Kasisnski 2012 - Presente e futuro

Fabricante moderniza sua linha, introduzindo a fibra de carbono no acabamento, e mostra novos modelos e as tendências que vão definir o estilo nos próximos anos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/10/2011 14:58 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
A esportiva GT 650R tem opção de acabamento em fibra de carbono - Fotos: Téo Mascarenhas/EM/D.A PRESS A esportiva GT 650R tem opção de acabamento em fibra de carbono
A marca de motocicletas Kasinski, no mercado nacional desde 1997, deu uma verdadeira guinada em seus rumos, em julho de 2009, quando foi adquirida pelo grupo chinês Zongshen. A partir daí, a linha foi remodelada e uma nova fábrica está sendo construída em Manaus, Amazonas, de olho no potencial do mercado brasileiro. Durante o 11º Salão das Duas Rodas, em São Paulo, no início do mês, a marca apresentou seus planos para o futuro e revelou algumas novidades, como a linha de motos e bicicletas elétricas, o novo modelo naked Comet 650, a esportiva GT 650R Fibra de carbono, além da pequena esportiva Comet 150 SR. O próprio mister Zuo Zongshen, o folclórico fundador da marca que leva seu nome, esteve presente, reforçando a importância de nosso mercado. Fundada em 1992, a Zongshen passou meteoricamente de uma pequena oficina para uma gigante que emprega cerca de 18 mil funcionários e produz mais de 1 milhão de unidades anuais, surfando na onda de crescimento da China, transformando mister Zuo Zongshen em um dos empresários mais bem-sucedidos do segmento e da nova geração de industriais chineses. Para tanto, adotou modernas técnicas de produção e vários acordos comerciais, a exemplo da poderosa italiana Piaggio. NACIONAL No Brasil, esta tecnologia chega através da CR Zongshen, dirigida por Cláudio Rosa, sócio nacional e que havia sido o comandante da Sundown. Com uma política agressiva, também tem acordo comercial com a sul-coreana Hyosung, de onde se origina a Comet 650, que por sua vez tem tecnologia japonesa Suzuki, em uma verdadeira globalização. O motor é um dois cilindros em V, de 647cm³, equipado com injeção eletrônica de combustível e refrigeração líquida, que, segundo o fabricante, desenvolve 89,6cv a 9.250rpm e um torque de 6,9kgfm a 7.250rpm. O modelo passou por uma maquiagem, ganhando novo conjunto óptico frontal e painel. A suspensão dianteira é invertida, como nas motocicletas esportivas, e a traseira mono amortecida, ambas ajustáveis, enquanto os freios dianteiros contam com duplo disco ventilado, com pinças duplas de quatro pistãos cada, e o traseiro com disco simples. O modelo é derivado da esportiva GT 650R, toda carenada, com quadro em treliça, construído em tubos de aço. As rodas são de liga leve, com aros de 17 polegadas de diâmetro. O tanque de combustível comporta 17 litros, o peso a seco é de 193kg e o câmbio de seis marchas. O preço sugerido é de R$ 19.990, sem frete e seguro. As cores oferecidas são o vermelho e o preto. CARBONO O modelo esportivo GT 650R tem a opção de acabamento em fibra de carbono. Material nobre, leve e resistente, empregado na F-1. É a primeira motocicleta de série nacional que usa o composto em partes da carenagem e para-lamas. O conjunto mecânico é o mesmo da irmã Comet 650, mas o motor de dois cilindros em V fica escondido sob a carenagem. O conjunto óptico dianteiro tem formato vertical, enquanto a lanterna traseira conta com LEDs. A marca também mostrou outro resultado de parceria comercial. Desta vez com a Inglaterra, através do modelo esportivo Megelli, rebatizado de Comet SR, equipada com motor de 150cm³. O modelo, com desenho bastante agressivo, tem carenagem, escape alto e é produzido na China, mas só vai chegar ao mercado nacional em fins de 2012. Sua presença também foi para sondar o consumidor. Além da linha tradicional, a Kasinski apresentou seus modelos elétricos, como a Win Eletrika, com 1000 watts de potência e autonomia de cerca de 100 quilômetros.. A linha dos modelos elétricos vai ganhar uma fábrica no Rio de Janeiro. A linha de bicicletas elétricas, batizadas de Veículos Elétricos Leves, (Velle), tem parceria com a empresa energética Light para seu desenvolvimento.
A pequena esportiva SR conta com motor de 150cm³ e desenho agressivo - A pequena esportiva SR conta com motor de 150cm³ e desenho agressivo

Tags: 2012

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
14 de agosto de 2017
07 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação