Primeira reforma

Honda MSX 125 reforça tom jovial na linha 2016

Com jeitão descolado para atrair a juventude, Honda MSX 125 2016 ganhou modernizações, com nova iluminação e escape de saída baixa, para se transformar em guerreiro urbano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/03/2016 15:59 Téo Mascarenhas /Estado de Minas

O farol agora duplo e de LED fica empilhado - Honda/Divulgação O farol agora duplo e de LED fica empilhado
Lançada em 2013, inspirada no modelo “cinquentão” Monkey, de 1963, a MSX 125 mira o público jovem, com formas ousadas e proposta de pilotagem divertida. Agora, já como modelo 2016, passa pela primeira reforma, reforçando o tom e apelo de jovialidade, com uma proposta “streetfighter”, ou guerreiro urbano. O próprio nome do modelo – Mini Street Xtreme (MSX), ou algo como minimoto radical – revela seu foco. A moto produzida na Tailândia (de onde a montadora já importou a CBR 250R e a CRF 250L) assume o nome de Grom para o mercado americano.

Tanto na Ásia quanto nos Estados Unidos, o modelo tem boa aceitação e ainda provoca efeito colateral bastante interessante para a montadora. Fideliza o consumidor jovem, que mais tarde vai continuar na marca em modelos maiores e mais caros. Tanto que a também japonesa Kawasaki, por exemplo, lançou o modelo Z 125 Pro, exatamente com a mesma proposta. Além disso, também aparecem maluquices, como a customização artesanal da MSX 125, que ganhou nada menos que o motor da superesportiva italiana Panigale 1199 de 200cv.

JOVEM No Brasil, porém, ainda não há previsão de seu desembarque. Para ganhar cacoetes do estilo streetfighter, a MSX 125 modelo 2016 passou por uma adequação que incluiu o deslocamento do escapamento, que tinha saída alta e passou para baixa, deixando o conjunto da parte traseira com composição mais limpa e harmoniosa. O farol, que era oval e de grandes proporções, como o olho de um ciclope, passou a ser trapezoidal duplo e empilhado, além de contar com LEDs, que também estão presentes no farolete.

Para atrair ainda mais o consumidor jovem, o MSX 125 conta com soluções técnicas presentes em modelos maiores e mais esportivos. A suspensão dianteira, por exemplo, é do tipo invertida, com tubos de 31 milímetros, enquanto a suspensão traseira é do tipo mono. As rodas são de liga leve, com aros de 12 polegadas, com desenho semelhante à linha esportiva da marca, mas calçadas com pneus de perfil mais alto (120/70 na dianteira e 130/70 na traseira), aumentando o diâmetro final do conjunto, o que permite vencer com menos traumas as imperfeições do piso.

A pequena distância entre-eixos deixa a moto mais esperta - Honda/Divulgação A pequena distância entre-eixos deixa a moto mais esperta
MUDANÇAS Os freios são a disco nas duas rodas. Na dianteira, um disco bem dimensionado, com 220 milímetros de diâmetro, e na traseira outro de 190 milímetros, formando um poderoso conjunto para o tamanho da moto, assim como o peso de apenas 101,7kg já abastecida. As mudanças também atingiram o painel, inteiramente digital, o bocal do tanque do tipo esportivo, de 5,5 litros, as laterais do tanque, e o banco, que tem 765 milímetros de altura e proporciona mais conforto para o garupa, que também conta com pedaleiras fixas no quadro para isolar as oscilações.

O tanque de combustível tem capacidade de 5,5 litros e bocal do tipo esportivo - Honda/Divulgação O tanque de combustível tem capacidade de 5,5 litros e bocal do tipo esportivo
O motor de um cilindro, com 124,9cm³ de cilindrada, duas válvulas, equipado com injeção eletrônica e refrigeração a ar, fica em posição quase horizontal e fornece 9,7cv a 7.000rpm e torque de 1,11kgfm a 5.500rpm, acoplado a um câmbio de quatro marchas. Um conjunto que apresenta números um tanto tímidos para a proposta do modelo e o estoque de adrenalina para gastar da moçada. Entretanto, a facilidade de pilotagem, a agilidade proporcionada pelas rodas menores e pela pequena distância entre-eixos (1.200 milímetros) deixam o modelo esperto e atrevido.

O painel é inteiramente digital, com o conta-giros em destaque - Honda/Divulgação O painel é inteiramente digital, com o conta-giros em destaque
 

Tags: honda 2016 streetfighter msx Honda MSX 125 modelo 2016 Mini Street Xtreme

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
19 de setembro de 2017
11 de setembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação