Passado a limpo

Modelo 2018 da Yamaha X-Max 400 tem estilo mais esportivo e desempenho mais apimentado

O scooter ganhou mais segurança com sistema de controle de tração, além de modernizações no agressivo visual, inspirado na família X-Max. Motor de um cilindro fornece 33,3cv

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/07/2017 16:28 Téo Mascarenhas /Estado de Minas

Modelo ganhou linhas mais agressivas, com estilo que sugere esportividade - Yamaha/Divulgação Modelo ganhou linhas mais agressivas, com estilo que sugere esportividade
 

A Yamaha apresentou nesta semana, já como modelo 2018, a segunda versão europeia do scooter X-Max 400, que foi lançado em 2013. O novo scooter foi completamente modernizado, ganhando atualizações de estilo, de mecânica e de eletrônica. O visual segue os padrões da família X-Max, com inspiração no irmão menor, X-Max 250, que conta com duplo farol com LEDs na dianteira e porte avantajado. Também lembra o irmão maior, T-Max 530, que já foi importado oficialmente pela Yamaha, o que transforma o novo X-Max 400 em candidato a substituto e também carimbar o passaporte para o Brasil.

A roda dianteira é aro 15, mas a traseira é de 13 polegadas, vulnerável às imperfeições do piso - Yamaha/Divulgação A roda dianteira é aro 15, mas a traseira é de 13 polegadas, vulnerável às imperfeições do piso

É que o segmento dos scooters, na contramão da retração do mercado, apresenta índices positivos de crescimento, com o reconhecimento de um veículo extremamente prático, ágil e mais “simpático” e aceito no trânsito hostil dos grandes centros. O novo X-Max 400 também tem conotação esportiva, com desempenho mais apimentado, sem abandonar as características típicas do segmento, como câmbio automático CVT (progressivo), facilidade de pilotagem e amplo porta-malas embaixo do banco, que comporta dois capacetes fechados, além de pequenos volumes. Porém, também incorporou algumas soluções técnicas já empregadas nas motocicletas.

 

 

ELETRÔNICA O novo X-Max 400 ganhou o sistema de controle de tração. Quando a roda traseira começa a patinar em pisos molhados ou escorregadios, girando mais rápido que a roda dianteira, a central eletrônica percebe e reduz a potência do motor, recuperando a tração e aumentando a segurança. Os freios, igualmente, proporcionam segurança, com sistema ABS atuando em três discos. Dois na dianteira e um na traseira, que, curiosamente, têm a mesma medida de 267mm de diâmetro. Isso em função da possibilidade de rodar frequentemente com passageiro, aumentando a demanda por maior potência de frenagem.

O scooter conta com dois porta-luvas no escudo frontal, com tomada de 12V para recarregar o celular - Yamaha/Divulgação O scooter conta com dois porta-luvas no escudo frontal, com tomada de 12V para recarregar o celular

O peso total, entretanto, foi reduzido em 5kg, caindo para 210kg. O X-Max 400 agora adota a chave inteligente que permite acionar o motor sem sair do bolso, por reconhecimento entre os “chips” instalados no modelo e na chave. Outra comodidade está nos dois porta-luvas no escudo frontal, com tomada 12V para recarregar o celular e no bocal do tanque de 13 litros, que não fica embaixo do banco, permitindo o abastecimento sem precisar descer. Entretanto, trouxe um indesejado efeito colateral. O aumento do túnel central, que dificulta o embarque e desembarque, situações comuns nos deslocamentos urbanos.
O painel lembra os dos automóveis, com elementos analógicos e digitais - Yamaha/Divulgação O painel lembra os dos automóveis, com elementos analógicos e digitais

MOTOR Outra característica conflitante são as rodas. Para ganhar espaço e volume no porta-malas sob o banco, a roda traseira foi reduzida para aro de 13 polegadas de diâmetro, ficando mais vulnerável às imperfeições no piso. Já a roda dianteira tem 15 polegadas de diâmetro. Ambas de liga leve, com novo desenho. Para compensar, o X-Max 400 ganhou um para-brisa com duas regulagens, guidão com duas posições e amplo banco com suporte lombar, que deixa o piloto melhor encaixado. O painel é completo, inclusive com o computador de bordo, e tem elementos analógicos e digitais e nítida inspiração nos adotados pelos automóveis.

As lanternas traseiras contam com LEDs - Yamaha/Divulgação As lanternas traseiras contam com LEDs

O motor tem um cilindro, com 395cm³, equipado com refrigeração líquida, que desenvolve 33,3cv a 7.000rpm e um torque de 3,7kgfm a 6.000rpm. A suspensão dianteira tem garfo telescópico convencional com 110mm de curso. A suspensão traseira tem duplo amortecedor, com 90mm de curso. As exigências de controle ambiental de redução de emissões exigiram, entre outras providências, um escape de enormes proporções, que destoa bastante do conjunto. O X-Max 400 também conta com freio de “mão” que trava a roda para maior segurança na hora de estacionar. Também conta com ampla gama de acessórios opcionais.


RAIADAS

BARBEARIA Parceira da inglesa Triumph, a barbearia Razor Bros, com mobiliário inglês, foi o palco escolhido para a apresentação dos novos modelos da linha Bonneville Clássica, Bobber 1200 e Scrambler 900 em Belo Horizonte. Os novos modelos estão disponíveis para teste drive na concessionária oficial, Triumph BH, que fica na Avenida Barão Homem de Melo, 4.508, (31) 3297-1000.

APRESENTAÇÃO Esta semana, a concessionária Kawasaki de Belo Horizonte, O2BH, fez a apresentação da linha Kawasaki 2018, incluindo os modelos Z 1000R, ZX-10RR, Ninja 1000 e Ninja 1000 Tourer. A Concessionária KTM Orange BH também apresentou os modelos 1290 Adventure R, S e T, além da 1290 Superduke e Superduke GT. As concessionárias ficam na Avenida Barão Homem de Melo, 4.280, (31) 2512-2200.

ISDE O Brasil vai voltar a disputar o International Six Days Enduro (ISDE), espécie de Copa do Mundo da modalidade, depois de 14 anos ausente. A prova será na França, entre 28 de outubro e 2 de setembro. Os pilotos serão: Gustavo Pellin, Diego Colet, Bruno Crivilin e Rômulo Bottrel..

INDEPENDÊNCIA A 35ª edição do Enduro da Independência será disputada entre 6 e 9 de setembro, com largada em Aparecida do Norte, São Paulo, e chegada em Lavras, Minas Gerais. Além das categorias tradicionais, a organização estuda a inclusão da categoria Nacional. Informações e inscrições: www.tcmg.com.br.

AUTÓDROMO O 5º Track Mix será realizado no Circuito dos Cristais, autódromo de Curvelo, exclusivamente para motos, no dia 29 de julho. A pista, com 4.420 metros e 18 curvas, vai contar com restaurante, equipes médica e de sinalização, cronometragem, som, troca de pneus e geração de imagens. Informações: (31) 99971-8318.

Tags: minas de estado vrum mascarenhas téo 400 x-max yamaha scooter

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
14 de agosto de 2017
07 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação