Olhos de águia e roupa de pavão

Cesvi estuda melhor forma de visualizar pedestres, motocilistas e carros parados em situação de emergência à noite. Equipamentos de segurança são essenciais

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 21/10/2006 18:00
Em países europeus, colete retrorefletido deve ficar no carro, pois equipamento aumenta a segurança em situação de emergência - Fotos: Alexandre Martins Xavier/Cesvi Brasil/Divulgação Em países europeus, colete retrorefletido deve ficar no carro, pois equipamento aumenta a segurança em situação de emergência
Qualquer instrutor de auto-escola ensina que, para dirigir, é preciso ter atenção difusa, ou seja, olhar para todos os lados sem perder o rumo. Porém, atitudes de pedestres, motoristas e motociclistas podem facilitar uma visualização ideal. O Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) realizou um estudo chamado de Ver e ser visto, que aponta as condições em que melhor se enxerga durante a noite. O engenheiro especialista em segurança viária do Cesvi, José Antônio Oka, destaca a importância do uso de coletes com faixas retrorefletivas para os pedestres.

Quem usa colete homologado - que obedece as exigência da Norma NBR 1592 - é detectado pelo motorista a 333 metros e reconhecido a 107 metros. Já um pedestre que usa roupa preta é detectado a 22 metros e reconhecido a sete metros. Essa é uma boa indicação para quem trabalha nas ruas e estradas durante a noite, avalia Oka. Outra solução para evitar os acidentes é o uso de faixas de pedestre iluminadas, que, instaladas em algumas vias da cidade de São Paulo, diminuíram os atropelamentos em até 50%.

Duas rodas

No caso dos motociclistas, a recomendação não é diferente. Aquele que circula com a moto com o farol apagado, roupa preta e com o capacete equipado com o componente refletivo é detectado a 131 metros e reconhecido a 36 metros. Outro que acrescente um colete homologado e acenda o farol é visto a 627 metros e reconhecido a 129 metros. Sem nenhum equipamento refletivo e somente com o farol aceso a segurança é grande: 560 metros para ser detectado e 131 metros para ser reconhecido.
Coletes retrotrefletidos são equipamentos de segurança essenciais - Coletes retrotrefletidos são equipamentos de segurança essenciais

Tanto em Portugal quanto na Espanha todo veículo deve levar junto com o macaco e o estepe um colete retrorefletivo. Segundo Oka, o procedimento amplia a segurança, mas o essencial em uma parada de emergência é ligar o pisca-alerta do carro e colocar o triângulo a pelo menos 30 metros. Um veículo parado com o pisca-alerta aceso, o triângulo colocado adequadamente e o motorista usando um colete homologado enquanto troca o pneu, é detectado a 1.046 metros e reconhecido a 349 metros. Na mesma situação, porém sem ligar o pisca-alerta e com o triângulo a quatro metros do veículo parado, o espectro de visão diminui mais de três vezes: 362 metros para detectar e 123 para reconhecer. Já quem prefere dar um nó cego e não usar nenhum acessório de sinalização é visto a 156 metros e reconhecido a apenas 56 metros, quando, possivelmente, não terá tempo hábil para o motorista do outro carro parar.

Pioneira

Oka afirma que é a primeira pesquisa do gênero no país e que os métodos são semelhantes aos realizados em países europeus. Em todas as situações, o engenheiro ia ao lado do motorista e registrava em um computador portátil o momento e a distância que o condutor detectava e depois reconhecia o que estava a sua frente. Oka ressalta que os motoristas tinham entre 22 e 26 anos e que os testes foram realizados em uma noite de Lua Nova.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação