Novidade 'nova'

Yamaha Neo renasce com desenho ousado e motor 125 um cilindro de 9,8cv de potência

Neo em grego significa novo. E essa é a proposta do Yamaha Neo 125, que chega renovado, com visual atrevido, freios combinados, porta-malas sob o banco e muita agilidade no trânsito

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 27/09/2016 10:00 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Yamaha/Divulgação
De São Paulo* - O chamado efeito seis rodas, com quatro do carro na garagem e mais duas da moto para rodar no dia a dia, driblando o trânsito, o custo do combustível e o transporte público, se transformou em um dos responsáveis pelo crescimento do segmento dos scooters, na contramão do mercado. De olho nisso, a Yamaha lançou o novo Neo 125, com um desenho bastante ousado, equipado com rodas de liga leve de 14 polegadas, sistema de freios combinados, iluminação com LEDs e facilidade para embarcar e desembarcar, com piso rebaixado e ausência do túnel central.

Com a facilidade de pilotagem, proporcionada pelo câmbio automático tipo CVT e a praticidade do porta-malas embaixo do banco, com capacidade de 14 litros, que comporta um capacete aberto ou pequenas compras e que pode ser aberto com um toque na própria chave de ignição, além de porta-luvas e gancho no escudo frontal, também vai atrair o público feminino. Um pacote urbano empurrado por um motor de um cilindro, com arrefecimento a ar forçado por ventoinha, que fornece 9,8cv a 8.000rpm e torque de 0,98kgfm a 5.500rpm.

ANDANDO O novo Neo 125 não lembra em nada o modelo “antigo”, que tinha túnel central alto, dificultando o embarque e desembarque. Também fica distante da falecida motoneta Crypton, equipada com câmbio rotativo mecânico. O novo modelo tem design com estilo bem asiático, com a frente bastante robusta, cheia de reentrâncias e vincos, quase um capô, além de dois faróis e grandes abas laterais que abrigam as setas dianteiras. A traseira é mais limpa, com alças para a garupa. Um conjunto para não passar despercebido e se destacar na multidão.

O porta-malas sob o banco tem capacidade de 14 litros - Yamaha/Divulgação O porta-malas sob o banco tem capacidade de 14 litros


O painel é simples e tem a função Eco, que aponta a condução mais econômica - Yamaha/Divulgação O painel é simples e tem a função Eco, que aponta a condução mais econômica
Na hora de acelerar, uma surpresa. O câmbio automático não é “preguiçoso” e responde na hora, com um acertado ajuste nas polias internas. Condição interessante no anda e para do trânsito. Além disso, o banco é confortável e o conjunto é bastante leve e esguio, apenas 92kg a seco, facilitando as mudanças de direção em baixas velocidades. Porém, os aros de 14 polegadas, mesmo com pneus sem câmara de perfil maior, sofrem na buraqueira e a suspensão dianteira convencional de 90mm de curso e a traseira de um amortecedor lateral de 80mm de curso também castigam o piloto.

SOCORRO Para brecar, o novo scooter tem freio a disco de 200mm de diâmetro na dianteira e tambor de 120mm na traseira. Entretanto, ao acionar o freio traseiro (manete esquerda), o dianteiro também entra em funcionamento, em um sistema batizado de Unified Brake System (UBS), de ação simplificada e mecânica, mas bastante precisa e segura. Já o painel é bem simples, com velocímetro, único hodômetro e marcador de combustível. Porém, tem uma luzinha “Eco” que acende quando a pilotagem é a ideal e econômica.

A pilotagem é fácil e ágil no trânsito. O piso baixo facilita o embarque e desembarque - Yamaha/Divulgação A pilotagem é fácil e ágil no trânsito. O piso baixo facilita o embarque e desembarque
O novo Neo 125 conta ainda com descanso lateral com sensor, que desliga o motor quando acionado, cavalete central para facilitar o estacionamento e manutenção. Mas o bocal do tanque de combustível fica embaixo do banco, obrigando o piloto a descer na hora do reabastecimento. Entretanto, em caso de pane ou qualquer outro problema, tem um sistema de socorro 24 horas em todo o Brasil. O modelo chega às concessionárias na segunda quinzena de outubro, com preço sugerido de R$ 7.990, nas cores vermelho, branco e cinza.

(*) Viajou a convite da Yamaha

Tags: scooter vrum Yamaha Neo 125 Neo 125 motor um cilindro Estado de Minas

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
20 de novembro de 2017
04 de novembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação