origem do termo ainda seja discutida – para alguns significa biela quente, enquanto para outros uma abreviação de roadster quente –, o fato é que ninguém fica indiferente à presença das máquinas que mesclam um visual antigo à mecânica preparada.

Veja mais fotos dos Hot Rods do evento!

Dezenas de modelos pintados em cores chamativas e com motores de grande litragem, em geral oito cilindros em “V”, dividem espaço com os “muscle cars”, carros que representam a apoteose do culta à velocidade que dominou os Estados Unidos a partir da década de 60. Um em especial, uma réplica do Mustang Shelby "Eleanor" que roubou a cena no filme “60 segundos”, exerce o seu poder de atração entre os presentes. Não há quem não queira aparecer ao seu lado.

O Mustang reproduz fielmente o estilo da Eleanor, o carro estrela de O Mustang reproduz fielmente o estilo da Eleanor, o carro estrela de "60 segundos"


De modelos baseados no clássico Ford T aos outros modelos da marca da década de 30 e 40, os “hot rods” se dividem em vários gêneros. Vale tudo como base. Pode ser um furgão, um sedã da década de 50 em estilo “rockabilly” ou um clássico roadster com peso mais contido. Os mais comuns eram os "T-bucket", modelos baseados em um Ford T que mantinham apenas uma carroceria exígua em forma de balde - daí o nome - para dois ocupantes, deixando o motor desavergonhadamente exposto. O importante é que os carros passem esse visual nostálgico agregado a promessa de desempenho compatível com os tempos atuais.

Veja mais fotos dos muscle cars!

Ambos os estilos dividem o ideal de serem um primor em arrancadas, em que o desempenho em reta é o que importa. E, mesmo em um período em que a economia de combustível e o ativismo ambiental tornam-se cada vez mais aguçados, é impossível não se render ao charme e desempenho dos motores.

Veja as atrações do stand do Vrum na Bienal!.

Participe dos video chats do Vrum!.

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de dezembro de 2016
16 de dezembro de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação