Buell Lightning Super TT XB12STT - Mistura de estilos

Reunindo características de outros modelos da marca, a nova moto tem soluções técnicas ousadas e um nome exótico e complicado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 29/11/2006 00:26 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
O visual incorpora laterais como nas motos de competição - Fotos: Buell/Divulgação O visual incorpora laterais como nas motos de competição
A americana Buell apresentou na Itália, durante o 64º Salão de Milão, na última semana, seu mais novo modelo: a Lightning Super TT XB12STT. Uma motocicleta que mistura o visual e o conceito dos modelos Ulysses XB12X e Lightning CityX XB9SX. Ambos já importados e comercializados oficialmente no Brasil. A estratégia de expansão da montadora passa pela conquista de novos mercados, com aumento de oferta de novos modelos.

Curiosamente, o crescimento da linha acompanha a quilométrica extensão do nome da nova moto. Uma interminável mistura de denominações, letras e números, que parecem alguma senha secreta de filme de ficção científica. Na verdade, toda esta ginástica para designar o mais nova integrante da família Lightning é para informar que o modelo incorpora características esportivas em uma moto de rua. Uma fusão de estilos, entre o fora-de-estrada, o supermotard e o street fighter (guerreiro urbano).

Terra

Do fora-de-estrada, a Super TT herdou o guidão equipado com cross bar, que é uma barra de reforço, além dos protetores de punho. Nas laterais, características esportivas, com adoção de acabamento porta-números (number plates), como nas motos de competição. Mesmo visual adotado na minicarenagem sobre o farol. O banco alto e plano, com 798mm de altura, permite movimentações como em uma on off-road, mas também facilita uma pilotagem estilo supermotard ou street fighter no asfalto.
Guidão tem barra de reforço, herdada dos modelos fora-de-estrada - Guidão tem barra de reforço, herdada dos modelos fora-de-estrada

O conjunto mecânico segue o padrão Buell, desenvolvido pelo engenheiro Erik Buell, fundador e dirigente da marca. Uma trilogia baseada na rigidez do quadro, na centralização das massas e redução de peso. Assim, o quadro, com grossas vigas laterais em alumínio, além de desempenhar a função de esqueleto da moto, também abriga o tanque de combustível. No falso tanque fica a caixa do filtro de ar. A distância entre-eixos é bem curta, com 1.365 mm, para proporcionar agilidade nas curvas.

Herança

A Buell é controlada pela Harley-Davidson, que também fornece os tradicionais motores de dois cilindros em V, que, porém, são trabalhados conforme as características dos novos modelos. A nova Lightning Super TT, adota um propulsor com 1203 cm³, equipado com injeção eletrônica, refrigeração a ar e óleo, que fornece 100cv a apenas 6.600 rpm. O processo de centralização das massas gerou outra solução interessante: o escape e abafador ficam sob o motor, como um limpa-trilhos.

Outra inovação está no freio dianteiro. Em vez do disco tradicional, a Buell Lightning Super TT adota o conceito ZTL (Zero Torsion Load), que é uma espécie de fita perimetral com 375 mm de diâmetro e pinça de seis pistons. As suspensões são ajustáveis, da Showa. Invertida na dianteira, com tubos de 43 mm e mono na traseira. A transmissão é por correia e o peso a seco, de 179 kg. A Buell, representada no Brasil pelo grupo Izzo, ainda não definiu preço e datas da importação. Informações: (31) 3275-2711.
Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
14 de agosto de 2017
07 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação