Mundial de Motocross - Prova de resistência

Os pilotos encontraram bastante dificuldade na lama. Domínio foi fundamental para permanecer de pé na pista enlameada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/05/2012 21:06 / atualizado em 24/05/2012 21:19 Téo Mascarenhas /Estado de Minas

Fotos: Téo Mascarenhas/EM/D.A PRESS
De Penha, SC - O barro foi o principal adversário da quinta etapa do Mundial de Motocross, categorias MX1, para motos quatro tempos até 450, e MX2, para motos quatro tempos até 250, disputada na pista montada dentro do parque temático Beto Carrero World, com 1.562 metros de extensão, no último fim de semana.

 

Veja a galeria completa de fotos!

 

Contrariando todas as previsões dos serviços meteorológicos, a chuva caiu para encharcar a pista, cobrindo pilotos e motos de barro. As motos ficaram mais pesadas, a pista com profundas canaletas e os pilotos exaustos, resultando em uma prova de resistência e estratégia. A chuva, porém, não impediu que todos os ingressos fossem vendidos.

Jorge Balbi, melhor brasileiro na MX1 - Jorge Balbi, melhor brasileiro na MX1


A infra-estrutura da pista foi considerada exemplar e, segundo a FIM, Federação Internacional de Motociclismo, vai ser a referência para as demais etapas. Na categoria MX1, o vencedor no combinado entre as duas baterias foi o francês Christophe Porcel, com uma Kawasaki. O melhor brasileiro foi o mineiro Jorge Balbi, em 19ª na soma das duas baterias. O líder da categoria MX1, o italiano Antonio Cairoli da KTM, não se encontrou na lama e terminou em 8ª, mas, manteve a liderança. Na categoria MX2, quem venceu foi o inglês Tommy Searle, com Kawasaki. O melhor brasileiro foi Marçal Muller com Kawasaki. O líder da categoria, o holandês Jeffrey Herlings, com KTM, ficou em 7º.
A Honda do português Rui Gonçalves com nova decoração - A Honda do português Rui Gonçalves com nova decoração

Tags:

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
14 de agosto de 2017
07 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação