Mais força e torque

Fiat ajustará motor 2.0 diesel da Toro para resolver impotência

Potência e torque da Fiat Toro 2.0 diesel subirão de 170cv e 35,7kgfm para 200cv e cerca de 48kgfm, aliviando elevação das rotações do motor já na arrancada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/03/2016 16:37 / atualizado em 21/03/2016 16:49 Paulo Eduardo /Estado de Minas


Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press
Um dos dilemas da excelente caminhonete Toro da Fiat é a arrancada. Para tirá-la da inércia, é preciso elevar as rotações do motor a diesel, nas versões com câmbio manual, para não deixá-lo apagar. Isso com apenas o motorista, ar-condicionado desligado e caçamba vazia. É preciso estar atento o tempo todo para não pagar mico. Imagine com carga máxima, que é de uma tonelada. O motor 2.0 a diesel tem 170cv de potência máxima e 35,7kgfm de torque. E não é suficiente para ela, pois o peso é de mais de 1.700kg. Mas a potência deverá ser elevada para cerca de 200cv e o torque em torno de 48kgfm.

 

Os testes estão sendo feitos em modelos que transportam carga superior a uma tonelada e o comportamento tem sido outro na arrancada. Curioso é que os fabricantes sempre alardeiam no material distribuído à imprensa, por ocasião do lançamento, informando que rodaram milhares de quilômetros com um determinado modelo antes de colocá-lo à venda. E ainda dão uma mancada dessas.

 

Dimensionamento do motor 2.0 Multijet diesel não é suficiente para a picape, que pesa mais de 1.700kg - Marlos Ney Vidal/EM/D.A Press Dimensionamento do motor 2.0 Multijet diesel não é suficiente para a picape, que pesa mais de 1.700kg
Não há data prevista para a alteração, mas não deverá demorar muito. Faltam apenas ajustes para que as emissões se mantenham dentro do padrão exigido.

Tags: ajuste torque potência impotência picape diesel fiat 2.0 diesel Fiat Toro

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Carlos
Carlos - 17 de Agosto às 00:21
Testei a Toro diesel e flex automáticas. As duas andam menos que qualquer carro mil e menos que uma Montana 1.4. A diesel gasta 14,5 segundos para ir a 100km e a flex 16.5s. Pagar 120 mil em um carro que apresenta uma deficiência Mecanica tão grave é uma coisa sem sentido que só acontece no Brasil.
 
Carlos
Carlos - 06 de Julho às 14:20
Eu vi uma Toro em uma oficina para "chipagem" do motor! O dono achou ela tão fraca que resolveu destravar a potência! Fico pensando assim: um projeto caro, inovador, pecar na motorização? Se tem uma coisa que a gente precisa numa pick-up é força, principalmente para romper obstáculos, barro...... ainda mais com peso! Falar que veio concorrer com as médias é no mínimo um exagero!
 
vitor
vitor - 28de Março às 16:16
O correto (e justo) é que a FIAT deveria fazer um recall para os motores já comercializados, em respeito ao consumidor!
 
Herman
Herman - 28de Março às 09:24
E como fica o Renegade, que usa o mesmo motor? Melhor esperar...
 
vitor
vitor - 28de Março às 16:46
Quem comprou, já se Fu!
 
Facioedino
Facioedino - 25de Março às 21:30
Deixar de comprar uma Pick up para comprar isto. Não encheram a bola deste carro?
 
Luciano
Luciano - 24de Março às 14:46
Muito bom!! Mas, e quem já comprou, como fica????
 
Luciano
Luciano - 24de Março às 09:09
Quando lançaram esse mico eu falei, vai passar um mês e já vão começar a trocar tudo no carro, pois a FIAT sempre agiu assim com seus produtos, por isso Tempra, Marea e Linea nunca emplacaram, testaram o carro um tempão e só depois do lançamento que perceberam que o carro tinha motor de enceradeira?
 
valmir
valmir - 23de Março às 15:18
ai..ai...ai...e isso para comprar um FIAT que custa mais caro que um carro de verdade;
 
vitor
vitor - 22de Março às 15:06
E quem já comprou logo no lançamento? Fica com o abacaxi na mão! É por isso que nunca compro carro já no lançamento, pois sempre apresentam problemas que só com o tempo as montadoras vão resolvendo, isso quando resolvem!!
 
Gustavo
Gustavo - 23de Março às 13:00
Exatamente, concordo. Carro que acabou de ser lançado tem sempre uns micos a serem acertados pela montadora. E os trouxas que compram de cara, sempre levam ferro...
Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
26 de agosto de 2016
25 de agosto de 2016
24 de agosto de 2016