Estado de Minas
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fotos mostram incríveis acidentes de carro durante o boom automobilístico no início do século passado

Imagens foram doadas para a Biblioteca Pública de Boston e mostram a fragilidade dos primeiros veículos motorizados


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 02/07/2012 18:45 Atualização: 02/07/2012 20:55

 (Fotos: Leslie Jones/Biblioteca Pública de Boston/Divulgação)
Carros abraçando árvores, com a frente mergulhada em uma vala ou submerso em rios e lagoas. Fotos fascinantes de acidentes automobilísticos nas décadas de 1920 e 1930 estão expostas na biblioteca pública de Boston, nos Estados Unidos.

 

Clique aqui e vejamais fotos de acidentes de carro na década de 1920 e 30!

 

As imagens foram feitas por Leslie Jones, fotógrafo do jornal local Boston Herald e tinha como objetivo dar um olhar dramático e trágico à era de ouro do automobilismo americano. Jones capturava tudo o que acontecia na cidade. Quando morreu, em 1967, sua família doou uma grande coleção de 34 mil cópias para a biblioteca.

Época do boom automobilístico
Automóveis de passageiros tornaram-se acessíveis para as massas, pela primeira vez na década de 1920. Até o final da década um Ford T, por exemplo, custava US$ 298, apenas uma fração dos US$ 1.200 que o mesmo carro custava em 1909.

A compra de automóveis para rodarem como carros de aluguel também ficaram muito mais fáceis para os americanos. Em 1929, 20% da população americana já andava de carro.

Pequeno caminhão é retirado da água após cair em um canal de Boston
Pequeno caminhão é retirado da água após cair em um canal de Boston

 Ford, Chrysler e General Motors concorriam no mercado e essa competição beneficiou o consumidor. Com a concorrência e a produção de peças em grande escala, o custo do automóvel caiu, estimulando o consumo. Foi o boom nos negócios automotivos nos Estados Unidos. No início da crise financeira de 1929, a Ford produzia um carro por minuto.


A tecnologia empregada na produção dos carros permitia que a velocidade máxima desenvolvida fosse de apenas 50 quilômetros por hora, mas naquela época quase não existiam equipamentos de segurança.

 

Para guiar um automóvel no início do século passado não era necessário passar por testes que comprovassem a aptidão do motorista. Com isso é fácil saber porque os acidentes eram frequentes e, muitas vezes espetaculares.

Em 1932, este carro levou a pior ao 'dividir' a via com um bonde elétrico
Em 1932, este carro levou a pior ao 'dividir' a via com um bonde elétrico

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: José Resende
Não mudou tanto assim, não... o estado de direito é apenas uma ficção... licenças de R$100,00 estão aí, nas ruas, o tempo todo... e o estado batendo palma como se fosse foca de circo devido ao aumento de arrecadação... | Denuncie |

Autor: geraldo silveira
esses carros tem muita coisa comum com nossas carroças brasileiras atuais, com duas diferenças básicas, eram infinitamente mais baratos e suas latarias eram realmente fortes, não eram como hoje, que com o polegar podemos amassar o capu de um uno mille | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque