Estado de Minas

Nissan e FedEx concluem testes com furgão 100% elétrico no Brasil

Pela primeira vez, o Nissan e-NV 200 100% elétrico foi testado nas Américas.Teste agora continua nos Estados Unidos. Empresa de transporte calcula ter economizado 2,4 milhões de litros de combustível em todo o mundo com a atual frota de 167 carros elétricos e 365 híbridos.


Portal Vrum

Publicação: 18/02/2014 12:37 Atualização: 18/02/2014 16:54

 (Fotos: Nissan/Divulgação)
A Nissan e a FedEx Express, a maior empresa de transporte expresso do mundo, encerrou nesta terça-feira (18) a temporadas de testes com o Nissan e-NV200, um veículo comercial leve 100% elétrico. O veículo foi testado em situação real no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro, onde fica a sede da Nissan no País. A ação faz parte do programa global de avaliação e do programa de desenvolvimento do veículo, que está sendo realizado conjuntamente pelas duas empresas. Esta foi a primeira vez que o modelo rodou no continente americano. Até o momento, a parceria viabilizou testes com o e-NV200 no Japão, no Reino Unido e em Cingapura, e agora o veículo segue para novos testes em Washington, nos Estados Unidos.

 



O programa de avaliação une duas empresas fortemente comprometidas em reduzir os impactos ambientais de suas operações em todo o mundo. A escolha do Brasil para integrar o programa de avaliação do e-NV200 demonstra a importância do País para as empresas, que buscam crescer suas operações locais de maneira sustentável. A Nissan, por exemplo, prepara-se para inaugurar uma de suas fábricas mais sustentáveis do mundo em Resende, no estado do Rio de Janeiro. "A oportunidade de testar o e-NV200 no Brasil é uma prova de que veículos 100% elétricos são também uma opção viável no mercado local. Além disso, nós estamos testando 25 unidades do carro elétrico LEAF por meio de um projeto-piloto de táxis nas cidades do Rio e de São Paulo, e também como veículo policial no Rio de Janeiro, com a utilização de duas unidades pela Polícia Militar na cidade", diz François Dossa, presidente da Nissan do Brasil.

"Como líder global na utilização de veículos elétricos no setor de transporte e logística, a FedEx está comprometida em trazer alternativas inovadoras e diferentes ao mercado, a fim de encontrar as melhores soluções para reduzir a emissão de CO2 e aumentar a eficiência operacional da companhia", afirma Mike Murkowski, vice-presidente sênior de operações da FedEx Express para a América do Sul. Em dezembro, a companhia colocou seis veículos elétricos em circulação, nas operações do Rio de Janeiro e de São Paulo. A introdução do carro elétrico na operação brasileira faz parte da EarthSmart, plataforma mundial de sustentabilidade da FedEx desenhada para conduzir o compromisso ambiental da empresa nas comunidades onde atua.

Para os testes de campo, a Nissan está fornecendo um furgão e-NV200 que será usado como veículo de entrega pela FedEx Express por cerca de um mês. Após esse período, as empresas avaliarão o potencial do modelo para a entrega de cargas. Os resultados obtidos contribuirão significativamente para o desenvolvimento da versão de produção em série do e-NV200, que começará a ser feita este ano na fábrica da Nissan em Barcelona, na Espanha.


Segundo veículo global 100% elétrico da Nissan
Após o LEAF, o e-NV200 será o segundo veículo elétrico (VE) a ser globalmente comercializado pela Nissan. A van compacta reforça a liderança da Nissan em mobilidade com emissão zero e representa um grande avanço no segmento de veículos comerciais.
Nissan já testa 25 Leaf elétricos nas frotas de táxis de São Paulo e do Rio de Janeiro, além de uma viatura da Polícia Militar do RJ
Nissan já testa 25 Leaf elétricos nas frotas de táxis de São Paulo e do Rio de Janeiro, além de uma viatura da Polícia Militar do RJ


Segundo a Nissan, o modelo 100% elétrico oferece as mesmas características de versatilidade, funcionalidade e praticidade do modelo-base, a van compacta NV200. O motor elétrico é o mesmo do Leaf, alimentado por uma bateria de íons de lítio.
O fabricante afirma que 80% da capacidade total da bateria podem ser rapidamente carregados em 30 minutos.

 

Veja mais fotos do Nissan Leaf

 

O modelo oferece uma vasta gama de utilizações para diferentes negócios, com o seu sistema de telemática avançada e a fonte de alimentação no compartimento de carga, que permite ligar equipamentos externos. A disposição inteligente dos módulos da bateria garante ampla área para carga, que é um fator fudamental para um veículo comercial leve.

 

FedEx: Frota mundial de VE
A FedEx possui atualmente 167 veículos elétricos e 365 híbridos elétricos nos Estados Unidos, França, Alemanha, Itália, Japão, China e Brasil. Até o final deste ano fiscal (maio de 2014), a empresa terá aumentado essa quantidade para 222 e 393, respectivamente. De 2005 a 2012, a introdução desses tipos de carro na frota fez com que a companhia economizasse aproximadamente 2,4 milhões de litros de combustível.


Iniciativas como essas, alinhadas a outras, como a adoção do veículo certo para cada rota, a compra de veículos com motores bem dimensionados e a incorporação de veículos leves à frota, fizeram com que a FedEx avançasse rapidamente no alcance de sua meta de aumentar a eficiência energética de sua frota e revisasse, no início de 2013, seu objetivo inicial de melhoria de 20% para 30% até 2020.

Furgão elétrico foi usado pela FedEx no Rio de Janeiro
Furgão elétrico foi usado pela FedEx no Rio de Janeiro

Esta matéria tem: (4) comentários

Autor: Gian Calo
Por que ninguém fala mais da energia magnética nem do motor propelido a ar comprimido? Deve ser pelo fato de que nenhum dos dois precisam ser reabastecidos. Mesmo com emissão zero. Êta mundo capitalista!!!! | Denuncie |

Autor: Elisio braga Coelho
Boa tarde a todos, notícia muito boa, boa sorte a Nissan e estarei torcendo para quem sabe um nós Brasileiros poderemos adquirir um Veículo Elétrico, gostaria de receber mais notícias da Nissan. | Denuncie |

Autor: Brasil Calcados Industria E Comercio Ltd
Parabéns. Precisamos de atmosfera limpa e saudável. | Denuncie |

Autor: Bruno ..
Carro elétrico em um país com produção energética de termoelétrica é controverso... Neste caso o ideal é carro híbrido, até o país merecer tecnologia de verdade... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque