Sacode a poeira - Linha Sundown 2010

Com novos modelos, incluindo um scooter elétrico, e administração profissional, empresa instalada em Manaus quer recuperar o terreno perdido, iniciando nova fase

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/12/2009 11:45 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Fotos Sundown/Divulgação
A liderança no segmento de bicicletas motivou a Sundown a entrar no mercado de motocicletas em 2003. A decisão foi um passo natural na evolução da empresa instalada em Manaus, Amazonas, entretanto, o passo foi quase maior do que as próprias pernas. O crescimento foi bastante acelerado, chegando a quase 5% de participação no mercado em 2007. Porém, os efeitos da crise, instalada em 2008, somadas às sérias dificuldades de gestão, derrubaram as vendas de tal forma que a marca correu risco de fechar as portas. Para reverter o quadro, contratou uma administração profissional, enxugou drasticamente os custos e, principalmente, apresentou propostas de renovação da linha, que, sem evolução, ficou ultrapassada, piorando ainda mais a situação.

Veja mais fotos da linha 2010 da Sundown!

Nesse embalo, também perdeu revendedores, inclusive em Belo Horizonte. Com a nova linha, pretende iniciar a recuperação, ampliando também a rede. Uma das principais novidades para 2010 foi a apresentação do scooter Outlook 150. O motor do tipo quatro tempos tem 150cm³ e refrigeração líquida, fornecendo 13,05cv a 7.500rpm. O câmbio e a embreagem são automáticos e a partida, elétrica. E o modelo conta ainda com porta-malas sob o banco. A diferença está nas rodas de liga leve, com aros maiores, de 16 polegadas, mais aptas para enfrentar as irregularidades do piso, equipadas com freios a disco. O Outlook tem ainda faróis duplos e mini para-brisa.

Elétrica

Outra novidade é o scooter elétrico Future. O visual é semelhante ao veterano modelo Future 125 a gasolina, mas o motor é elétrico, com potência vitaminada de 3 mil watts, alimentado por duas baterias de lítio de 40 ampéres, que podem ser recarregadas em qualquer tomada, com 110 ou 220 volts, proporcionando autonomia de até 100 quilômetros, além de velocidade máxima de até 75km/h, segundo o fabricante. O peso é de 115kg e os freios a disco nas duas rodas. O popular Hunter 100, que chegou ao mercado em 2005, ainda com motor de 90cm³ e como o modelo mais barato do Brasil, permanece junto com a Hunter 125.

A Sundown também vai atacar outras frentes. Mostrou novos modelos de carga, tipo triciclo, equipados com caçambas. O Trimaxmoto tem caçamba de 2,7m de comprimento por 1,2m de largura, e pode carregar botijões de gás e garrafões de água mineral. O Maxtrimoto está equipado com tampa na caçamba. Os modelos utilitários Max 125, com as versões SE e SED, permanecem em linha, mas ganham a companhia do modelo Hawk e Motofrete, para transporte de pequenas cargas. Na outra ponta, a Sundown também pretende investir em modelos mais sofisticados e maiores, como o esportivo carenado VJF 250.

Custom V-Blade chega com novo estilo e motor com injeção eletrônica - Custom V-Blade chega com novo estilo e motor com injeção eletrônica


Custom

A nova custom V-Blade 250 sofreu mudanças radicais. Apesar da letra V do nome, que indica a arquitetura do motor com dois cilindros em V, característica do modelo anterior, agora está equipada com propulsor de apenas um cilindro, com 248,9cm³, refrigerado a ar e alimentado por injeção eletrônica, que fornece 19,4cv de potência a 8.500rpm. Para manter a pose, conservou o escape com duas saídas cromadas. Também conta com encosto no banco do passageiro e rodas de liga leve, proporcionando visual atualizado, sem abandonar o jeitão custom de ser. Os freios são a disco em ambas as rodas e o peso a seco é de 179kg.

Outra surpresa foi o lançamento do modelo específico para o fora de estrada STX 200, que estará disponível a partir de março de 2010. O motor de um cilindro, tipo quatro tempos, fornece 16,7cv a 8.000rpm. Os pneus são do tipo cross, os freios a disco, tipo margarida, e o aro dianteiro de 21 polegadas. O modelo vem sem o farol, para reduzir peso, mas com protetor de cárter, ou peito de aço. Nessa linha, também apresentou os modelos STX 125 e STX 125 Motard, equipados com sistema elétrico, farol etc, para rodar nas ruas, que vão ser opção para as STX e Motard 200, que permanecem em linha, assim como a motoneta Web. Os novos modelos estarão disponíveis progressivamente a partir de janeiro de 2010, ainda sem preço estipulado.

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
04 de novembro de 2017
28 de outubro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação