Triumph Sprint GT 1050 2011 - Chá de longe

A marca inglesa lança modelo apropriado para longas viagens, equipado com freios ABS, bolsas laterais, motor de três cilindros em linha e transmissão de seis velocidades

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 11/08/2010 15:28 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Fotos: Triumph/Divulgação
Apresentada em 2005 como Sport Touring (ST), a inglesa Triumph Sprint 1050 ganhou a irmã GT, Grã-Turismo, na linha 2011. O lançamento da nova moto foi uma alternativa da montadora para atender o segmento do público que viaja por longos trechos e que exige nível de conforto proporcional às distâncias. Para tanto, a tradicional casa britânica, instalada em Hinckley, preparou um pacote de modificações em relação ao modelo que lhe deu origem, ao mesmo tempo em que também renovou o figurino da ST. Os dois modelos, com praticamente o mesmo DNA, vão conviver para atender os nichos de mercado, e servir o chá cada vez mais longe.

O novo modelo Sprint GT 1050, com o badalado motor de três cilindros em linha de 1050cm³, que também equipa tanto o modelo Tiger de utilização mista quanto a superesportiva 675, por exemplo, além da irmã ST, passou por uma adequação para atender as solicitações de uma estradeira, com alterações no escapamento e na reprogramação da central eletrônica. Em relação ao propulsor da ST, ganhou mais 5cv, saltando para 132cv a 9.200rpm. O torque disponível a partir de 1.200rpm também subiu 0,5kgfm, atingindo 11kgfm a 6.300rpm, proporcionando pilotagem sem tantas trocas de marchas.

Estradeira Dessa forma, também foi possível instalar uma sexta marcha (do tipo over drive), mais longa. Na estrada, o artifício permite maior velocidade, com menor rotação do motor e consequentemente mais economia de combustível. Mesmo assim, o tanque foi redesenhado e tem capacidade para 20 litros, esticando as visitas aos postos de combustíveis. Outra providência adotada pela montadora foi redesenhar a carenagem, proporcionando melhor aerodinâmica. O farol tem três lâmpadas. A ergonomia foi alterada para deixar o piloto em posição mais relaxada.

O banco, em dois níveis, foi rebaixado 5mm, com altura de 815mm do chão. O quadro foi completamente redesenhado e tem arquitetura de dupla trave lateral em alumínio. Com isso, a distância entre-eixos também aumentou 80mm, passando para 1.537 mm, favorecendo a estabilidade e a performance nas retas. Para as curvas, foram instaladas rodas de aros com 17 polegadas de diâmetro, que aumentam a agilidade em trechos sinuosos. A roda traseira também ficou 1kg mais leve em relação ao modelo ST. O painel, composto por três mostradores redondos, além das informações de praxe, ganhou computador de bordo e tomada de 12V (opcional), para carregar celular ou notebook.

Breque Os freios, com dois discos de 320mm na dianteira, mordidos por pinças Nissin de quatro pistãos e um disco simples de 255mm de diâmetro na traseira, agora são equipados com o sistema ABS de série. O escapamento, que na ST tem as saídas altas, com três ponteiras embaixo da rabeta, passaram para escape único, de grosso calibre na lateral direita, com formato triangular. A alteração, além de ajudar a rebaixar o centro de gravidade, abriu espaço para a instalação de bolsas laterais, de série, na cor da moto, e com capacidade para 31 litros cada. Como opcional, a bolsa central (top case), com mais 55 litros de volume, aumenta a capacidade total para 117 litros.

As bolsas para levar bagagem, a nova ergonomia e as alterações no motor de três cilindros, de 12 válvulas, equipado com injeção eletrônica e refrigeração líquida, reforçam a vocação estradeira no novo modelo Sprint GT. A suspensão dianteira é convencional, Showa, com tubos de 43mm de diâmetro e 127mm de curso. A suspensão traseira é do tipo mono, também Showa, ancorada em balança monobraço, com 152mm de curso. Ambas são reguláveis. A transmissão final é por corrente e o peso em ordem de marcha (abastecida) é de 268kg. Completando o visual, as setas dianteiras são integradas aos retrovisores. A Triumph tem representação oficial no Brasil, mas ainda não tem datas e preços para a nova GT. Informações: (11) 3040-2433.

Para levar bagagem, bolsas laterais e a central opcional totalizam 117 litros de capacidade - Para levar bagagem, bolsas laterais e a central opcional totalizam 117 litros de capacidade

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
20 de novembro de 2017
04 de novembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação