Serviço - Agarrado na ladeira

Para estacionar com segurança em descida íngreme é preciso manter o freio de estacionamento regulado. O ideal é puxar a alavanca com força até o limite

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 11/11/2006 00:32 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Puxar a alavanca do freio corretamente e engatar a primeira marcha evitam acidentes - Boris Feldman/EM - 17/5/05 Puxar a alavanca do freio corretamente e engatar a primeira marcha evitam acidentes
Cidades com relevo muito irregular e com ladeiras íngremes a serem escaladas, acabam exigindo dos motoristas atenção redobrada no momento de estacionar o carro. Não é muito raro ouvir casos de pessoas que pararam o automóvel em uma descida íngreme e quando retornaram encontraram o mesmo batido em outro ou em um muro ou poste. Na maioria das vezes, isso ocorre porque o motorista não puxou a alavanca do freio de estacionamento com a devida força e não engatou a primeira marcha.

Esse tipo de problema ocorre normalmente em carros equipados com freio a disco na traseira. É que, depois do uso prolongado do sistema de freio, as pastilhas, que estavam em contato com o disco, se aquecem e dilatam. Quando esfriam, voltam às dimensões originais e, caso o motorista não tenha puxado com força o freio de estacionamento ou não tenha engatado a primeira marcha, a pastilha vai perder o contato com o disco e o carro vai descer ladeira abaixo. Por isso, o motorista deve puxar com bastante força a alavanca.

Mas pode acontecer também porque o freio de estacionamento está desregulado. O componente deve ser regulado sempre que a alavanca estiver muito alta. Mas vale lembrar que a altura varia de acordo com o modelo do carro, podendo ocorrer diferenças de dois ou três cliques. Devem-se respeitar as características de cada veículo para evitar que essa regulagem afete o desempenho do freio, ou seja, que não segure corretamente o carro numa descida, mesmo que o condutor coloque força na alavanca.
Pneu prensado contra o meio-fio pode ficar com a banda lateral deformada ou rasgar - Eduardo Rocha/RR - 21/7/04 Pneu prensado contra o meio-fio pode ficar com a banda lateral deformada ou rasgar

Pneu

Para evitar acidentes, o motorista deve virar o volante, posicionando o pneu na direção do meio-fio. É uma precaução para segurar o veículo no caso de o freio de estacionamento falhar. Mas é preciso ter cuidado para não pressionar o pneu contra o meio-fio, o que poderia danificá-lo. A dica é encostar levemente somente a banda de rodagem, pois ela tem resistência suficiente para segurar todo o peso do veículo sem sofrer danos. Já a lateral do pneu é mais frágil e pode ser cortada por uma ponta do meio-fio durante a manobra de estacionamento, e isso causaria dano irreparável. Levando-se em conta que se devem trocar sempre os dois pneus do mesmo eixo, o prejuízo é enorme.

O recurso de engatar a primeira marcha também é recomendável, pois ajuda a segurar o veículo, caso o freio falhe. Mas essa medida não é recomendável para carros com alta quilometragem rodada, cujos motores estejam com pouca compressão. A explicação é que, no caso de falha do freio, o veículo estaria seguro pela compressão do motor. Se ela estiver comprometida, o peso do carro vai conseguir girar as rodas e o mesmo vai descer. Por isso, para evitar problemas, o melhor é manter sempre o freio de estacionamento regulado.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação