Estado de Minas

Salão de Los Angeles »

Novo Hyundai Santa Fe - Equilibrando conforto e esportividade

Andamos na nova geração do Santa Fe, que é vendido nos Estados Unidos por a partir de US$ 24 mil e que deverá chegar ao Brasil em abril por cerca de R$ 120 mil


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 08/12/2012 15:09 Atualização: 09/12/2012 10:24

O Santa Fe ganhou uma imagem bem mais agressiva (Marcello Oliveira/ Esp. EM/ D.A. Press)
O Santa Fe ganhou uma imagem bem mais agressiva

De Los Angeles, EUA
- Mostrado oficialmente pela primeira vez no Salão de Nova York, em abril deste ano, o novo Hyundai Santa Fe só chegou ao mercado norte-americano no segundo semestre de 2012. A nova geração, que também já é vendida na Ásia e na Europa, deverá chegar ao Brasil em abril de 2013, mesmo mês em que as concessionárias Hyundai nos Estados Unidos começarão a vender a versão alongada do novo Santa Fe. Ela tem capacidade para transportar sete pessoas e foi lançada neste mês no Salão de Los Angeles, que vai até este domingo (09).

Veja galeria de fotos do novo Hyundai Santa Fe


Nos Estados Unidos, dirigimos a versão cinco lugares, a primeira a chegar ao Brasil no próximo ano. No mercado americano, o SUV é oferecido em duas configurações, Sport e Sport 2.0T, ambas com opção de tração integral ou apenas dianteira.
 
Essa geração foi mostrada ao público brasileiro na última edição do Salão de São Paulo, porém sem muitos detalhes. Sabe-se que no Brasil, o Utilitário Esportivo terá um motor 3.3 V6 de 270 cv de potência, mas a Hyundai poderá surpreender os brasileiros com um moderno 2.0 Turbo com injeção direta de combustível e que também rende aproximadamente 270 cv. A vantagem desse bloco está no conceito 'downsizing', um motor menor com mais potência. Foi essa versão que dirigimos nas ruas de Los Angeles.
 
Primeiras impressões
O Santa Fe acabou ganhando uma imagem bem mais agressiva, semelhante ao adotado no Azera. A reestilização do SUV o colocou na atual linha de identidade da Hyundai, conhecida como escultura fluida. Quando o assunto é estilo, a Hyundai é incontestável. 
 
Com 2,70m de entre-eixos e 4,69 de comprimento, a vida a bordo continua aconchegante, isto é, conforto sem exageros. Mesmo com a carroceria quatro centímetros mais baixa do que a geração anterior, nenhum dos cinco ocupantes passam aperto ao entrar ou sair do veículo. O embarque e desembarque ficou até mais fácil. O que mudou foi mesmo o visual. Como a largura se manteve a mesma, o Santa Fe ficou mais 'parrudo', passando um ar de superioridade em relação ao antigo modelo.

Na versão vendida nos EUA, os opcionais incluem teto solar panorâmico (Marcello Oliveira/ Esp. EM/ D.A. Press)
Na versão vendida nos EUA, os opcionais incluem teto solar panorâmico

 
Na versão que dirigimos, a 2.0 T AWD, equipada com todos os opcionais disponíveis nos Estados Unidos (que inclui teto solar panorâmico, central multimídia com tela central de oito polegadas sensível ao toque e câmera de ré), o acabamento parecia de um carro de segmento superior. Não há falhas e nem desnivelamento nos arremates e o material empregado parece ser de excelente qualidade. Para o condutor, tudo está à mão e temos a impressão que o painel chegou mais perto do motorista, facilitando a dirigibilidade.
 
Com um motor turbinado que rende 270 cv aproximadamente, a condução fica ainda mais prazerosa do que na versão aspirada. É o toque esportivo que faltava ao SUV. Mesmo discreto, o sopro do turbo pode ser ouvido, ao mesmo tempo que você sente a resposta das acelerações. A direção elétrica conta com o sistema de regula a rigidez do volante de acordo com a velocidade, o que dá mais segurança em rodovias e ao mesmo tempo deixa a condução mais esportiva. As trocas de marchas são feitas pelo câmbio automático de seis velocidades com shiftronic, que possibilita trocas manuais.
 
Nosso trajeto de test-drive contou com trechos urbanos e bem congestionados no centro de Los Angeles, onde o Santa Fe mostrou seu dinamismo. Mesmo sendo um SUV, manobras em locais mais apertados foram executadas com grande facilidade. Nas rodovias próximas, o conjunto mecânico mostrou seu vigor. Tudo bem que o veículo estava vazio, sem carga e com apenas dois ocupantes, mas o comportamento não deve mudar com o veículo carregado e pronto para as férias da família.
 
Preços (Estados Unidos)
Santa Fe Sport 2.4 190 cv FWD - USD 24.450
Santa Fe Sport 2.4 190 cv AWD - USD 27.025
Santa Fe Sport 2.0 T 264 cv FWD - USD 27.700
Santa Fe Sport 2.0 T 264 cv AWD - USD 30.285

 
Com todos os opcionais, a versão topo de linha, a que testamos, chega aos USD 35.625 (cerca de R$ 70 mil).
 
A versão sete lugares ainda não teve os valores revelados, mas comenta-se que deverá custar entre USD 28 mil e USD 32 mil, podendo chegar aos USD 37 mil com todos os opcionais.
 
No Brasil, o novo Santa Fe deverá chegar em abril de 2013 e o preço não deve ficar em menos de R$ 120 mil para a versão de entrada e poderá chegar perto dos R$ 200 mil para a versão topo de linha. 
Tags:

Esta matéria tem: (28) comentários

Autor: Campos Campos
O governo pode e deve intervir sim pq quando as montadoras estao em dificuldades, solicitam redução de IPI e outras vantagens ao governo e o governo cede! | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Realmente... protestos só funcionam na europa. Aqui nao... aham! Tipico pensamento de brasileiro... por isso o país nao vai mudar nunca. | Denuncie |

Autor: nelson depieri
A atitude que devemos cobrar do governo é a transparencia nos valores de impostos cobrados. Aí sim, saberemos o que usura e o que é ganancia. | Denuncie |

Autor: nelson depieri
O poder de um povo esta na sua capacidade de influenciar os que estão a sua volta, então é só usar a sua rede de amigos e ampliar esta rede. | Denuncie |

Autor: nelson depieri
Argentina e outros países. Não há necessidade de quebradeira como Grécia e e outros, apenas façamos a nossa parte não comprando. Deixe os "inteligentes" falarem que vão comprar e achar que são os tais. | Denuncie |

Autor: nelson depieri
Boa tarde a todos! O preço nos estados unidos é baixo, pois além de tributos menores o comprador sabe o valor de seu dinheiro. Uma regra do mercado é: Se há compradores que pagam o meu preço, porque diminuí-lo? Pensar em intervenção politica nesta situação é querer transformar o país em Venezuela... | Denuncie |

Autor: Carlos Ma
Vamos continuar votando no PT , Psdb , Dem e Pmdb ? Vamos mudar este país eleitores. Esse Marcos Lisboa é um asno . | Denuncie |

Autor: Marceio Martins
Caro Marcos Lisboa, do que adianta ter dinheiro e ser abestado. Eu mesmo vou comprar meu carro, mas com muita análise. Mas vc se achar um felizardo, o vendedor te elogiar, dizer que fez um grande negócio e por trás dizer lá vai uma besta. Montarem em vc e ainda rir da coisa, é pura idiotice. | Denuncie |

Autor: Leonardo Varella
Por isso, vejo que cabe aos partidos esta árdua tarefa, claro, sob pressão de seus eleitores e da mídia. O pontapé inicial tem que partir do povo, das redes sociais e ser endereçado aos nossos "representantes" em Brasília. | Denuncie |

Autor: Leonardo Varella
o povo sozinho ñ tem força para bater de frente com as montadoras. Vejam seu poder de influência, pois o IPI foi reduzido pelo governo por pura pressão por parte destas. Mesmo que houvesse uma campanha para não comprar carro zero, não haveria uma mobilização em massas organizadas num mesmo propósito | Denuncie |

Autor: Leonardo Varella
Poderia até tentar sair para as ruas e quebrar o pau, mas seria uma causa sem foco. As melhores maneiras seriam: 1 - deixar de comprar carro zero. 2 - pressionar alguns partidos políticos a encabeçar a causa. Semana passada vi uma deputada de RS questionando exatam. isso no plenário (voz do Brasil). | Denuncie |

Autor: Jorge Tocafundo
Paulo Fonseca está certo quando afirma: 'Prostestos nas ruas, quebradeiras etc não vão sensibilizar as montadoras nem o governo. A solução é "NÃO COMPRAR CARROS ZERO KM"! Não sejamos tolos pois vejam que volks e fiat aumentaram preços de alguns modelos mesmo com ipi reduzido. | Denuncie |

Autor: Paulo Fonseca
Prostestos nas ruas, quebradeiras etc não vão sensibilizar as montadoras nem o governo. A solução é "NÃO COMPRAR CARROS ZERO KM". Só assim as montadoras se preocuparão em reduzir preços/margens de lucro. E uma campanha como essa poderia ser encabeçada por uma VRUM da vida ou um desses blogueiros... | Denuncie |

Autor: Jack Bauer
Achei o preço justo. Mas poderiam, pelo menos, oferecer mais opções de cores. Preto e prata só não dá. Por isso vou preferir comprar um Volvo XC90 que tem todas as cores. Americano é bobo. Lá o Volvo é mais caro. Aqui no Brasil o Hyundai é mais caro. | Denuncie |

Autor: Claudio Pimenta Brant
Este carro tem um valor de um apartamento,se o brasileiro deixasse de comprar,aposto que os carros iam baixar muito. | Denuncie |

Autor: Marcos Lisboa
Vou compra o meu,quem e pobre nao tem dinheiro pra comprar um desses e fica falndo mal. | Denuncie |

Autor: Mauro Valle
Não comprem... não comprem... aqui nesse país tudo é mais caro que em países de verdade, nosso país é uma farsa. | Denuncie |

Autor: Alexandre Nascimento dos Santos Rozycki
Concordo com o Campos Campos. no Brasil só brigamos de verdade pelo time que foi rebaixado. Se saisse uma lei que prejudicasse algo do futebol, milhares de pessoas estariam nas ruas de todo o país protestando. | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Se o Cruzeiro tivesse sido rebaixado ano passado tenho certeza que ia uma multidão pra rua protestar e quebrar o pau! Podemos ser robados pelos gananciosos que nao faremos nada, mas nosso time nao pode ir pra segunda divisão senão.... Ê povinho! | Denuncie |

Autor: Campos Campos
O preço elevado não é imposto apenas. É a ganância dos fabricantes! E quem ainda achar que é imposto, assista a esse Video no Youtube: /watch?v=xANSpM5cof0 É uma matéria sobre o custo Brasil. | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Em países como França, Grécia, Espanha e outros países europeus, o povo vai pra rua e quebra o pau se for preciso. Aqui ninguém faz nada. Por isso nada muda e nunca mudará. Aqui o máximo q acontece é reclamar com um comentário no Vrum. Reparem... TODA matéria q tem preço de carro é a mesma conversa! | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Sempre a mesma conversa... carro no Brasil é o mais caro do mundo... blablabla blabalbla Vao pras ruas e protestem! Comentar isso aqui nao vai mudar nada! Vao pra rua protestar e cobrar do governo uma atitude ou entao parem com o mesmo choro de sempre! A mídia tb tinha q fazer sua parte e cobrar. | Denuncie |

Autor: Paulo Fonseca
Pagamos pelos carros mais caros do mundo. E essa diferença absurda, de mais de 100% não é só impostos, como alegam as montadoras e importadoras, mas, principalmente, os altíssimos lucros dessas montadoras, que aqui, no Brasil, chega a ser três vezes maior do que o lucro que elas praticam na Europa. | Denuncie |

Autor: Gustavo
A Santa Fé topo de linhadeveria chegar com o preço máximo de R$ 148.000,00 no Brasil para ficar competitiva e na margem de preço que é praticado no Brasil. (preço em US$ x cotação x 2) Qualquer carro no Brasil que vc comprar acima de 2x o preço nos EUA, vc está pagando demais. | Denuncie |

Autor: alvaro mello
A Hyundai, conseguiu pegar uma boa fatia de mercado, por oferecer produto bom, e preço bem competitivo, agora já os preços são salgados, e o i30 ao meu ver ainda é melhor opção, estavam vendendo zero na concessionaria a 52mil | Denuncie |

Autor: Jack Bauer
Vou comprar o modelo básico, mais popular, de 120 mil porque o topo de linha de 200 mil tá muito caro. | Denuncie |

Autor: mario martins ferraz
Todas as matérias do VRUM deveria mostrar o preço praticados no 1º Mundo onde o salário nem se compara com aqui e ainda assim é bem mais barato,para os carros que vendem por la também é claro porque GOL/Palio/Celta/Uno e outras carrocinhas só brasileiro compra né.Uiiii | Denuncie |

Autor: Carlos Felipe Guimaraes
Vejam só a diferença do preço nos EUA para os preços aqui no Brasil...aqui pagamos preço de carro de luxo, top de linha, por bagaças populares... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque