Antigos do Brasil - Três volumes bem resolvidos

Série se despede contando a trajetória do Voyage, sedã derivado do Gol que sumiu a partir de 1996 e reapareceu em 2008, com o lançamento da quinta geração do hatch

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/10/2010 10:18 Pedro Cerqueira /Estado de Minas
Fotos: Marlos Ney Vidal/EM/D.A. Press
Acompanhe também o VRUM pelo Twitter

A família Gol começou a ser formada em 1981, quando o sedã Voyage foi lançado no Brasil. Com linhas retas e três volumes muito bem definidos, o modelo usava o mesmo motor 1.5 refrigerado a água do Passat, com 65cv de potência. Em 1983, o Voyage ganhou opção do motor 1.6 do Passat TS, com 81cv e velocidade máxima de 153km/h. Esse ano ainda marcou a chegada do modelo de quatro portas.

Veja a galeria completa de fotos do Voyage geração 1 e a geração atual!

Em 1985, a Volkswagen lançou a versão Super, com o motor AP 1.8 do Santana, que tinha 94cv e máxima de 164km/h. Por fora, o modelo recebeu retoques esportivos, como a aplicação de preto fosco onde havia cromados, faróis de milhas, bancos esportivos e calotas diferenciadas. A essa altura, o motor 1.6 também pertencia à família AP.

TAPINHAS Em meados de 1986, o modelo foi reestilizado, ganhando novos faróis, grade e para-choques mais envolventes. Logo o Voyage passou a ser exportado para os Estados Unidos (onde era denominado Fox), devidamente modificado, o que incluía injeção eletrônica. Já em 1990, tempos de Autolatina, o modelo passou a usar o motor CHT 1.6 da Ford, com 76cv e máxima de 152km/h. Por fora o Voyage foi ligeiramente remodelado, ficando com painel dianteiro mais baixo, com nova grade, faróis e lanternas.

O motor da Ford foi transformado em AE, mais econômico, porém o Voyage recuperou o VW AP 1.6 em 1993. Outra versão do sedã que ganhou roupagem quente foi a Sport, com lanternas fumê, rodas e bancos esportivos, equipada com motor 1.8. Em 1994, deixou de ser fabricado no Brasil, mas o modelo importado da Argentina foi vendido no mercado nacional até o fim de 1995. Depois de 13 anos, em 2008, o Voyage reapareceu derivado da quinta geração do Gol, totalmente renovado.

Evolução da espécie: lado a lado, é nítida a evolução do Volkswagen Voyage nas duas gerações - Evolução da espécie: lado a lado, é nítida a evolução do Volkswagen Voyage nas duas gerações


Confira as outras reportagens da série:

VW Gol – Substituto do Fusca

Passat – Volkswagen a água!

Alfa Romeo 2300 - A nossa Alfeta.

Gurgel - Guerreiro verde e amarelo

Chevette - O pequeno da GM

Dodge Dart – Na medida do prazer>.

Variant, TL e VW 1600 – Trinca do barulho.

Chevrolet Opala - A história do projeto 676.

Ford Galaxie/Landau - Grandalhão com estilo.

Chrysler Esplanada - Herança da Simca.

Simca Chambord - De Belo Antônio a Vigilante Rodoviário.

FNM JK-2000 - Sedã pioneiro no luxo.

Toyota Bandeirante - A saga do jipessauro.

Aero Willys - Requinte nacional.

Willys Rural - Rural urbana.

Renault Dauphine - As desventuras do Leite Glória.

VW Fusca - O queridinho do Brasil.

Ford F-100 - Para o trabalho e o lazer.

Chevrolet Brasil/Amazona - Linha diversificada.

DKW Candango - A vida curta de um batalhador.

Jeep Willys - Da batalha para o sertão.

DKW Belcar - Um sedã de belas formas.

VW Kombi - Heroína da resistência.

DKW F-91 - Simpática perua.

Romi-Isetta - Carro, moto ou geladeira?.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de outubro de 2016
26 de agosto de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação