Triumph lança Street Cup 900, a nova integrante da família Bonneville

Com visual clássico, mas estilo esportivo café racer, novo modelo tem motor com dois cilindros paralelos, além de ser equipado com eficientes controle de tração e freios ABS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/03/2017 12:05 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Triumph/Divulgação

De Barueri* (SP) - Mesmo com todo capricho dos projetistas na invenção de novos e criativos desenhos de motocicletas, o estilo clássico, com modelos de farol redondo e jeitão anos dourados, permanece na ribalta. A inglesa Triumph, instalada no Brasil, com fábrica em Manaus, de olho neste segmento, reforçou sua linha de modelos clássicos, com o lançamento da Street Cup 900, no padrão “café racer”, que incorpora esportividade sem desviar do perfil. A nova integrante da família Bonneville tem o mesmo conjunto mecânico da Street Twin 900, mas ajustes no motor, suspensões, freios, ergonomia e também no figurino para entrar na moda que não sai de moda.

Triumph/Divulgação

A designação “café racer” nasceu quando a rapaziada dos anos 1950 se reunia nas portas dos cafés londrinos para corridas clandestinas (races), modificando artesanalmente suas motos, para ganhar esportividade. A nova Street Cup 900 faz essa releitura, porém, com tecnologia atual. A pintura tem duas cores e acima do farol um pequeno para-brisa de corrida. Do outro lado, na traseira, uma capa do assento do passageiro (removível), para que fique com aspecto monoposto, também de corrida. Os escapes são mais curtos e pintados de preto, assim como as laterais e os para-lamas, que igualmente são mais curtos.

Triumph/Divulgação

PILOTANDO A ergonomia foi ajustada para deixar o piloto um pouco mais inclinado para frente, em posição mais esportiva, com adoção de um guidão mais baixo e adiantado. Além disso, a traseira mais alta reduz ligeiramente o ângulo de inclinação do garfo dianteiro, aumentando a agilidade nas mudanças de direção e em trechos sinuosos. O resultado produz uma tocada mais arisca, sem comprometer o conforto em trechos urbanos. Entretanto, os retrovisores posicionados nas pontas do guidão, em nome do estilo, aumentam a largura do conjunto, dificultando a movimentação nas ruas (street), que está em seu próprio nome.

Triumph/Divulgação

O motor, com dois cilindros paralelos e 900cm³ de cilindrada, herdado da Street Twin 900, também recebeu ajustes para ganhar mais torque em faixas de rotações mais baixas, facilitando as reacelerações, especialmente no trânsito, e as retomadas nas estradas. Equipado com arrefecimento líquido, mantém as aletas de dissipação no cabeçote, como se fosse refrigerado a ar, também para compor o estilo clássico. Porém, o intervalo de ignição dos pistãos de 270 graus tem concepção moderna e produz uma pegada vigorosa, com 18% a mais no torque máximo de 8,2kgfm a 3.230rpm e 22% a mais na potência, que atinge 55cv a 5.900rpm.

Triumph/Divulgação

Triumph/Divulgação

ELETRÔNICA O propulsor também conta com o sistema de controle de tração, que pode ser desligado, mas só tem um nível de atuação. O acelerador também é eletrônico, assim como o computador de bordo, em pequenas telas digitais no painel de instrumentos, que, igualmente para compor o estilo clássico, tem velocímetro e conta-giros arredondados. O freio dianteiro tem disco único ventilado de 310mm de diâmetro e foi redimensionado com maior potência, compatível com a maior esportividade de modelo, com pinça Nissin de dois pistãos. O freio traseiro tem disco de 255mm de diâmetro, igualmente com pinça de dois pistãos Nissin. Ambos com sistema ABS de série.

Triumph/Divulgação

Triumph/Divulgação

A suspensão dianteira tem garfo Kayaba, com tubos de 41mm de diâmetro e 120mm de curso. A suspensão traseira tem dois amortecedores, como nos modelos clássicos, com ajuste na pré-carga e 120mm de curso. Conta ainda com rodas de liga leve fazendo o contraponto moderno, junto com a lanterna traseira com LEDs e uma útil tomada USB para acoplar aparelhos eletrônicos. Além disso, a embreagem é deslizante, para facilitar as reduções do câmbio de cinco marchas. O tanque de combustível, com chave, tem capacidade de 12 litros, e o peso a seco é de 200kg. A Street Cup 900 tem ainda extensa lista de acessórios e equipamentos e preço sugerido de R$ 41.990.

* Viajou a convite da Triumph

Tags: triumph street cup 900 bonneville téo mascarenhas vrum

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
22 de maio de 2017
15 de maio de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação