Venda de veículos novos cai 26,5% em 2015, maior queda desde 1987, diz Fenabrave

Este é o terceiro ano seguido de queda nas vendas, considerando todos os segmentos analisados. Em 2014, houve recuo de 7,15% em relação ao ano anterior

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 06/01/2016 15:09 / atualizado em 06/01/2016 15:25 Agência Estado
Edesio Ferreira/EM/D.A Press

O mercado brasileiro de veículos novos confirmou as expectativas do setor e terminou 2015 com a maior queda nas vendas desde 1987. Foram 2,569 milhões de unidades vendidas no ano passado, recuo de 26,5% em relação ao volume de 2014 (3,497 milhões), informou nesta quarta-feira, 6, a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Com isso, o volume de vendas atingiu o menor nível desde 2008, ano marcado pela crise na economia norte-americana.

Por segmento, os emplacamentos de automóveis e comerciais leves somaram 2,476 milhões de unidades no ano passado, baixa de 25,5% sobre 2014. Entre caminhões, a queda foi de 47,6%, para 71,7 mil unidades. No caso dos ônibus, houve tombo de 36,5%. As baixas nas vendas ocorrem em um cenário de aumento do desemprego, restrição ao crédito e queda na confiança do consumidor.

Este é o terceiro ano seguido de queda nas vendas, considerando todos os segmentos analisados. Em 2014, houve recuo de 7,15% em relação ao ano anterior. Em 2013, a queda havia sido de 0,9%, a primeira baixa em dez anos.

O setor automotivo teve seu auge em 2012, quando vendeu 3,8 milhões de unidades. À época, o mercado ainda contava com a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), medida que tornou os veículos mais baratos e estimulou o consumo.

Apesar da forte retração ao longo do ano, o setor esboçou reação nos últimos meses de 2015. Em dezembro, as vendas subiram pela segunda vez seguida, na comparação com o mês anterior. A comercialização de veículos novos alcançou 227.789 unidades em dezembro de 2015, crescimento de 16,7% em relação a novembro. Já em comparação com igual mês de 2014, houve retração de 38,4%. Os automóveis e comerciais leves, juntos, atingiram 220.656 unidades, alta de 16,6% ante novembro e queda de 37,5% sobre dezembro de 2014.

Os emplacamentos de caminhões somaram 5.577 unidades, avanço de 17,7% sobre novembro e baixa de 59,2% em relação a igual mês do ano anterior. Quanto aos ônibus, as vendas foram de 1.556 unidades em dezembro de 2015, alta de 39% ante novembro e recuo de 43,2% em comparação com dezembro do ano anterior.

Projeções


A Fenabrave também revelou as previsões inicias para 2016. As vendas de automóveis e comerciais leves devem cair 5,9% em relação a 2015, para 2,33 milhões de unidades. Os caminhões devem registrar baixa de 2,7%, para 69,8 mil unidades, e os ônibus devem ter recuo de 3,2%, para 19,6 mil unidades.

Com isso, considerando todos os segmentos, as vendas devem ter queda de 5,8%, para um total de 2,42 milhões de unidades.

Tags: venda veículos novos 2015 1987 fenabrave

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
fabiano
fabiano - 06 de Janeiro às 19:14
Simples baixa os preços ou deixa todas montadoras quebrarem... Chega de decadas de lucros abusivos com os carros mais caros do mundo.
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
28 de novembro de 2016
24 de novembro de 2016