Entre os mais velozes do mundo

Marca francesa pouco conhecida do grande público, a Facel produziu interessantes modelos com design tipicamente europeu e mecânica americana, como o Vega HK 500

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 22/06/2008 12:40 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Reproducão revista O Magneto/Divulgação
Quando se fala em automóveis franceses atualmente, os primeiros nomes que vêm à cabeça são Renault, Peugeot e Citroën. Mas existiu no passado uma marca que se destacou por produzir modelos com estilo europeu e mecânica americana. Era a Facel Metallon, fundada por Jean Daninos, que iniciou suas atividades no ramo construindo carrocerias especiais para a Simca e a Panhard.
Imponente grade dianteira e faróis duplos redondos dispostos na vertical são destaques no modelo francês. Com acabamento sofisticado, modelo caiu no gosto de aristocratas e artistas. Motor Chrysler de 5.9 proporciona desempenho esportivo ao Vega - Imponente grade dianteira e faróis duplos redondos dispostos na vertical são destaques no modelo francês. Com acabamento sofisticado, modelo caiu no gosto de aristocratas e artistas. Motor Chrysler de 5.9 proporciona desempenho esportivo ao Vega

O grande sonho de Jean era criar um veículo especial, que foi apresentado como protótipo no Salão de Paris, em 1954. Era o Facel Vega, um luxuoso sedã de quatro lugares, que tinha transmissão francesa e motor Chrysler V8 de 4.5 litros. Dois anos depois, Daninos lançou o FV1, com motor de 200 cv, o FV2, de 250 cv, e o FV2B, também com propulsor Chrysler, mas um 5.4 litros de 285 cv. Havia também o enorme Excellence, que media 5,2 m de comprimento, com quatro portas e sem colunas centrais. Esse modelo era equipado com motor Chrysler de 6.4 litros e 360 cv de potência. Chegava fácil a 200 km/h.

Mas o sucesso da marca francesa veio em 1958, com o lançamento do Facel Vega HK 500, equipado com motor de 5.9 litros. Capaz de atingir 235 km/h, o modelo foi considerado na época um dos carros de turismo mais velozes do mundo. Acelerava até 100 km/h em 8,5 segundos, enquanto os concorrentes ficavam na marca dos 12 segundos.

Além de veloz, era um carro de belas linhas, que atraiu o interesse de aristocratas, executivos da indústria e artistas. Mas era também muito caro e, por isso, foram produzidas apenas 500 unidades, de 1958 a 1961. Atualmente, o Facel Vega é cobiçado por muitos colecionadores, mas é difícil encontrar exemplares do modelo. Em Belo Horizonte, um colecionador de antigos importou um modelo HK 500 de 1958 dos Estados Unidos e é o único exemplar no país.

Na década de 1960, a Facel lançou um carro menor, o Facellia, com motor próprio de 1.646 cm³, que não apresentou bons resultados. Foi substituído posteriormente por um propulsor Volvo de 1.800 cm³ e o modelo passou a ser denominado Facel III. Veio então o Facel 6, com motor BMC de 2.8 litros, que também não agradou. Enfraquecida, a fábrica fechou as portas em 1964.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2016
26 de agosto de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação