Direitos e Deveres

Marcas ampliam prazo de garantia dos carros no Brasil

A maioria dos proprietários de automóveis desconhece o prazo de cobertura e comete deslizes que implicam perda da cobertura, como envenenar motor e instalar som

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/02/2014 10:09 / atualizado em 17/02/2014 11:19 Marcus Celestino

 A aceleração desse processo se deu logo depois da chegada dos carros chineses ao país - Arte Paulinho Miranda/EM A aceleração desse processo se deu logo depois da chegada dos carros chineses ao país

Aplicar a frase “é melhor prevenir do que remediar” na compra de um veículo pode soar clichê. No entanto, clichê deveras necessário. A garantia do fabricante é crucial. Ao longo dos anos, as montadoras aumentaram o prazo de cobertura dos seus carros e estenderam-na para componentes vitais como caixa e motor. A aceleração desse processo se deu logo depois da chegada dos carros chineses ao país e suas garantias ad eternum que cobrem (abre aspas para a assessoria da JAC Motors) “de para-choque a para-choque”.

As quatro grandes tiveram de correr para não perder campo. A Volkswagen, por exemplo, acaba de estender a garantia para três anos. A Fiat, porém, no maior estilo “quem não faz poeira acaba comendo-a” e com muita timidez, concedeu mesmo período, mas apenas para motor e câmbio (à exceção de seus comerciais leves e táxis). Ainda é pouco, mas pelo menos é algo mais substancial. Para você não comer poeira, fique atento ao prazo e a salvaguarda que a garantia das montadoras lhe provém. Vale frisar que peças de desgaste natural estão excluídas.

Leia também na Coluna do Boris Feldman:
Fabricantes fazem jogo de empurra com garantia dos componentes do carro

 

MANTENDO A GARANTIA
Para manter a garantia, o proprietário deve fazer as revisões dentro do prazo estipulado, reparar seu veículo quando necessário estritamente em oficinas autorizadas e não modificá-los por conta própria, por exemplo, adicionando acessórios como sistema de som. Além disso, trocar o óleo de acordo com o manual e não fazer alterações no motor para melhorar a performance são condições indispensáveis na manutenção da garantia. 

Tags: brasil

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Diego
Diego - 17 de Fevereiro às 10:38
Isso é o que os fabricantes dizem. Seria interessante consultar também um advogado de direito do consumidor, pois acredito que essa versão de obrigatoriedade de reparos em autorizada e proibição de instalação de itens não tem amparo legal, a não ser que o problema tem relação direta com a alteração.
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
03 de agosto de 2015