Renovável

Pernambuco vai receber o primeiro carro elétrico compartilhado do Brasil

Projeto "Vamo" foi lançado ontem (4) e tem o objetivo de finalizar o protótipo até dezembro deste ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/04/2017 11:00 / atualizado em 05/04/2017 17:30 Diario de Pernambuco

Custo para o uso dos veículos elétricos poderá ser de R$ 30 (1 hora) e R$ 40 (duas horas) - Serttel/Divulgação Custo para o uso dos veículos elétricos poderá ser de R$ 30 (1 hora) e R$ 40 (duas horas)

Os carros compartilhados já são uma realidade em várias partes do Brasil.

Agora é a hora de Pernambuco receber esse sistema, só que dessa vez sendo um veículo elétrico e apenas com um ocupante.

A empresa Serttel, que investe em tecnologia para mobilidade e segurança urbana, lançou nessa terça-feira (4) o projeto chamado "Vamo", que já foi testado pela própria empresa e pelo Porto Digital.


O custo para colocar o projeto "Vamo" circulando nas ruas do Recife é de aproximadamente R$ 9,8 mil. Para isso, a Serttel está à procura de parceiros que possam investir, disponibilizando uma frota de carros elétricos. O carro tem velocidade máxima de 60 km/h, é carregado em duas horas e circula até 100 km.  


Segundo o diretor da Serttel, a ideia é que o usuário fique até uma hora no veículo. "Em Fortaleza, onde temos 20 carros elétricos sendo compartilhados, o custo da hora fica em R$ 30 e R$ 40 duas horas.  Para pequenos transportes, é mais interessante que continuem usando Uber, táxis e o transporte coletivo.", afirma.


O protótipo deverá ser finalizado até dezembro deste ano. O projeto se estende da capital pernambucana até a ilha de Fernando de Noronha, onde haverá um laboratório para a utilização desses veículos elétricos.

 

 

Tags: eletrico vamo projeto pernambuco compartilhado carro

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
14 de agosto de 2017
08 de agosto de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação