Senhora de estilo jovem

A Porsche, que iniciou suas atividades como empresa industrial familiar, comemora hoje 60 anos de fundação, mantendo-se como um dos principais fabricantes de esportivos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 08/06/2008 10:34 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Modelo 356 C Cabrio, de 1964, manteve as formas arredondadas, característica da marca - Fotos: Porsche/Divulgação Modelo 356 C Cabrio, de 1964, manteve as formas arredondadas, característica da marca
No dia 8 de junho de 1948, o primeiro modelo Porsche, identificado com o número 356-001, recebeu a aprovação oficial e homologação para uso nas estradas. Era o início da história de uma das grandes marcas de automóveis, que fincou bandeira no segmento de esportivos. "Tudo começou quando procurei e não encontrei o carro dos meus sonhos. Então, eu mesmo decidi construí-lo", disse Ferry, filho de Ferdinand Porsche.

Após a Segunda Guerra Mundial, pai e filho usaram a estrutura de uma oficina instalada em Gmünd, na Áustria, para retomar um projeto que havia sido elaborado antes do conflito. Identificado com o número 356, o carro usava motor 1.131 cm³ da Volkswagen, além de outros componentes mecânicos da marca alemã, como suspensão e transmissão. De novo, apenas o chassi tubular e a carroceria, feita com chapas de alumínio batidas a mão.

O projetista Ferdinand e o filho optaram por uma carroceria aberta, tipo spider, para facilitar a construção. O primeiro Porsche era na verdade um VW esportivo, que pesava 596 quilos e tinha motor em posição central. Com um carburador a mais e taxa de compressão de 7:1, o propulsor gerava 40 cv de potência, levando o carro a 140 km/h. As acelerações fortes e o bom desempenho eram indícios de que o modelo era apenas o início de uma história de sucesso.

Depois do spider, os Porsche apresentaram o cupê, que mantinha as mesmas linhas arredondadas da carroceria. Os pedidos aumentaram e a fábrica teve problemas para atender a todos, já que contava apenas com um artesão para fazer as carrocerias. Ainda em 1948, Ferry Porsche fez um acordo com a VW, se comprometendo a não construir um carro que fosse concorrente dos modelos da marca alemã. Em troca, a VW forneceria peças e colocaria a rede de distribuição à disposição da Porsche.
Nas instalações da fábrica da Porsche, em 1960, funcionários instalam o motor no 356 - Nas instalações da fábrica da Porsche, em 1960, funcionários instalam o motor no 356

Já em 1949, os Porsche transferiram a produção de seus carros para a garagem de casa, em Feuerbach, próximo a Sttutgart, na Alemanha. As carrocerias passaram a ser feitas pelo carrozziere Reutter, e a produção atingiu a marca de 10 unidades diárias.

Competição
Na década de 1950, a Porsche começou a participar de corridas, e o bom desempenho de seus carros logo resultou em vitórias. Em 1951, Ferdinand Porsche morreu aos 75 anos e Ferry assumiu o controle da empresa. O modelo 356 ganhou novo motor de 1.286 cm³ e 45 cv, com o qual a Porsche participou pela primeira vez da 24 Horas de Le Mans, sem contudo obter sucesso. Depois vieram os propulsores 1.500 (55 cv) e 1.500 Super (70 cv), e junto com eles novos freios a tambor e câmbio sincronizado.

No início da década de 1960, o spider ganhou motor de 1.600 cm³ e 165 cv, com o qual dominou as provas da categoria esporte até 2.0 litros. Já a versão Carrera, com motor de 100cv, tornou-se imbatível na categoria grã-turismo até 2.0 litros. O Porsche 904 GTS, com motor de 2.000 cm³, era uma evolução dos modelos anteriores, pois tinha carroceria mais baixa e afilada. Em 1965, o 356 saiu de produção, dando lugar aos modelos 911 e 912, equipados com propulsores de 2.0 a 2.7 litros. A Porsche teve ainda no passado outros modelos que marcaram época, como o 917 e o 914, este último resultado de uma nova parceria com a VW no fim da década de 1960.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2016
26 de agosto de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação