Harley-Davidson Sportster XR 1200 - Nadando sem molhar

Modelo ainda não foi lançado, mas tem características esportivas pouco comuns a uma Harley, para conquistar o mercado europeu, cada vez mais exigente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 16/06/2007 00:02 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Escapes são duplos e curvados para cima, para facilitar a inclinação nas curvas - Fotos: Harley-Davidson/Divulgação Escapes são duplos e curvados para cima, para facilitar a inclinação nas curvas
A lendária marca americana Harley-Davidson está de olho no mercado europeu. Para sair dos Estados Unidos e atravessar o oceano Atlântico, arquitetou uma tática bem mais rápida e eficiente do que aprender a nadar. Está desenvolvendo um modelo específico para o velho continente, que deve ser lançado no fim do ano. É a Sportster XR 1200. Uma moto com apelo esportivo, fácil de pilotar, com visual baseado no famoso modelo de competição XR 750, que fez sucesso nas pistas de Dirt Track (circuíto de saibro oval, típico dos Estados Unidos), nos anos 70 e 80.

Toda a gama de modelos Harley já é vendida na Europa, mas a marca precisa reforçar a sua imagem, especialmente entre os consumidores mais jovens, com as mesmas armas da afiada concorrência. Para tanto, a nova XR 1200 (que depois da Europa também vai para outros mercados mundiais) ganhou um novo pacote, que incorpora avanços tecnológicos para melhorar o desempenho do tradicional motor de dois cilindros em V, inclinado em 45 graus, dotado de refrigeração a ar e injeção eletrônica.
Visual foi inspirado na famosa XR 750 de competição. Potência do motor não foi revelada, mas deve ficar entre 85 cv e 90 cv - Visual foi inspirado na famosa XR 750 de competição. Potência do motor não foi revelada, mas deve ficar entre 85 cv e 90 cv

Respiração
A admissão tem sistema de controle eletrônico da injeção de ar, tecnicamente semelhante (porém, menos complexo) ao usado na superesportiva Yamaha R-1 2007, que regula a altura dos dutos (cornetas) conforme as exigências de respiração do motor. Para conduzir o ar, conta com uma tomada de captação na lateral direita, sob o tanque, como nas motos esportivas. A potência exata do motor não foi revelada, mas a montadora ianque indica que vai ficar entre 85 cv e 90 cv.

Outra novidade é a suspensão dianteira. Em vez do garfo telescópico tradicional, usa um conjunto Showa, invertido, com tubos de 43mm de diâmetro, típico das motos de maior desempenho. A suspensão traseira conserva os dois amortecedores tradicionais, mas ganhou inédita balança em alumínio, até então não usada pela marca, que permite maior curso e melhor performance. As pedaleiras não ficam avançadas como nos outros modelos da Harley, mas recuadas, como nas motos esportivas.

Freios
Para acompanhar o desempenho apimentado, a nova XR 1200 será equipada com sistema de freios a disco duplos na dianteira, com pinças Nissin de quatro pistãos cada, outra característica das motos esportivas. Na traseira, um disco simples. As rodas são de liga leve, com aros pretos (18 polegadas na dianteira e 17 na traseira), calçadas com pneus Dunlop, especialmente desenvolvidos para o modelo, com medidas de 120/70 na dianteira e 180/55 na traseira.

O visual conserva as cores laranja e preto e decoração semelhante à do modelo de competição XR 750, que serviu de inspiração. Ao contrário das Harleys convencionais, o banco da garupa praticamente não existe. O escape também foge à regra. Os canos longos e comportados deram lugar a outros inclinados para cima e colados, para possibilitar melhor performance nas curvas sem raspar. O painel é simples, com destaque para o conta-giros, e fica inclinado para o piloto, sem capa protetora.
Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
19 de setembro de 2017
11 de setembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação