BMW G 650 GS Sertão - Caipira do mundo

Com nome inspirado em região brasileira, o modelo G 650 GS Sertão tem vocação para rodar na terra, com suspensões de curso longo. Os freios contam com sistema ABS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 04/02/2012 09:11 Téo Mascarenhas /Estado de Minas

Fotos: BMW/Divulgação
Lançado mundialmente durante o Salão das Duas Rodas, em São Paulo, em outubro, o modelo G 650 GS Sertão, vai ser produzido em Berlim, na Alemanha, e também em Manaus, onde a irmã G 650 GS, da qual é derivado, é produzida em cooperação com a Dafra. Entretanto, somente estará disponível no mercado brasileiro no fim do primeiro semestre. O batismo, inclusive para o mercado europeu, é uma referência à grande região semiárida que ocupa extensa área dos rincões e interior brasileiro (incluindo o Norte de Minas), para caracterizar sua vocação robusta e fora de estrada.

Também é uma demonstração de prestígio de nosso mercado, que já é um dos principais da marca germânica. Entretanto, vai ser engraçado dar o troco e ouvir um alemão destroncando a língua para pronunciar o anasalado som do til, da palavra sertão, inexistente em seu idioma. A nova motocicleta é um desenvolvimento do modelo G 650 GS, com adaptações para encarar terrenos mais radicais. Para tanto, as suspensões foram reforçadas. Na dianteira, o sistema telescópico clássico, não invertido, com tubos de 41mm de diâmetro, que passou de 170mm de curso no modelo original, para 210mm de extensão no modelo Sertão.

ALTURA A suspensão traseira, do tipo mono, ganhou amortecedor com reservatório de nitrogênio e teve sua amplitude aumentada de 165mm para 210mm. A altura do banco também foi aumentada. No modelo original, o banco fica a 800mm do chão e no Sertão, a 860mm, com possibilidade de chegar, opcionalmente, a 900mm. A distância entre-eixos também foi alterada. Passou de 1.477mm para 1.484mm de comprimento para ganhar maior estabilidade em retas. As rodas também mudaram. Em vez de liga leve, as rodas da nova G 650 GS Sertão ganharam raiação, mais adequada para rodar em terrenos acidentados.

 

O diâmetro das rodas seguiu a nova orientação fora de estrada. Na dianteira, em vez de aro de 19 polegadas (mais adaptado para utilização também no asfalto), passou para 21 polegadas, capaz de enfrentar crateras e buracos. A roda traseira permaneceu com aro de 17 polegadas, mas ganhou pneus apropriados. Na dianteira, a medida passou de 110/80 para 90/90 e na traseira, de 140/80 para 130/80. A G 650 GS Sertão também está equipada com protetor de motor, o chamado peito de aço (só que em alumínio), protetores de mãos, um mini para-brisa mais alto e um novo para-lama dianteiro, com aplique de borracha na ponta.

Motor É o mesmo da G 650 GS original. Um cilindro, do tipo quatro tempos, equipado com quatro válvulas, refrigeração líquida e injeção eletrônica, que entrega 48cv a 6.500rpm e torque de 6,1kgfm a 4.500rpm. O motor projetado pela BMW é produzido pela austríaca Rotax, que utiliza os serviços da chinesa Loncin e chega desmontado a Manaus, junto com os outros componentes em CKD – inteiramente desmontado –, para ser montado aqui. Com as alterações, o peso em ordem de marcha, ou com a moto abastecida, aumentou um quilo, passando para 193kg.

O visual é mais agressivo, com a palavra sertão em destaque. Outra característica visual está nos escapes. Apesar de duplos, com saídas altas, apenas um é verdadeiro. No outro, fica o catalisador. O tanque também é falso e abriga o filtro de ar e parte elétrica. O verdadeiro fica sob o banco, rebaixando as massas, e comporta 14 litros. A G 650 GS Sertão também está equipada com cavalete central, aquecedor de punhos e sistema de freios ABS, que pode ser desligado para rodar na terra, e câmbio de cinco marchas. Na dianteira um disco de 300mm de diâmetro e na traseira, de 240mm. O preço sugerido é de R$ 32.800. Informações: Euroville (31) 3304-4140. 

Tags:

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
14 de agosto de 2017
07 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação