Com vendas em baixa, montadoras tentam conquistar o consumidor com promoções antes da Copa

Muitas campanhas são ditas inéditas pelas próprias montadoras, mas o consumidor deve ficar atento para não cair no conto do marketing das marcas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/05/2014 18:35 / atualizado em 15/05/2014 19:59 Marcello Oliveira /Portal Vrum
Ramon Lisboa/EM/D.A PRESS
O ano de 2014 não está sendo muito bom para a indústria automobilística, que em março registrou o pior índice de vendas dos últimos seis anos. As vendas despencaram 20,3% segundo a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Muitas marcas, preocupadas com os resultados do ano, estão apelando para promoções na tentativa de seduzir o consumidor que ainda busca o carro zero. Algumas campanhas têm como cenários a Copa do Mundo de futebol. Inclusive, o Mundial é uma das preocupações dos empresários, que temem que o futebol possa dispersar a atenção dos consumidores, prejudicando ainda mais o ritmo das vendas, ainda mais depois que o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, disse que o IPI deve ser reajustado em 01 de julho, em meio ao Mundial Fifa.

As marcas Peugeot e Citroën tentam fisgar o comprador pelo financiamento. Elas estão oferecendo taxa 0%para alguns modelos, como o 208, que pode ser comprado com 50% de entrada (R$ 25.074) e o restante parcelado em 12x sem juros de R$ 1.544,71.

A Ford deixou para o cliente escolher uma promoção entre três opções disponíveis para os modelos New Fiesta Hatch S 1.5, EcoSport S 1.6, Focus S 1.6 Flex, Focus Sedan S 2.0 Poweshifit, Edge Limited 3.5 V6 AWD e RangerXLT 3.2 Diesel 4x4 automático. Para o Fiesta, por exemplo, o consumidor escolhe entre três revisões pagas pela Ford ou taxa zero para entrada de 60% (R$ 25.314) e 18x de R$ 979 ou um vale combustível de R$ 1 mil. Já para a caminhonete Ranger, as opções são seis revisões grátis, taxa zero (entrada de R$ 77.940 + 18x R$ 2.956) ou um vale de R$ 4 mil em combustível.

Em comemoração aos seus 20 anos no Brasil, a alemã Audi faz o Open Haus, que começa nesta sexta-feira (16) e vai até o dia 25 em todas as concessionárias da rede no Brasil. A marca reduziu o preço de alguns modelos e ainda oferece condições especiais. Para qualquer modelo Audi, há opção de financiamento com 50% de entrada e o saldo parcelado em 20x sem juros pelo Banco Volkswagen. Na Audi Carbel, em Belo Horizonte, o A1 Sportback 1.4 Turbo 122 cv com faróis de LED, xênon e arco contrastante com a carroceria, ano/modelo 2014/14, teve o preço reduzido de R$ 91,9 mil para R$ 84,7 mil. O A4 sedan 2014, foi de R$ 125 mil para R$ 114,9 mil; o Q3 2014, de R$ 139,9 mil por R$ 129,9 mil e o A5 Sportback. de R$ 156 mil por R$ 145,9 mil.

A marca ainda oferece 20% de desconto no primeiro ano de seguro pela Audi Insurance para os modelos A3 Sport, A3 Sportback e A4 Sedan e 20 meses de revisão gratuita de acordo ao plano de manutenção para o A1 Turbo FSI e Q3 Turbo FSI. Durante a campanha, a concessionária Audi Carbel ficará aberta de segunda a sexta até as 20h, aos sábados até as 17h e no domingo (25), até as 13h. Parte das vendas feitas neste período será doada ao Instituto Ayrton Senna. Com o Open Haus, a concessionária Audi de BH espera aumentar as vendas em até 50% no acumulado do mês de maio.

Consumidor deve ficar atento

Apesar de parecer tentadoras, algumas promoções escondem informações importantes para o consumidor. A Chevrolet iniciou uma campanha em que diz vender carros ao consumidor final pelo mesmo preço do funcionário da fábrica. “Todo mundo já pensou em ter os mesmos benefícios do amigo que trabalha em determinada empresa. Nós, mais uma vez, ouvimos os consumidores e saímos em busca de uma solução inovadora para realizar também esse sonho”, afirma Santiago Chamorro, presidente da GM do Brasil, em um comunicado oficial.
Chevrolet/Divulgação


A montadora deu como exemplo o modelo Onix 1.4 LTZ 2014 que teve o preço final de R$ 48.296 para R$ 43.950. Já o Cruze LT, segundo a nota, caiu de R$ 77.796 para R$ 67.990. O Vrum procurou uma revenda da marca em BH para apurar o valor de outro modelo. Questionamos o vendedor por telefone sobre o Cruze hatch LT manual. Segundo ele, nessa campanha, o modelo ganhou um bônus de R$ 1,8 mil, tenho o preço final de R$ 67.090. Duas semanas atrás, a reportagem havia pesquisado o valor do mesmo veículo em uma concessionária para uma reportagem de mercado e o valor do modelo, sem o bônus da fábrica, era de R$ 66,9 mil.

É nesses detalhes que o consumidor deve prestar mais atenção e questionar o vendedor comparando o valor atual do modelo com o praticado poucos dias atrás ou até com ofertas de concorrentes.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Rafael
Rafael - 15 de Maio às 20:22
E mesmo assim os preços dos carros no Brasil continuam absurdamente altos! Hoje fala-se em 50 mil como se fosse 50 reais...
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
27 de agosto de 2015
26 de agosto de 2015