Negócio - Quando o dinheiro vira fumaça

Calculamos a desvalorização dos principais modelos do mercado depois de dois anos de uso. Rapidez na revenda é fundamental para não aumentar prejuízo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/09/2006 23:13
Fiat Palio 1.0 é o modelo que menos desvaloriza em seu segmento. Dos hatch 1.6, o Peugeot 206 é o que tem maior desvalorização - Fotos: Marlos Ney Vidal/EM - 12/7/06 e 6/1/06 Fiat Palio 1.0 é o modelo que menos desvaloriza em seu segmento. Dos hatch 1.6, o Peugeot 206 é o que tem maior desvalorização
Uma das certezas dos cientistas políticos é de que a liderança nas pesquisas de intenção de voto não garante a vitória. A lição também pode ser aplicada no mercado de automóveis usados. O caderno Veículos calculou a desvalorização dos principais modelos depois de dois anos de uso (quadro abaixo) e verificou quais valem menos com o passar do tempo. Os 10 modelos compactos pesquisados foram divididos em duas categorias: primeira inclui Fiat Palio, Ford Fiesta, Chevrolet Celta, Renault Clio, VW Gol e Fiat Uno, todos com motorização 1.0; o outro é formado por VW Polo, Peugeot 206 e VW Fox, com motorização 1.6 e o Chevrolet Corsa 1.8.

O Palio é o campeão absoluto de economia, pois desvaloriza apenas 2,97%. Em 2004 o carro era vendido zero por R$ 23.990 (valor corrigido pela inflação do período para R$ 26.592 e atualmente pode ser encontrado por R$ 25.800. Já o Mille ficou na rabeira da tabela, com o maior índice de desvalorização: 18,65%. Para o gerente geral da revenda de usados Informauto, Marcelo Maria de Souza, a diferença entre os dois se deve às formas do Mille: Ele é mais quadradão e isso não agrada à moçada. Porém, como em toda pesquisa, a frieza dos números não satisfaz a todos. A proprietária da revenda de usados Garage Amazonas, Liliana Diniz, considera o Mille um carro bom de mercado, o que, segundo ela, faz com que seja vendido rapidamente, sem precisar reduzir o preço. Para Liliana, o Mille desvaloriza menos que Fiesta (9,01%), Celta (14,09%), Clio (15,14%) e Gol (18,15%).

Quem ficou bem cotado foi o Corsa 1.8, que desvaloriza 8,31% e lidera o segundo grupo. Na rabeira da tabela ficou o Peugeot 206, com uma desvalorização de 21,91%. O Fox, com 10,63%, ficou mais próximo da realidade do Corsa, enquanto o Polo, com 18,55%, se aproxima da perda dos proprietários do 206. Porém, quem quiser vender um Polo pode amargar prejuízo maior, pois o modelo acaba de ser reestilizado começa a ser vendido sábado.

Critério

Foram considerados os preços dos modelos zero em setembro de 2004 e os valores deste mês. O preço de 2004  foi corrigido pelo índice de inflação medido pelo Instituto de Pesquisas Econômicas e Administrativas (Ipead) da UFMG para a cidade de Belo Horizonte: 1,0848% de setembro de 2004 a setembro de 2006. Para calcular a desvalorização, o valor do carro este ano é dividido pelo de dois anos atrás corrigido. Depois subtrai-se um e multiplica por 100. Os preços são da tabela publicada no Veículos e se referem à média do mercado de usados e novos da capital mineira.

Compactos
Modelo 2004 2006 Desvalorização
Fiat Palio ELX 1.0 23.990 25.800 2,97%
Ford Fiesta Personalité 1.0 24.690 24.900 9,01%
Chevrolet Celta Life VHC 1.0 22.369 21.300 14,09%
Renault Clio Autentique 1.0 16v 23.390 22.000 15,14%
VW Gol Plus 16v 1.0 23.478 21.300 18,15%
Fiat Uno Fire 1.0 18.410 16.600 18,65%
Modelo 2004 2006 Desvalorização
Corsa Joy 1.8 30.208 30.700 8,31%
Fox 1.6 Total Flex 30.486 30.200 10,63%
Polo 1.6 37.329 33.700 18,55%
Peugeot 206 Presence 1.6 32.350 28.000 21,91%


Leia um pouco mais sobre o assunto com a matéria "Quem paga mais perde mais", no canto superior direito desta página.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação