Estado de Minas

Volkswagen produz a última Kombi, afirmam funcionários

Montadora disse que linha de montagem parou apenas para o recesso de fim de ano da fábrica, mas funcionários mostraram fotos da linha de montagem vazia, de uma Kombi assinada pelos trabalhadores e da unidade que seria a última a ser produzida


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 19/12/2013 21:05 Atualização: 20/12/2013 11:13

 (Fotos: Reprodução/Facebook)
Um dia após o anúncio do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) de que não haverá exceção para que nenhum veículo continue em linha no Brasil sem os obrigatórios airbags duplos frontais e freios com sistema ABS, a linha de montagem da Kombi, na fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo (SP), amanheceu vazia, como mostra a foto. A imagem foi postada por um funcionário da VW em uma rede social. A comunidade Sampa Kombi Clube, reuniu diversas fotos em sua página no Facebook que dão a entender que a Kombi já deixou de ser produzida.

 

Veja mais fotos da Kombi

 

Essa informação foi confirmada pela Volkswagen, mas a empresa disse que as linhas de todos os modelos foram paralisadas por causa do recesso de Natal/Ano Novo, como acontece todos os anos.


Funcionários da montadora disseram que a última Kombi foi produzida às 22h desta quarta-feira (18). Segundo o presidente do Sampa Kombi Clube, Eduardo Gedrait, a unidade de chassi EP 022.526 foi a última e será guardada no acervo da montadora. Ele acredita que essa foi a última Kombi da história. “Se esse carro fosse colocado no mercado, ele teria um grande valor, provavelmente bem maior do que a Last Edition, mas como ela será enviada ao acervo da montadora, a penúltima unidade será a mais valiosa do mercado, o problema é saber para qual concessionária ela será enviada”, disse.

Uma das últimas unidades foi assinada por funcionários da Volkswagen
Uma das últimas unidades foi assinada por funcionários da Volkswagen


As fotos postadas na rede social mostram a Kombi com uma placa “última Kombi produzida em 2013”. Procurada pela reportagem do Vrum, a Volkswagen disse que ainda não foi comunicada oficialmente de que a Kombi não poderá mais ser fabricada e que está marcada uma reunião para o início da próxima semana, quando o destino do modelo será oficialmente definido pela montadora, mas a empresa deixou claro que seguirá o que manda a lei. O fato da frase estampada no para-brisa constar apenas “última Kombi de 2013” e não “última Kombi da história”, traz ainda mais dúvida. Resta saber se a Volkswagen tem alguma carta na manga que daria uma sobrevida para a Kombi.


Foto mostra a linha de montagem da Kombi já completamente vazia
Foto mostra a linha de montagem da Kombi já completamente vazia
Ao lado do possível último chassi do utilitário produzido, outras duas unidades comemorativas apareceram nas fotos. Uma, que já estava emplacada (ou seja, voltou à linha de montagem apenas para uma aparição estratégica), ostentava um esquema especial de pintura com fotos dos 700 funcionários que trabalham na produção da Kombi. Outra unidade foi assinada pelos trabalhadores da linha. Esta sim, parecia que havia acabado de ser produzida.


Exceção para a Kombi

Caso o Contran aceitasse a exceção para a Kombi, como propôs a Volkswagen e divulgado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, a montadora poderia continuar com a produção do modelo por mais três anos, o que preocupou bastante os consumidores que pagaram R$ 85 mil para ter na garagem a série especial Last Edition. Para tranquilizá-los, a Volkswagen enviou uma carta a cada um dos proprietários da Kombi Last Edition informando que ela estava ciente dos impactos do retorno da produção da Kombi, em especial para o cliente da edição especial e que este deveria aguardar um novo contato da montadora, assim que o destino final da Kombi fosse decidido.


Gedrait acredita que a Volkswagen iria procurar os clientes para devolver a diferença do valor pago pela Last Edition ou fazer algum outro tipo de compensação, já que o valor de uma Kombi Standart 0km é de aproximadamente R$ 45 mil.

Uma das unidades foi estampada com fotos dos funcionários que trabalham na linha de montagem da Kombi
Uma das unidades foi estampada com fotos dos funcionários que trabalham na linha de montagem da Kombi

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Wagner Araujo
Tchau !!! Já vai tarde !!! | Denuncie |

Autor: Altarimo Carrillho
30 anos após países sérios, o Brasil acaba com um LIXO chamado KOMBI! Pior é que vão vender esse lixo por R$ 85Mil, só Brasileiro mesmo!!!! O POVO BURRO! ACORDA CAMBADA DE RETARDADOS! | Denuncie |

Autor: Christiano Alves Meireles
Graças a Deus essa porcaria saiu de linha. Infelizmente teremos que conviver por muitos anos com essas carroças nas ruas atrapalhando o trânsito e pegando fogo nas ruas de BH e regiões metropolitanas. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque