Primeiras impressões

Volkswagen up! exibe projeto moderno e bom desempenho a partir de R$ 26,9 mil

Muitos torcem o nariz para modelos 1.0 e com razão. Mas o novo motor pode fazê-lo mudar de ideia e ser a opção certa para várias utilizações, principalmente na cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/02/2014 12:09 / atualizado em 13/02/2014 11:44 Thiago Ventura /Portal Vrum

Versão topo de linha tem preço inicial de R$ 39.390 - Thiago Ventura/EM/D.A Press Versão topo de linha tem preço inicial de R$ 39.390

Gramado(RS) -
Uma das maiores apostas da Volkswagen nos últimos tempos, o lançamento do up! é comparável em importância ao Fusca e o Gol. A novidade chega às lojas ao preço inicial de R$ 26,9 mil na verão take up! de duas portas com objetivo de ser referência no segmento dos compactos.

VEJA MAIS FOTOS DO UP!

O carrinho apresenta um motor já conhecido no Brasil, o EA 211 1.0 12V de três cilindros e comando de válvulas variável, já utilizado no Fox Bluemotion. No entanto, agora numa carroceria mais leve, o propulsor mostra a que veio.

O segredo está em várias tecnologias e estratégias para redução do peso. Para começar, o próprio cofre do motor é feito em alumínio e algumas estruturas são acopladas direto nele. Nos modelos com direção elétrica, a ausência da bomba hidráulica também contribui. O sistema e-flex dispensa o famoso 'tanquinho' de partida a frio, mais uma carta para redução do peso. É o único 1.0 com essa tecnologia.

Mas a grande diferença vem no "esqueleto" do carro: mais de 75% da carroceria é composta de aço de alta resistência, mais seguro e ainda pesando 17% menos. No final das contas, o carro pesa 910 kg (958 kg na versões top de linha).

VEJA FOTOS DO TAKE UP!

VEJA FOTOS DO MOVE UP!


Muitos torcem o nariz para modelos 1.0 e com razão. Mas o novo motor pode fazê-lo mudar de ideia e ser a opção certa para várias utilizações, especialmente nas cidades. O carro tem 82 cavalos de potência (etanol), a maior entre os carros com motor mil no Brasil e torque máximo de 10,4 kgfm aos 3.000 rpm. Antes disso, com duas mil rotações, 85% deste já está disponível.

VEJA FOTOS DO HIGH UP!
VEJA FOTOS DO RED/BLACK/WHITE UP!


O resultado é que o up! mostra-se um carrinho bem esperto, especialmente na cidade. Na estrada também não faz feio e exibe bom desempenho para a categoria. Em um test-drive entre Gramado (RS) e Porto Alegre podemos experimentar a novidade na versão red up! num trecho misto de estradas serranas e rodovia duplicada.

Estilo Estilo "round square" marca design do compacto


O up! tem é gostoso de dirigir e recebe bem o motorista com ajuste de altura no banco e volante. A suspensão absorve bem as irregularidades do terreno. A engenharia da Volkswagen teve que trabalhar para adaptá-la às ruas brasileiras. Aqui aparece outra boa característica do carro: é bem estável nas curvas, transmitindo segurança.

Banco de couro sintético é opcional da versão top de linha -  Ricardo Hirae/Volkswagen Banco de couro sintético é opcional da versão top de linha


O câmbio manual MQ200 de cinco marchas apresenta engates curtos e precisos, dialogando bem com o três cilindros. O up mostra no painel o melhor momento de trocar a marcha e economizar combustível. A direção elétrica tem ajuste variável de acordo com a velocidade do carro. Assim, nas manobras é leve, mas ao evoluir no percurso fica mais firme. Nas curvas, não assusta o condutor.

Vida a bordo

O up! apresenta um layout moderno, mas com traços retrô como um detalhe do painel na cor do veículo nas versões mais caras. O quadro de instrumentos possui três mostradores, com o velocímetro em destaque. O conta-giros porém, é tão pequeno que atrapalha a visualização das rotações do motor.

Thiago Ventura/EM/D.A Press


O sistema Maps & More surge com uma tela touch sobre o painel com GPS, exibição de imagens e controles de som. A tela exibe ainda o radar do sensor de estacionamento e ainda complementa instrumentos do veículo, como no MyLink da Chevrolet. Mas há um deslize sério: não existe entrada USB.

Sistema de Ajuste Variável de Espaço é uma boa sacada e divide o porta-malas em dois -  Ricardo Hirae/Volkswagen Sistema de Ajuste Variável de Espaço é uma boa sacada e divide o porta-malas em dois


Na busca pela redução de preços, alguns itens ficaram de fora como abertura interna de porta-malas ou tanque, iluminação no porta-luvas e nas bagagens. Esses mimos poderiam estar incluidos pelo menos nas versões topo de linha. Não há espelho de cortesia no parassol do motorista, que vai desagradar o público feminino. E vidros elétricos apenas nas portas dianteiras. Atrás, nem como opcional.

Painel duas cores é bem divertido. Cadê a entrada USB do som? - Thiago Ventura/EM/D.A Press Painel duas cores é bem divertido. Cadê a entrada USB do som?



Mesmo com apenas 3,60 m de comprimento, o up! tem um bom espaço para os passageiros, fruto da boa aplicação da plataforma PQ12. A medida entreeixos é de 2,42m, maior que Novo Uno e Nissan March. Motorista e passageiro da frente vão com bom espaço para pernas e mesmo pessoas de alta estatura conseguem viajar bem. Atrás só duas pessoas: mesmo uma criança vai ficar apertada no assento do meio.

Câmbio apresenta engates curtos e precisos -  Ricardo Hirae/Volkswagen Câmbio apresenta engates curtos e precisos

Um detalhe curioso do interior do up! é o difusor do ar-condicionado. O carro não tem as tradicionais saídas de ar no centro do painel, apenas duas nas laterais. O sistema tem um difusor central no topo do painel que joga o ar para cima. Segundo a Volkswagen é uma alternativa para dissipar o calor mais rápido, pois é no teto que o ar quente se concentra. Durante o test-drive, num calor de 40ºC, um dos mais quentes da história no Rio Grande do Sul, o sistema mostrou-se capaz de manter um boa temperatura. Claro que as dimensões reduzidas do modelo também ajudam.


O acabamento da cabine da versão topo de linha é bom para a categoria. Detalhes cromados nas maçanetas, pomo do câmbio e black piano no volante deixam o carro agradável. A unidade testada tinha bancos de couro sintético, que é opcional. O painel de portas, contudo, é aspero e um vinco pode até causar um arranhão nas mãos. Merecia um capricho melhor. Na versão de entrada, o painel de instrumentos não tem conta giros e o marcador de combustível é digital. O acabamento é bem espartano, mas ainda sim é bom.

Dianteira foge do padrão Volkswagen  e se assemelha a um sorriso -  Ricardo Hirae/Volkswagen Dianteira foge do padrão Volkswagen e se assemelha a um sorriso


O porta-malas ganhou 64 litros em relação ao modelo europeu e chega aos 285 litros. Há o sistema s.a.v.e, que maximiza o uso: uma divisória ajusta o espaço em dois andares, facilitando a divisão da carga. Basta um movimento e ela pode ser rebatida para o assoalho.


take up! -  Ricardo Hirae/Volkswagen take up!


Volkswagen Take up! – a partir de R$26,9mil (2 portas) 28,9 mil (4 portas)
Equipamentos de série: Rodas de aço aro 13″ com pneus 165/80, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, banco do motorista com ajuste de altura, ISOFIX, painel na cor cinza, ABS e airbag. Quadro de instrumentos não tem conta-giros. Ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, CD player com Bluetooth, vidros/travas elétricos, rodas aro 14″ e prateleira no porta-malas são opcionais.

Exemplo 1: take up! quatro portas + travas elétricas e vidros elétricos dianteiros: R$ 29.600

Exemplo 2: take up! quatro portas + travas elétricas e vidros elétricos dianteiros + direção elétrica: R$ 30.840
Exemplo 3:
take up! quatro portas + ar-condicionado + direção elétrica = R$ 32.890

move up! -  Ricardo Hirae/Volkswagen move up!
 


Volkswagen Move up! – a partir de R$28,3 (2Portas) 30,3 (4 portas)

Take + computador de bordo, prateleira no porta-malas, três apoios de cabeça no banco traseiro, quadro de instrumentos com conta-giros, painel na cor bege, predisposição para som, rodas de aço aro 14″ com pneus 175/70. Ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, CD player com Bluetooth, vidros dianteiros/travas elétricos, alarme, rodas de liga, couro e GPS Maps & More são opcionais.

Exemplo 1: move up! quatro portas + ar-condicionado e direção elétrica = R$ 34.290

 

high up! -  Ricardo Hirae/Volkswagen high up!


Volkswagen High up! – a partir de  R$ 34.990
Take + Move + direção eletro-hidráulica, volante com regulagem em altura, travas e vidros dianteiros elétricos, retrovisor com ajuste elétrico e repetidor de seta, painel na cor da carroceria, faróis de neblina e rodas de liga aro 15″ com pneus 185/60. Ar-condicionado, CD player com Bluetooth, alarme, couro e GPS Maps & More são opcionais.

Exemplo 1: high up! + ar-condicionado= R$ 37.740.


Pintura metálica acrescenta R$ 1.030 nas versões take up!, move up! e high up!
 

white up! -  Ricardo Hirae/Volkswagen white up!
 


Volkswagen Red up! – Black up! – White up! – R$ 39.390
Take + Move + High + ar-condicionado, logotipos com nome da versão, rádio CD player com Bluetooth e rodas de liga aro 15″ com desenho exclusivo. Revestimento em couro e GPS Maps & More são opcionais.


Exemplo 1: red/black/white up! + Maps&More + Bancos de couro sintético = R$ 41.370

 

Lançamento


A Volkswagen badalou bastante o novo compacto. “Nova Era”, “Novo Fusca”, o “Carro do Povo” são algumas das alcunhas que fontes da empresa descrevem o up! "É um dos mais importantes lançamentos da Volkswagen no Brasil nos últimos tempos, é um carro que chega com o melhor que nós temos em tecnologia para a segurança", disse o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmmall, que também referiu a importância deste lançamento em um ano tão importante para o Brasil, com Copa do Mundo e eleições presidenciais. Schchmmal chegou ao local do evento de lançamento do up!, em um modelo racing branco, com rodas de liga pretas e faixas esportivas.

De série o carro vem com itens pouco comuns nos carros de entrada: banco do motorista e volante têm tem ajuste de altura. Bebês e crianças podem viajar acomodados com segurança do Isofix, com Top-tether, ponto de apoio da cadeirinha atrás do banco. Além é claro dos obrigatórios airbag duplo e ABS com EBD.



O ponto que a marca mais frisa nas características do novo carro é a segurança. De fato, o modelo chega com nota máxima em crash test no LatinNCAP, com cinco estrelas para adultos e quatro para crianças. Não só o melhor resultado para compactos, mas também o mais alto de todos já feitos pelo instituto.


O uso de aço de ultra resistência cria uma célula de sobrevivência na cabine, com reforço estrutural nas colunas A e C. Além disso, outras estruturas são projetadas para receber o impacto das batidas. “Se a carroceria não for adequada, de nada adianta ter airbag. Se o carro não cede, quem absorve o dano é ocupante”, afirma Antônio Carnielli Junior, gerente executivo de segurança veicular e carroceria da marca.

Uso de aço de ultra, alta e grande resistência (peças coloridas) criam uma célula de sobrevivência  - Divulgação Uso de aço de ultra, alta e grande resistência (peças coloridas) criam uma célula de sobrevivência

 

Entre as armas da Volkswagen para vender o carrinho, destaca-se o custo de reparo. Antes mesmo de começar a ser vendido, o up! já ganhou a melhor nota em ranking do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi). No Car Group 2014 a novidade teve nota 11, o mais baixo entre os veículos participantes. Isso quer dizer, que o carro terá valor mais baixo de reparo. O índice também é um dos fatores para cotação de risco, ou seja, o modelo também deverá ter uma apólice de seguro mais baixa.

Outra medalha do up! vem do consumo. O carro ganhou nota A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Entre os veículos equipados com ar-condicionado e direção assistida é o que tem menor consumo e emissão de poluentes. Nos testes, o up! fez 13,2km/l na cidade e 14,3km/l na estrada, com gasolina



FICHA TÉCNICA

DESEMPENHO - Aceleração de 0 a 100 km/h

Velocidade máxima 163 km/h

MOTOR Cilindrada 999 cm³

Potência líquida máxima 60 (82)cv - 6250 rpm

Torque líquido máximo 102 (10,4) kgfm - 3000 rpm

FREIOS Dianteiros Disco ventilado / Traseiros Tambor

PRINCIPAIS DIMENSÕES : Comprimento 3605 mm Distância entre eixos 2421mm

Largura (sem / com espelho retrovisor) 1645 /1910 mm Altura 1500 mm

PESOS - Em ordem de marcha 910-958 kg Carga útil máxima 440-412 kg

COMPARTIMENTO DE CARGA Compartimento de carga 285 l

DIREÇÃO Direção Elétrica

TRANSMISSÃO Transmissão Manual de 5 velocidades

RODAS E PNEUS Rodas 5Jx13 - Pneus R13

RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL Reservatório de combustível 50 litros

PRINCIPAIS CONCORRENTES (Versões de entrada, sem opcionais):


Fiat Palio Fire 1.0 2P - R$ 24.190
Fiat Uno Vivace EVO 1.0 2P - R$ 25.190
Renault Clio Authentique 1.0
- R$ 25.450 (Sem airbag e ABS)
Nissan March 1.0 - R$ 27.990 (sem ABS)
Renault Sandero Authentique 1.0 - R$28.690
Volkswagen Gol 1.0 2P - R$ 31.140
Ford Fiesta Rocam SE 1.0 - R$31.430
Chevrolet Celta LT 5P - R$ 31.990
Fiat Palio Attractive 1.0 Evo - R$ 32.660
Chevrolet Onix LS - R$ 33.190
Volkswagen Fox 1.0 - R$ 33.190
Volkswagen Fox BlueMotion 1.0 - R$ 34.000
Hyundai HB20 Comfort 1.0- R$ 34.615
Kia Picanto 1.0 - R$ 34.900

Conclusão


O up! tem boas qualidades, fruto de projeto moderno e europeu, agora acessíveis no segmento de entrada. Pode esquecer o Gol G4: o novo carro se mostra melhor em vários aspectos e também supera os irmãos Novo Gol e Fox com motor 1.0. Mas nas versões mais caras é preciso avaliar bem, pois o preço esbarra em carros de categoria superior. Quem dará o veridicto final é consumidor. Mas que o up! é um novo marco para a Volkswagen no Brasil, isso não resta dúvida.

* Jornalista viajou à convite da Volkswagen


VEJA MAIS FOTOS DO UP!


Tags: teste

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Jairo
Jairo - 06 de Fevereiro às 16:43
Aquela boquinha na frente pintada de preto e o painel pintado na mesma cor do veículo acabaram com o carro no resto até que é mais bonito que alguns modelos de outras marcas que rodam no Brasil.Ex.:toyota,renault,gm.
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
01 de agosto de 2015
31 de julho de 2015