Estado de Minas

Cursos de direção defensiva levam consciência e segurança aos jovens motoristas

No país onde o trânsito é a maior causa de mortes entre os jovens, seguradora oferece desconto para pessoas de até 24 anos que fazem o curso de direção segura. Alunos aprendem técnicas seguras no trânsito cotidiano


Marcello Oliveira - Portal Vrum

Publicação: 05/06/2014 11:11 Atualização: 05/06/2014 16:29

 (Centro Pilotagem Roberto Manzini/Divulgação)
De São Paulo - Você frequenta todas as aulas teóricas e práticas na autoescola, é aprovado nos testes, recebe a primeira habilitação e já acha que está pronto para os desafios do trânsito pelo resto da vida? Os Centros de Formação de Condutores não aprimoram as técnicas de uma direção segura. Em pouco tempo, o aluno frequenta as aulas teóricas e práticas e a CNH é recebida logo após a aprovação, que não requer muito esforço. Em São Paulo, por exemplo, a exigência é de apenas 15 aulas práticas. Em um passado não muito distante, não havia número mínimo para a marcação dos exames de direção, então era comum alunos sendo aprovados fazendo apenas cinco ou seis aulas de direção. O resultado é um motorista sem experiência e aprendizado, solto nas ruas, enfrentando um dos trânsitos mais violentos do mundo. A principal causa de mortes de jovens entre 15 e 29 anos no Brasil é justamente o trânsito. Em 2011, 43.256 pessoas perderam a vida em nossas ruas e estradas, número bem superior do que a Guerra do Afeganistão, que nos 10 primeiros anos (2001-2011), matou cerca de 13 mil pessoas e ainda maior que o número de mortes por causa da guerra entre narcotraficantes no norte do México, uma das regiões mais violentas do mundo, que de 2006 até agora chega próximo das 40 mil vítimas fatais.

Buscando estabelecer uma relação mais segura com o trânsito, muitos motoristas recorrem aos cursos de direção segura ou defensiva, que são realizadas em autódromos e pistas fechadas em alguns estados. O Vrum acompanhou uma turma em uma das maiores escolas de pilotagem do Brasil, o Centro Pilotagem Roberto Manzini, em São Paulo.

 


O curso de direção defensiva naquele sábado era exclusivo para jovens de até 24 anos, que estavam ali para garantir um desconto de 30% no contrato de seguro do veículo, oferecido por uma seguradora. Primeiramente, os alunos passam por uma aula teórica de cerca de 1 hora, onde aprendem fundamentos básicos da pilotagem defensiva tais como: ergonomia, frenagem, redução, contorno de curvas, força motriz, condução com mudança de aderência. Após a aula, os alunos atravessam a avenida e chegam ao Autódromo de Interlagos para os exercícios práticos. Acompanhe no vídeo abaixo.



Entre um exercício e outro, os alunos são instruídos pelos profissionais sobre a melhor forma para executar a manobra corretamente (veja o infográfico abaixo). Ao final dos dois exercícios, um aluno voluntário é escolhido para um exercício surpresa. “Pegamos um voluntário da turma e pedimos que ele realize um slalom (zigue-zague) entre cones e cronometramos o tempo do exercício. Em seguida, pedimos que ele repita o procedimento, porém, desta vez, enviamos uma mensagem de texto para o celular dele, que deve ser respondida. 100% das vezes, os alunos não conseguem realizar o exercícios no mesmo tempo em que realizaram sem a mensagem. Além disso, quase sempre derrubam cones ou passam por cima da faixa delimitadora do percurso”, explica o instrutor Renato Manzini.
Aluna voluntária responde mensagem de texto no celular enquanto tenta executar um slalon (Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS)
Aluna voluntária responde mensagem de texto no celular enquanto tenta executar um slalon


“Eu não tinha ideia de que o curso mostraria tantas técnicas seguras para manobras aparentemente comuns, agora vou dirigir com um outro nível de consciência, certamente bem mais seguro do que eu pensava que dirigia antes”, disse a estudante Natália Três Rios, de 19 anos.

 (Arte Soraia Piva/EM/D.A Press)


A importância da formação
Um estudo realizado pelo Centro Pilotagem e pela seguradora Porto Seguro mostrou que a maioria dos acidentes ocorrem por colisões quando o condutor não consegue parar o veículo, em situações comuns. Daí nasceu o curso, que foca em hábitos comuns no trânsito cotidiano.

“O jovem tende a escutar e aprender muito mais quando percebe que estamos lidando com um assunto de extrema seriedade afinal, o trânsito tira mais de 160 vidas por dia no Brasil. Estatísticas comprovam estes dados”, completa Manzini.
 (Marcello Oliveira/EM/D.A PRESS)


Se o aluno quiser se aprofundar ainda mais em técnicas de direção segura, ele poderá fazer outros cursos, como o de Direção Defensiva que é mais extenso, contando com os dois exercícios citados, além de outras provas que simulam situações preventivas e emergenciais do dia a dia. O aluno fará ainda uma repetição maior destes exercícios e tem um acompanhamento individual mais próximo do instrutor.

Já o curso de Direção Defensiva e Evasiva é dedicado apenas para proprietários ou motoristas de veículos blindados e abordam situações em que o condutor deve realizar uma manobra emergencial de evacuação, entre outras técnicas. Há ainda cursos de defensiva teóricos, Piloto por um Dia e Pilotagem Esportiva. Todos os cursos podem ser voltados para qualquer pessoa, bem como para grupos e empresas.
 (Centro Pilotagem Roberto Manzini/Divulgação)

Esta matéria tem: (10) comentários

Autor: guilherme pires
Quem faz esse curso naturalmente já tem um espírito pacato e seguro ao volante! O que falta ao imprudente não é perícia, e sim prudência e punição. | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Todo motorista deveria saber corrigir uma saída de frente, entender como corrigir uma saída de traseira, apesar de nesse caso n dar tempo de corrigir na maioria das vezes pra quem nao está esperando a escorregada da traseira. Mas a noção do que fazer todos deveriam ser treinados pra ter. | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Deveria ser obrigatório na auto escola, bem como aulas obrigatória em rodovias. O que mais causa acidente em rodovias sao os domingueiros que andam a 70 na pista da esquerda e nao saem pra direita por nada, os que entram na frente de carretas e n aceleram ou pior, freiam! Isso é que causa acidente! | Denuncie |

Autor: Campos Campos
Curso inútil? Inútil é esse tipo de comentário! kkkk | Denuncie |

Autor: Marcio Correa Filho
Bom Nunes... Eu lhe dou o "braço a torcer" parcialmente.. Concordo com você 100% mas acho que as montadoras não poderiam entregar menos do que é oferecido lá fora! Acho que é o conjunto da obra... Me dá até nojo quando me perguntam "Com esse motorzão não dá pra andar devagar não é?" | Denuncie |

Autor: Leandro Almeida
E pq já nao ensinam tudo isso nas auto-escolas de uma vez?? Preferem deixar a gente morrer nesse transito cada vez pior, cheio de barbeiros e ignorantes. | Denuncie |

Autor: Nunes Nunes
Prezados comentaristas Marcio e Guilherme. A principal peça problemática do veículo é aquela que fica entre o banco e o volante. Quando dá defeito, em nada adianta a tecnologia. Aprendam que muitas pessoas perderam a vida e muitos pais choram a ausência dos filhos. O problema é so um! Comportamento! | Denuncie |

Autor: Marcio Correa Filho
CAro quilherme TAPADO, somente o ABS é obrigatório e depois de muita luta! Controle de tração e estabilidade ainda estão longe do alcance dos brasileiros... Interessante que meu carro com quase 2 toneladas gasta 40% menos espaçõ para parar que um nacional. Ou seja a tecnologia para tapear! | Denuncie |

Autor: Guilherme Rodrigues
Prezado Marcio Correa Filho, você é desinformado e inocente demais para publicar uma asneira gigante. 1º Já está em vigor a lei federal que obriga tais itens e 2º O Curso não é inútil é apenas uma das obrigações que qualquer candidato a Habilitação deve fazer conforme define a Lei 9503/97 | Denuncie |

Autor: Marcio Correa Filho
Ao invéz de fazer esses cursos inúteis e completamente sem embasamento, não seria mais fácil equipar os veículos com ABS e sistemas de tração como é feito no exterior a mais de 25 anos??? Você sabia que no exterior os carros "básicos" ou de entrada é obritatória essa tecnologia? | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque