Estado de Minas

AVIAÇÃO »

Erro do piloto pode ter levado caça brasileiro a interceptar Boeing da American Airlines

Tripulação do Boeing 767 da companhia americana pode ter se equivocado e lançado um código de sequestro por engano. Voo 904 foi interceptado por caça da FAB e obrigado a pousar no Amazonas


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 05/02/2014 14:38 Atualização: 05/02/2014 17:08

Boeing 767 da American Airlines foi obrigado a pousar em Manaus (Euler Junior/EM/D.A PRESS)
Boeing 767 da American Airlines foi obrigado a pousar em Manaus
Um equívoco na cabine do Boeing 767-300 da American Airlines, que foi interceptado por um caça F-5 da Força Aérea Brasileira (FAB) na madrugada da última segunda-feira (03), pode ter levado a tripulação do voo 904 a colocar um código de sequestro no transponder. O código 7.500, que identifica que o voo está sob interferência ilícita, foi identificado pelo Comando de Defesa em Brasília, que imediatamente providenciou a decolagem de um caça militar de Anápolis (GO) para interceptar o Boeing, que havia decolado do Rio de Janeiro com 127 passageiros para Miami.

“Acredito que o piloto do voo queria acionar o código 7.600, que significa perda de contato com o controle de tráfego, já que há alguns pontos cegos entre Brasília e Manaus mas, por um engano, acabou trocando o numeral 6 pelo 5, gerando toda essa confusão”, disse o piloto Ricardo Cury, que há seis anos trabalha em cabine de Boeing.

Quando o alarme foi identificado, o avião da empresa americana sobrevoava o Distrito Federal. Em poucos minutos ele já era seguido pelo F-5. O Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA) ordenou que o Boeing pousasse imediatamente e o avião militar acompanhou o 767 até o pouso, que foi realizado no Aeroporto Internacional de Manaus. O Boeing foi orientado a parar em uma área distante do terminal de passageiros. 
FAB usou um caça F-5 para interceptar o avião americano (FAB/Divulgação)
FAB usou um caça F-5 para interceptar o avião americano


A Polícia Federal foi acionada para fazer uma varredura no avião e identificar a interferência ilícita, como identificado pelo código de segurança. O Vrum conversou com agentes da Polícia Federal do Amazonas, mas eles foram orientados a não comentar o assunto, embora tenham afirmado que o Boeing foi liberado para seguir viagem até Miami após ser reabastecido.

Sem dar detalhes, a companhia aérea American Airlines confirmou o pouso não programado e disse que ele ocorreu por questões de segurança.

O Ministério da Defesa não soube informar o que levou o código ser acionado por engano, se foi falha do sistema do avião ou se foi um equívoco da tripulação técnica. O Boeing pousou normalmente em Miami às 06h32 no horário local. Cury disse que a postura das autoridades brasileiras em determinar que um caça da FAB acompanhasse o Boeing de passageiros foi corretíssima, ainda mais por se tratar de uma empresa aérea americana, que reforçou os cuidados com a segurança após os atentados de 11 de setembro de 2001.

Engano que virou tragédia
Em 1983, a interceptação de um caça soviético a um Boeing 747 da Korean Air acabou em tragédia. O jumbo com 269 pessoas decolou de Nova York para Seul e fez uma escala técnica em Anchorage, no estado do Alasca. A União Soviética desconfiou que o 747 fosse um avião espião por ele ter entrado em seu espaço aéreo sem autorização e ordenou que o Boeing fosse abatido. O avião caiu em espiral sobre o mar do Japão e não houve sobreviventes.
Simulação mostra como teria sido o ataque de caças soviéticos ao avião de passageiros da Korean Air (Reprodução da internet/stratacafe.com)
Simulação mostra como teria sido o ataque de caças soviéticos ao avião de passageiros da Korean Air

Esta matéria tem: (23) comentários

Autor: João Osni
Brincadeira de péssimo gosto associar essa interceptação com a tragédia de1983, não tem nada haver uma história com a outra são coisas completamente diferentes a reportagem estava de parabéns até a parte onde consultam um piloto sobre os códigos depois fizeram merd no final. | Denuncie |

Autor: Fernando
Trabalho bem feito da FAB. | Denuncie |

Autor: Laguna Casa Buffet LTDA
PARABÉNS PARA A AÇÃO DA FORÇA AÉREA BRASILEIRA, QUE TORCE CONTRA BASTA MUDAR DE PAIS, SIMPLES ASSIM. | Denuncie |

Autor: Eudi Novo
As forças armadas estão sucateadas, sim! O problema é que a verba foi cortada depois que a "democracia" se instalou no Brasil e nós temos que achar bom de ter "Super" Tucanos com metralhadoras .50 para dar conta do recado.... | Denuncie |

Autor: Eudi Novo
Alexandre Sousa, eu quero saber é se o glorioso F-5 é capaz de entrar num "dogfight" e apresentar alguma resistência. Se vc. não nem sabe o que é "dogfight" e precisar olhar no Google, então seja humilde e pare de enaltecer o esse lixo e achar que tá tudo bom.... | Denuncie |

Autor: alexandre Sousa
o F5 é um caça supersônico, por isso é capaz de alcançar qualquer avião comercial. SEM ESFORÇO! | Denuncie |

Autor: alexandre Sousa
TANTO COMENTÀRIO IMBECIL! o unico pertinente é do LUIZ FREITAS. o que tem haver o episódio com Petralhas e Tucanos? NADA!!!! O caça pode ter 40 ou 50 anos se tiver aviônica atualizada ele é operacional. Por isso os F5 estão atuando e os Mirage não. | Denuncie |

Autor: José Resende
Para quem não sabe esse F5 já deve ter uns 40 anos de serviço. Mesmo que modernizado, deve ter seus chiados e seus "grilos", voando a 900kmh junto com o Boeing. São heróis mesmo, os pilotos.. | Denuncie |

Autor: Anderson Anderson
Não sou a favor do Brasil não, quero que o Brasil se exploda, mas a verdade tem de ser dita, nessa porcaria de país ainda tem gente seria que não brinca em serviço, a FAB esta de parabéns isso mostra que um segmento ou outro ainda nos proporciona um pingo de esperanças. Se não fossem os políticos!! | Denuncie |

Autor: edilson almeida
o teste não foi promovido pelo Brasil, mas pelos americanos. e a empresa aérea é tão vítima quanto o Brasil mesmo. se eles se importassem com civis não bombardeavam aldeias e cidades | Denuncie |

Autor: Anivaldo Costa
Como tem gente "inocente" aqui..Vivendo em um "mundinho" de rolezinhos, trancafiados nos seus quartos , colados na internet e "confabulando" o que fazer para "atrapalhar" a copa do mundo! Acorda pessoal!!!! | Denuncie |

Autor: Luiz Freitas
Ao contrário como a maioria está pensando, a aeronáutica sempre foi precisa neste ponto. A maioria que aqui opina nunca viu nossas forças militares em ação. Não depende 100% da presidência do país. Na guerra das Malvinas o Brasil cansou de barrar aviões Ingresses em nosso território. | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
Sinal que estão atentos e, se precisar, vai funcionar ! ! ! Só não entendo OS QUE ESTÃO TORCENDO CONTRA ! ! ! - - - B-u-r-r-i-c-e tem limite ! ! ! | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
Mais uma pisada na bola dos DEUSES DOS TUCANOS ! ! ! ! No mínimo valeu como teste ! ! ! Por alguns comentários aqui, se o Brasil entrasse em uma contenda militar ELES IRIAM PEGAR EM ARMAS A FAVOR DOS ADVERSÁRIOS ! ! ! Isto é, no mínimo, FALTA DE PATRIOTISMO. Bem o contrário do que move o povo AA. | Denuncie |

Autor: mauricio oliveira
Tinha que ser a cúpula do pt, todo mundo bem juntinho la em cima, lularapio e sua gangue e abate-lo.....OOOOHHHHH......LIMPEZA!!!!! | Denuncie |

Autor: Nilson Oliveira
E o que poderia o "caça" tupiniquim fazer? Nada! | Denuncie |

Autor: Jose Gouveia
Ah tá! Eu queria ver se realmente fosse um sequestro. O caça o abateria se ele descumprisse as ordens??? | Denuncie |

Autor: lorena silveira
TESTE DE DEFESA COM AVIÃO COMERCIAL ENTUPIDO DE CIVIS... FAZ-ME RIR | Denuncie |

Autor: Anivaldo Costa
Boas observações Sara e Edilson... | Denuncie |

Autor: hugo alessi
Não acredito nesta teoria, a American é uma empresa privada e não estaria disposta a ações na justiça, não esqueçamos que a justiça americana não é como a nossa, levaria a empresa à falência caso se confirmasse a premeditação. Existem várias maneiras de testar a segurança, e eles são mestres nisto. | Denuncie |

Autor: Eudi Novo
O bom de tudo isso foi constatar que um obsoleto F-5 da FAB foi capaz de alcançar um Boeing 767-300..... | Denuncie |

Autor: Sara de Sousa E Lima
Sabe porque essa segurança funciona? Porque essa segurança é para os RICOS que viajam para MIAMI. Dinâmica: Nos ares: A FAB descobre o código, manda um avião que em minutos intercepta e da ordens. Em Terra: quando um ônibus é ameaçado, a policia é acionada, porém ela chega Horas depois. | Denuncie |

Autor: edilson almeida
será que apenas eu entendo isso como sendo uma forma do Brasil ser testado em seus mecanismos de defesa? não se iludam. teoria da conspiração existe e está sendo praticada de forma permanente. gestos sutis que podem revelar as falhas da soberania. reagiu bem Brasil | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque