Indústria

BMW confirma inauguração de fábrica no Brasil em setembro

Marca alemã começa a produzir ainda neste ano. JAC Motors e fábrica da Fiat em Pernambuco ficam para 2015

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/06/2014 09:44 / atualizado em 09/06/2014 10:02 Agência Estado
Série 3 será o primeiro veículo produzido pela BMW no Brasil - Bmw/Divulgação Série 3 será o primeiro veículo produzido pela BMW no Brasil

Será inaugurada neste ano a fábrica da BMW em Araquari (SC), com capacidade para 32 mil veículos. Outros dois projetos previstos para 2014, o da também chinesa JAC Motors na Bahia e o da nova unidade da Fiat em Pernambuco ficaram para 2015, quando estão previstas também as unidades da Honda em Itirapina (SP), da Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP), assim como o início da produção da Audi no Paraná. Em abril, a Nissan inaugurou fábrica no Rio de Janeiro.

A fábrica da alemã BMW será inaugurada em 30 de setembro, já com produção em série. O prédio principal, que abriga a linha de montagem e área de logística está em fase final, informa Gleide Souza, diretora de relações governamentais.

As áreas de pintura e solda só entram em operação em 2015. O primeiro modelo a ser produzido é o Série 3. A cada três meses será introduzido um novo carro, sendo a sequência com X1, Série 1, X3 e Mini Country. Entre os fornecedores estão a Benteler (peças do conjunto do motor) e a Lear (bancos).

O grupo já tem 180 funcionários em treinamento e pretende chegar a 800 até dezembro. Quando operar em dois turnos, daqui a um ano empregará 1,3 mil funcionários, diz Gleide.

Assim como o executivo da Chery, Gleide vê com preocupação o cenário atual do mercado brasileiro, mas enxerga a situação "como pontual" por tratar-se de um ano atípico, com Copa e eleições. "Não serve como parâmetro", afirma.

De janeiro a maio a BMW vendeu 6.049 veículos, 24,5% a mais que em 2013. O mercado total de automóveis e comerciais leves caiu 5 2% no período.

A Honda, que só abre sua segunda fábrica no País na segunda metade de 2015, em Itirapina (SP), tem 55% da parte de terraplenagem concluída e, em paralelo, já realizou 20% da obra da área fabril. A unidade terá capacidade para 120 mil carros/ano, começando com o SUV Vezel.

O grupo japonês vai introduzir diversas melhorias tecnológicas em relação à unidade de Sumaré (SP), aberta em 1997.

"Uma delas é na área de estamparia que, em vez de quatro processos para transformar a chapa em porta terá apenas três", informa Otávio Mizikami, diretor de produção. A técnica começou a ser usada no ano passado no Japão.

A solda também será mais eficiente com o uso de robôs desenvolvidos pela própria Honda que são mais leves e movimentam as pinças com mais rapidez. Ao todo, o processo produtivo da nova unidade será 30% mais eficiente que o da atual, calcula Mizikami. "Na pintura vamos aplicar novo conceito que elimina uma camada de tinta", acrescenta ele. O processo convencional exige quatro camadas e este terá três.

A fábrica da Fiat, também para 2015, está com 85% do formato final. O parque terá 12 edifícios que abastecerão a linha de montagem com 17 fornecedores. Terá linha de prensas, funilaria, pintura, montagem e um edifício dedicado à metrologia e qualidade. A capacidade será de 250 mil veículos ao ano e o primeiro será o Jeep Renegade. As obras das demais fábricas estão em fase de terraplenagem, com exceção da Audi, que vai usar as instalações da Volkswagen.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
20 de março de 2017
17 de março de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação