Estado de Minas

Pneus »

Vrum Responde: na hora de trocar, dá para comprar apenas três pneus?

E o frentista que vive oferecendo aditivos para o carro? Veja a resposta dessas e outras perguntas!


Caderno Vrum - Estado de Minas

Publicação: 19/05/2014 09:30 Atualização: 19/05/2014 10:00

Posso usar o pneu reserva com os outros três no meu Gol G4? (Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press )
Posso usar o pneu reserva com os outros três no meu Gol G4?

Estepe
Na hora de trocar, dá para comprar apenas três pneus?

Luís Carlos G. Faria
Belo Horizonte

Tenho um Gol G4 e os pneus já deram o que tinham que dar e chegou a hora de substituí-los. Entretanto, reparei que o sobressalente está quase novo, rodou alguns poucos quilômetros. Pensei em comprar apenas três novos e completar o jogo com o estepe. Algum problema?

Depende, Luís Carlos. Em primeiro lugar, lembre de comprar os três novos da mesma marca e com mesmas características que o sobressalente. Em segundo, verificar há quanto tempo ele foi fabricado: se tiver sido há cinco ou seis anos, ele já perdeu a validade, ainda que esteja com aparência de novo. A data de fabricação está estampada na banda lateral. Finalmente, não se esqueça de que, entre os quatro que rodaram, pelo menos um deve ter ainda espessura mínima na banda de rodagem, para ser utilizado como sobressalente.

 

Posto
Frentista sempre oferece aditivo e
dona do carro não sabe se aceita

Maria de Lourdes S. Ferreira
Brumadinho – MG

Quase todas as vezes que paro no posto para abastecer e conferir os níveis de óleo, fluidos e água, o frentista me oferece vários aditivos. Diz que prolongam a vida do motor e do próprio carro. Quais deles são realmente necessários? Eles funcionam mesmo?

Tudo conversa fiada, Maria de Lourdes. O único aditivo que você talvez tenha que usar é o da gasolina, mas só se estiver abastecendo com a comum. E também um xampu neutro junto da água dos lavadores de para-brisa e vidro traseiro. Os demais, para caixa, motor, bateria e outros, não passam de “empurroterapia”.


Segurança
Cadeirinha Isofix foi liberada, mas
não é encontrada em lugar nenhum

Raquel M. Shapiro
Por e-mail

Li no caderno Vrum que as cadeirinhas do tipo Isofix já foram liberadas no Brasil. Meu carro, um Hundai HB20, tem no banco traseiro as argolas deste sistema e eu quero comprar uma para acomodar meu filho. Porém, elas não estão à venda em nenhuma loja. Onde adquiri-la?

Essa é mais uma das trapalhadas do governo brasileiro, Raquel. As cadeirinhas Isofix estavam proibidas de se vender no país pois não havia parâmetros para que fossem testadas e homologadas. Mas seu uso não era proibido, pois podiam ser adquiridas no exterior, desde que certificadas no país de origem. Agora, com anos de atraso, o Inmetro decidiu publicar as regras para que elas sejam testadas, mas ainda não houve tempo hábil para que fossem certificadas e colocadas à venda no comércio local.


Prazo
Leitora questiona troca de óleo em
motor com baixa quilometragem

Maria Emilia Torres Neves
Nova Lima – MG

A oficina trocou o óleo de motor do meu Palio há cerca de doze meses. Voltei lá para uma revisão e eles estão querendo substituí-lo, alegando que o prazo máximo que ele deve ficar no motor é de um ano. Entretanto, o carro não chegou a rodar nem 2.000km neste período. Tem que trocar assim mesmo?

Sim, Maria Emília. Óleo do motor é igual a remédio, que expira mesmo guardado na gaveta. Acontece que ele tem aditivos para torná-lo mais efetivo ao lubrificar as partes móveis e estes perdem a validade em doze meses. Não importa, pois, qual foi a quilometragem rodada. Ainda que o carro tenha ficado parado na garagem todo este tempo, a substituição tem que ser feita.


Lubrificante
Carro usado deixa leitor sem
saber que óleo usar no motor

Jacques Schwartz
Por e-mail

Acabei de comprar um carro usado e decidi substituir todos seus filtros e líquidos. Quando chegou a hora do óleo do motor, fiquei sem saber se uso o da marca que estava num adesivo colado no para-brisa ou o que vem recomendado pelo fabricante do automóvel.

O melhor óleo para substituir o que está no cárter é outro igual ao que já vinha sendo utilizado. Entretanto, se o leitor faz questão de mudar para o que está no manual, deve “lavar” o motor antes disso. Adicione um frasco de Engine Flush ao óleo velho, deixe o motor funcionar em marcha lenta por uns 5 a 10 minutos, esgote todo o óleo do cárter e então volte a completar com o recomendado pelo fabricante.

MANDE SUAS DÚVIDAS PARA: vrumresponde.mg@diariosassociados.com.br

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque