Estado de Minas

Comportamento »

A esperança dos jovens que estão a um passo da habilitação

Aqueles que completam 18 anos em 2014 ficam na expectativa para começar a dirigir


Renata Maciel - Diário de Pernambuco

Publicação: 02/01/2014 10:19 Atualização: 02/01/2014 17:55

(Na ordem) Tarcísio, Juliana, João e Ruth acreditam que habilitação traz mais liberdade (Cristiane Silva/Esp.DP/D.A Press)
(Na ordem) Tarcísio, Juliana, João e Ruth acreditam que habilitação traz mais liberdade
O ano virou e está na hora de pensar nos novos desafios que 2014 reserva. Para os jovens recém-formados do ensino médio, a primeira conquista do ano tem nome: carteira de motorista ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Completar 18 anos significa estar apto para o processo de tirar a habilitação e, com ela em mãos, um leque de oportunidades se abre aos olhos dos novos condutores.

 

Para os estudantes Juliana Zarzar, Ruth Ferraz, João Petribú e Tarcísio Lopes a sensação de assumir o volante é principalmente de liberdade. "Não vejo a hora de ter mais independência, não precisar de carona, nem da disponibilidade dos pais, muito menos dos transportes públicos. Vai ser um sonho", afirmou Tarcísio.
Sob controle

Desejo de todos é se tornar condutores mais tranquilos no trânsito (Cristiane Silva/Esp.DP/D.A Press)
Desejo de todos é se tornar condutores mais tranquilos no trânsito

 

Juliana sabe que essa liberdade vai ser controlada e a disponibilidade do automóvel vai ser disputada com os irmãos mais velhos. "Já vi que vou ficar por último na divisão dos carros, até porque eu ainda não trabalho, mas eu vou lutar para que ao menos um dia eu fique de motorista", comentou Zarzar.

Carolina adiou por um ano as aulas na autoescola, mas de 2014 não passa (Cristiane Silva/Esp.DP/D.A Press)
Carolina adiou por um ano as aulas na autoescola, mas de 2014 não passa

 

Para João, a responsabilidade vai ser maior, o rapaz é o mais velho de três irmãos e sabe que, uma vez com a habilitação, ele vai se tornar o motorista da casa. "Eu sei que meus pais vão me pedir sempre para buscar os irmãos no colégio ou algo assim. Mas eu não me importo, é o preço a se pagar por ser independente", brinca o estudante.

Promessa

Os jovens também imaginam como será a própria performance nas estradas. Eles comentaram que pretendem ser motoristas mais tranquilos. "Às vezes, vou de carona e vejo os condutores estressados, com raiva, quando o mais fácil seria apenas dar a vez ao outro ou buzinar. Estas atitudes podem mudar o trânsito e ainda você fica mais relaxado", explicou Ruth Ferraz.
Essas atitudes ainda estão na imaginação, mas por pouco tempo. Os jovens já podem colocar a mão na massa e dar entrada nas aulas teóricas da autoescola. A partir de então é só fazer tudo direitinho e, em muito em breve, a cidade do Recife terá mais alguns motoristas entusiasmados com a nova conquista.

 

Questão de honra

Já a estudante Maria Carolina Arruda completou 18 anos em 2013, contudo viu o ano passar sem a habilitação na carteira. Ela diz que não foi por falta de interesse. "Tenho muita vontade de dirigir e muitas vezes cancelo algum programa com os amigos ou deixo de resolver problemas por falta de transporte. Com certeza eu economizaria muito tempo caso pudesse dirigir", explicou.
Os motivos para a estudante adiar as aulas na autoescola são os mesmos de outros jovens: a falta de tempo. “Eu adiei porque tinha intercâmbio, depois comecei aulas em duas universidades. Nunca encontrava momentos livres para as aulas de direção”, afirmou.
Mas, para ela, tirar a habilitação em 2014 é questão de honra. “Desse ano não passa! Se eu ficar colocando outras prioridades na frente, nunca vou sentar no banco do motorista. Meus irmãos mais velhos que me aguardem, vão ter mais uma para dividir o carro”, brincou.

Esta matéria tem: (12) comentários

Autor: Matias Silva
Quem pode, pode !!! Quem não pode se sacode!!! Quem mandou nascerem pobre !!! | Denuncie |

Autor: Jorge Castro
do "vamos ver", levar fechadas de motoristas de táxis, ônibus, motoqueiros malucos, etc etc, e vão para as boates consumir drogas e álcool e causar mortes. Também sou a favor da volta de legislação oral e provas escritas também, com pelo menos 100 questões. | Denuncie |

Autor: Jorge Castro
Pelas fotos podemos ver que são filhinhos do papai e da mamãe, não tem preocupação em conseguir um trabalho, e serão os novos irresponsáveis e vítimas do trânsito sem respeito e gentileza que vivemos atualmente. Disseram que pretendem ser mais calmos e respeitosos ao volante, quero ver na hora... | Denuncie |

Autor: R.B A.L
Ai ai eu fico até com medo quando vejo o monte de playboyzinhos é patricinhas que serão os novos condutores desse ano. Tomara que eles não façam merda no transito. | Denuncie |

Autor: educação trânsito
Espero que frequentem as aulas para aprender e não só pensando na carteira, deveria voltar a prova de legislação oral para testar realmente os conhecimentos e cobrar questões mais focadas em nosso dia a dia. | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
Aos meus 18 anos estava preocupado em conseguir meu PRIMEIRO EMPREGO, fazer um BOM CURSO SUPERIOR, ser UM BOM CIDADÃO e só então ADQUIRIR MEU PRIMEIRO C-A-R-R-Ã-O - um FUSCA 1300 L, zero ! Graças a DEUS consegui tudo o que queria e algo mais, PELAS MINHAS PRÓPRIAS FORÇAS E MÉRITOS, e um pouco mais. | Denuncie |

Autor: André Rocha
Saudade do tempo em que dirigir sem carteira e nada era a mesma coisa! | Denuncie |

Autor: sergio luiz
Eu tirei carteira com 19 anos e so fui comprar meu primeiro carro com 23 e era um FIAT premio na epoca meu pai nunca me deu nada ate porque ele num tinha condição mesmo kkkkkk | Denuncie |

Autor: sergio luiz
Independencia mesmo usando o carro do pai kkkkkkk | Denuncie |

Autor: Ramon Faria
Não é de hoje que quero fazer uma assinatura do E.M , quando vejo uma reportagem deste tipo( elite/Lourdes) desisto. | Denuncie |

Autor: Gustavo Ferreira
Carro da uma falta sensação de liberdade. Não pode esquecer que, tem impostos, manutenção, seguro para manter um veículo. Se fosse somente gasolina, seria ótimo. Vão trabalhar e estudar primeiro, depois comprem seus próprios carros para ver se realmente o custo compensa... | Denuncie |

Autor: Hamilton de Queiroz Nunes
"Vou ser independente, tirar carteira e dirigir o carro do meu pai" ou mais ou menos isso... Tratem de estudar e trabalhar! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque