Homenagem ao maestro

Maserati comemora 50 anos do quinto e último título mundial na Fórmula 1, conquistado pelo brilhante piloto argentino Juan Manuel Fangio, em 1957, na Alemanha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 23/09/2007 14:00 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Monoposto 250F que passou pelas mãos do argentino foi exposto no Salão de Frankfurt - Reprodução da Internet - portalestematicos.com - 19/9/07 Monoposto 250F que passou pelas mãos do argentino foi exposto no Salão de Frankfurt
A Maserati tem motivos de sobra para se orgulhar e comemorar o cinqüentenário do feito do piloto Juan Manuel Fangio, no circuito de Nurburgring, na Alemanha. Em 4 de agosto de 1957, pilotando um modelo da marca italiana, um monoposto 250F, o argentino, aos 46 anos, superou as poderosas Ferraris e garantiu seu quinto e último título no Campeonato Mundial de Fórmula 1. A data foi relembrada com festa.

O ano de 1957 foi especial na carreira de Fangio. Das 16 corridas que disputou, defendendo as cores da Maserati, incluindo provas de Fórmula 1 e competições de carros-esporte, venceu 10. Deles, o Grande Prêmio da Alemanha ainda é considerado um dos mais emocionantes de todos os tempos. Isso porque o maestro (como Fangio era chamado pelos pilotos) demonstrou toda a sua habilidade e, volta após volta, foi tirando a diferença que o separava das Ferraris. Acabou a prova em primeiro lugar, quebrando o recorde da pista.
Fangio bateu o recorde da pista de Nuerburgring e superou os pilotos da Ferrari - Reprodução da Internet - taringa.net - 19/9/07 Fangio bateu o recorde da pista de Nuerburgring e superou os pilotos da Ferrari

Emoção
No fim da corrida, Fangio, emocionado, descreveu sua conquista: "Eu nunca dirigi tão rápido em toda a minha vida e acredito que não serei capaz de fazer isso novamente". Para comemorar os 50 anos da vitória de Fangio, com o 250F, a Maserati criou um troféu especial e um site, que recorda a temporada inesquecível. No endereço www.maseraticelebratesfangio.com há informações sobre o piloto argentino e o carro com o qual foi vitorioso.

O 250F de Fangio foi exposto no estande da Maserati, no Salão de Frankfurt, que termina hoje. O modelo começou a ser desenvolvido a partir do A6GCM, de 1953. Ao ser concluído, em 1957, foi considerado o melhor veículo de competição do mercado. É um carro de linhas harmoniosas e mecânica equilibrada, tendo como características principais a robustez e a segurança.

Equipado com motor de seis cilindros, de 270 cv de potência máxima a 8.000 rpm, o Maserati 250F tem um chassi moderno para a época, com tubos de dimensões reduzidas. Os freios dispõem de tambores maiores, e a carroceria, de várias saídas de ar, para facilitar a refrigeração do motor. A Maserati fez três exemplares do 250F com propulsor de seis cilindros e, depois, chegou a montar uma unidade com um V12. O modelo até hoje encanta por suas belas formas e é o sonho de qualquer colecionador ou apaixonados por carros de competição.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2016
26 de agosto de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação