Para não ficar no escuro

Viagem noturna exige cuidados especiais, como a revisão completa do sistema de iluminação do veículo. Farol desregulado e lâmpada queimada só trazem problemas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/12/2006 10:00 Enio Greco /Estado de Minas
Dirigir à noite exige atenção redobrada e o sistema de iluminação deve estar em ordem para favorecer a visibilidade - Opel/Divulgação Dirigir à noite exige atenção redobrada e o sistema de iluminação deve estar em ordem para favorecer a visibilidade
Muitas pessoas preferem viajar à noite porque acreditam que o tráfego nas estradas é menos intenso e porque a temperatura normalmente é mais agradável. Por isso, vale um lembrete: não se esqueça de fazer uma revisão completa no sistema de iluminação do carro, que deve estar em condições ideais de funcionamento durante o dia ou noite. Faróis e lanternas são itens de segurança e, quando estão com problemas, podem provocar acidentes ou resultar em multa.

Lâmpadas

O elemento básico do sistema de iluminação do carro é a lâmpada. A durabilidade dela depende de fatores diversos, entre eles as vibrações provocadas pelas irregularidades dos pisos, umidade e problemas no sistema elétrico. Para saber se a lâmpada está prestes a queimar, basta observar se o bulbo apresenta sinais de escurecimento. A diminuição na capacidade de iluminação também é sinal de que a lâmpada vai pedir substituição em breve. Nessas condições, é melhor fazer a troca preventiva, para não comprometer a visão noturna na estrada.
Vibrações e umidade comprometem durabilidade das lâmpadas, por isso faróis devem ser regulados periodicamente - Marlos Ney Vidal/EM - 17/11/04 - Sidney Lopes/EM - 30/9/04 Vibrações e umidade comprometem durabilidade das lâmpadas, por isso faróis devem ser regulados periodicamente

A troca

Especialistas recomendam que, quando a lâmpada de um farol queimar, o correto é que se substitua a do outro também, para que não haja diferença de iluminação. A troca deve ser feita preferencialmente por um profissional capacitado, mas, se você for fazê-la, lembre-se de não encostar no bulbo de uma lâmpada halógena, pois o suor das mãos provoca microfissuras no vidro. Lâmpada com mancha alaranjada está contaminada. O correto é, sempre que possível, manusear qualquer lâmpada usando um tecido limpo. Devese observar o tipo de lâmpada (halógena, por exemplo) e a sua potência (a lei permite potência máxima de 55 watts para o facho baixo e de 60 watts para o facho alto) para substituí-la por outra igual, embora o motorista possa fazer troca visando melhorar a segurança. E, para a viagem, não se esqueça de levar um jogo de lâmpadas reserva. Ele pode ser muito útil.

Regulagem

Buracos e depressões nas ruas e estradas acabam desregulando os faróis. Por isso, especialistas recomendam uma revisão completa a cada três meses. Existem equipamentos próprios para a regulagem eficiente dos faróis mas, na falta deles, o motorista também pode regulá-los. Na maioria dos veículos, existem parafusos (que ficam dentro do compartimento do motor) específicos para a regulagem dos faróis, sendo um para movimentá-los no sentido vertical e outro no horizontal. No caso dos faróis de neblina, alguns veículos têm um único parafuso para regulá-los, no sentido vertical.

Facho

Com o porta-malas cheio, o facho do farol se eleva e passa a atingir os olhos dos motoristas que trafegam em sentido contrário. O impacto da luz nos olhos vai deixar o motorista momentaneamente cego - tempo suficiente para o carro percorrer uma centena de metros. Portanto, ao carregar o porta-malas, não esqueça de regular os fachos dos faróis. Alguns modelos tem a regulagem elétrica no painel e, nos demais, o ajuste pode ser feito nos próprios faróis.

Neblina

Usar farol alto com neblina é incorreto, pois o motorista precisa de iluminação numa área mais próxima do carro, principalmente para os lados, para melhorar a visibilidade. O certo é usar o farol baixo. Não ligue a lanterna traseira de neblina quando estiver trafegando fora dessas condições, pois ela tem a mesma potência da luz de freio e atrapalha bastante a visão do motorista que vem atrás.

Veja mais algumas dicas para as férias no Veja Também, no canto superior direito desta página.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação