Honda 2009 - Subiram no telhado

Os modelos Twister 250, Tornado 250 e a Falcon 400 saíram de linha. A CG 150 Job e CG 150 Sport também serão descontinuadas. Substitutas estão sendo desenvolvidas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/12/2008 21:10 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Falcon 400, sem atualizações desde o lançamento em 1999, será equipada com injeção eletrônica - Fotos da Falcon e Twister: Mário Villaescusa/Honda/Divulgação Falcon 400, sem atualizações desde o lançamento em 1999, será equipada com injeção eletrônica
Surpreendentemente, ao contrário do usual e na contramão do marketing, a Honda anunciou oficialmente que está retirando de linha os modelos CBX 250 Twister, XR 250 Tornado e NX 4 Falcon 400, sem definir os respectivos substitutos, que só deverão ser anunciados a partir de abril de 2009. Até lá, os estoques da linha 2008 deverão abastecer o mercado. Também já ‘subiram no telhado’ os modelos CG 150 Job e CG 150 Sport, que igualmente não mais serão produzidos a partir de hoje.

A explicação oficial é que as normas do Programa de Controle da Poluição do Ar, por Motociclos e Veículos Similares (Promot 3), que entram em vigor a partir de amanhã, barram a fabricação desses modelos, que não atendem às novas e mais rigorosas exigências ambientais, mas não impedem a sua comercialização até que os estoques sejam esgotados. O que a fábrica não explica ao consumidor é que atrasou o desenvolvimento dos modelos substitutos, deixando um inexplicável vácuo de mercado.
Twister 250 terá visual inspirado na Hornet 600. CG 150 Sport usará o mesmo motor com injeção da Titan 2009 - Caio Mattos/Honda/Divulgação Twister 250 terá visual inspirado na Hornet 600. CG 150 Sport usará o mesmo motor com injeção da Titan 2009

Telhado
A crise financeira mundial, com reflexos na forte redução de crédito no Brasil, especialmente para motos de média e baixa cilindrada, agravou a situação, já que a rede de concessionárias, com estoque inchado pela redução nas vendas, não podia absorver esses novos lançamentos. A solução drástica para a verdadeira sinuca de bico foi, simples e sumariamente, mandar os modelos para o telhado, esperando a situação clarear mais adiante, mesmo com o risco de arranhar a sua imagem.

A boa notícia é que, apesar do atraso, e de um consumidor frustrado, fica a certeza de que as novas motos vão chegar com motor dotado de injeção eletrônica de combustível e atualizações no visual. Para a CG 150 Job (homologada para carga) e CG 150 Sport, que usam a mesma base mecânica e motorização da antiga CG 150 Titan, ainda carburada, a transição pode ser menos traumática, uma vez que a nova CG 150 Titan 2009 passou a adotar o sistema de injeção eletrônica.

Atualizações
Nos dois casos, os modelos substitutos serão lançados rapidamente, pois as adaptações e atualizações demandam menos esforços e desenvolvimento, além de herdarem o motor da nova Titan 150, já com injeção. A CBX 250 Twister e a XR 250 Tornado, ambas lançadas em 2001, usamm o mesmo motor. A Twister vai ganhar visual inspirado na Hornet 600, além de novos quadro, painel, rodas, injeção eletrônica e freio a disco na roda traseira.

Especula-se que poderia haver uma versão com motor aumentado para 300 cm³. A XR 250 Tornado também vai ganhar injeção eletrônica e freio a disco na roda traseira e, muito provavelmente, uma versão supermotard, inaugurando o segmento na linha Honda nacional. A NX4 Falcon 400, lançada ainda em 1999 para substituir a NX 350 Sahara e até hoje sem modificações, tem motor derivado da XR 400, e será completamente reformada, com novo propulsor injetado. Pode, inclusive, adotar outro nome, para integrar a família XR (mesma da Tornado), ganhando novo fôlego.
Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
21 de agosto de 2017
14 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação