Estado de Minas

TESTE »

Novo Porsche 911 - Um bólido cheio de estilo

Esportivo convence pelo conjunto mecânico e pelo design que, convenhamos, dispensa qualquer mudança. Nós testamos o modelo nas ruas de Miami


Jorge Moraes - Diario de Pernambuco

Publicação: 07/07/2014 09:53 Atualização: 07/07/2014 16:14

Na traseira, possibilidade de levantar o aerofólio é pura elegância (Jorge Moraes/DP/D.A Press)
Na traseira, possibilidade de levantar o aerofólio é pura elegância
De Miami, EUA - Manhã ensolarada na Flórida, após uma agradável conversa com a manager da Porsche Latino América, Antonella Demasi, nossa equipe recebe as chaves e os documentos do bólido vermelho. No principal recado, o cuidado redobrado com o limite de velocidade porque, só de soletrar as letras, já dá vontade de acelerar.

 

Veja mais fotos do novo Porsche 911

 

No caminho do estacionamento, a sensação de liberdade chega antes do contato da chave, que tem o formato de um carro, com o botão de partida. Acelere para ouvir o ronco do motor sem tocar em absolutamente mais nada. O 3.8 de 400 cv entra em ação, o ronco é forte, rouco e elegante. A embreagem namora com a transmissão e os engates fazem aquele barulhinho que os amantes da Porsche querem ouvir... 'tlank!' na marcha ré.

O carro desliza em baixas velocidades e desfila também porque, mesmo em Miami, onde centenas de modelos se encontram pelas ruas, o 911 vermelho só perde no visual para as Lamborghinis e as Ferraris. Mas declaro: prefiro dirigir e conviver com o carro alemão. Talvez seja só uma questão de gosto. Esse automóvel é uma lenda e ícone da insdústria alemã. A velocidade final é controlada e 250 km/h já é de bom tamanho. Concorda?

 

Vale tudo
Na estrada, com espaço confortável para dois e apertado para os outros dois caronas que podem ir atrás, vale a pena testar tudo. Acionar o modo sport e ativar suspensão e escapamento na mesma onda de energia. O carro mais rígido oferece uma pegada mais consistente quando você encontra algumas escapadas nas subidas de acesso às rodovias.

Posição de dirigir e o volante permite todo tipo de regulagem para melhor condução (Jorge Moraes/DP/D.A Press)
Posição de dirigir e o volante permite todo tipo de regulagem para melhor condução

 

A posição de dirigir é enterrada, só fica o coquinho do motorista na altura da janela. É pilotagem pura. Escolha o modo "corredor" de conduzir, mas saiba que outras posições do banco podem ser ajustadas. O volante permite esse tipo de contato porque a regulagem é imoral. O motorista faz tudo com o mínimo de deslocamento dos braços.
Acelerar é preciso e, por isso, antes de mais nada, habituado com o charme da cabine, esqueça o som de alta performance com nove alto falantes e passe a marcha. Saia em um trecho curto com mais força e veja como o corpo é jogado para trás na entrada da segunda e passagem da terceira. Alguns mais assanhados preferem desligar o controle de tração e corrigir o automóvel na munheca. Não faça isso se a intimidade for pouca.

 

Rebolado
Engraçado e acontece sempre. Dirija devagar e perceba a balançada na traseira, imagine uma mulher rebolando com elegância. É isso. O carro mexe, sacode de um jeito que você precisa se controlar. Durante a noite, deixe que as pessoas do lado de fora vejam leves labaredas de fogo nas retomadas com aceleradas fortes. Nos dados da ficha técnica, veja o tamanho da rodagem aro 20 polegadas e larguras diferentes para frente e traseira, com todo esquema de segurança do ABS ao EBD e acompanhe o estilo Porsche de apresentar o 911, Isso porque não estamos diante da versão turbo. Os pneus são 245 x 35 na frente e 295 x 30 os demais.

Rodagem é de aro 20 polegadas e conta com larguras diferentes para frente e traseira (Jorge Moraes/DP/D.A Press)
Rodagem é de aro 20 polegadas e conta com larguras diferentes para frente e traseira

 

Família
Foram mais de 600 milhas (965 km) de puro prazer. O 911 foi usado de todas as formas, ao amanhecer nas freeways, no trânsito, apenas no passeio pelas alamedas arborizadas, para ir ao shopping, fazer compras. A possibilidade do 911 de levar duas crianças nos pequenos bancos traseiros e ter uma mala considerável para um carro esportivo é essencial para a diversão da família, isso porque a maioria dos seus concorrentes só contemplam dois lugares.
Sexy

O estilo é praticamente o mesmo de 50 anos. Isso apaixona. O 911 tem visual sexy, faróis e lanternas em led e bixenônio. A possibilidade de levantar o aerofólio traseiro é elegante. Apesar de baixo, o carro não se apresenta como miniatura no trânsito, mas sim um esportivo de respeito.

 

*colaborou Marcos Alencar

 

FICHA TÉCNICA:
Motor - 3.8 a gasolina a injeção direta
Potência - 400 cv
Torque - 44,9 Kgf.m
Câmbio - dupla embreagem manual ou sequencial
Direção - elétrica
Velocidade Máxima - 304 km/h
0 a 100 km/h - 4.5s
Consumo cidade - 7.2 km/l
Consumo estrada - 14.1 km/l

 

Dimensões
Altura - 1295 mm
Largura - 1808 mm
Comprimento - 4491 mm
Entre-eixos - 2450 mm
Peso - 1470 kg
Tanque - 68 litros
Porta-malas - 135 litros

 

Preço - No Brasil ele é vendido por R$ 899 mil

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Marcio Correa Filho
Se o importante é a belesura... MAnda bala... Se não se importa na baixa qualidade em segurança que um europeu GARANTE... É o seu carro... Bonitinho e ordinário! | Denuncie |

Autor: diego oliveira
engraçado. O meu Uno 1.0 pra fazer 10km/l na cidade eu tenho que andar no pé de moça. esse 3.8 de 400cv faz 7,2km/l. Se meu dinheiro desse viu... | Denuncie |

Autor: alvaro mello
Muito caro, não vale isso | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas de particular
    ofertas em destaque