Estudo - Por um clima agradável

Sol e área envidraçada são os maiores inimigos do conforto térmico dentro do carro. Cuidados com o sistema de ar-condicionado ajudam a reduzir os problemas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 24/03/2007 15:00
Quem passa por vias com poeira ou poluídas deve trocar o filtro de ar freqüentemente - Eduardo Rocha - 17/10/03 Quem passa por vias com poeira ou poluídas deve trocar o filtro de ar freqüentemente
Nem os sofisticados equipamentos de ar-condicionado, que misturam ar quente com ar frio e permitem que o motorista escolha a temperatura em um display digital, são capazes de proporcionar o clima ideal dentro do habitáculo de um veículo. De acordo com André Busse Gomes, que defendeu dissertação de mestrado sobre o conforto térmico em veículos automotivos, na Escola Politécnica da USP, o principal vilão do clima ideal é a grande área envidraçada dos automóveis. "O Sol é um elemento de grande desconforto térmico e, por causa da grande área envidraçada, impede que alguns locais do corpo, como os braços, por exemplo, alcancem a temperatura ideal", explica André Gomes.

Para chegar a essa conclusão, Gomes usou três modelos diferentes de automóvel: um popular, um médio e um sedã de luxo. Cada um com um tipo de ar-condicionado: simples, médio e eletrônico, respectivamente. Gomes explica que decidiu estudar o assunto, porque cada montadora usa um padrão diferente para definir o conforto térmico e ele utilizou um procedimento único, que pode ser adotado por qualquer marca.

Para fazer a avaliação, foi usado um manequim aquecido, posto dentro dos veículo em duas situações diferentes. Uma com o carro sob o Sol do meio-dia, cujo objetivo era resfriar o veículo, e a outra com o carro parado em uma noite fria, buscando o aquecimento do carro. "Acompanhei a evolução do manequim com sensores, para ver quando ele alcançava o conforto térmico. Quanto mais sofisticados os aparelhos de ar-condicionado, mais rápido se chega a uma situação confortável", explica Gomes.

Dicas

Porém, se não é possível chegar a um clima ideal, pode-se amenizar o desconforto. O proprietário da Pingüim Ar Condicionado, Luiz Paulo Lamy de Almeida, afirma que o ideal é fazer uma manutenção periódica no sistema, em média de dois em dois anos. Já os filtros antipólen, ou filtros de cabine - existentes nos carros com projeto europeu - devem ser trocados semestralmente ou a cada 20 mil quilômetros. "Se o motorista circula por vias muito poluídas ou estradas de terra, deve ficar atento e, talvez, trocar com mais freqüência o filtro", alerta Almeida. Quando for feita a troca, também deve ser realizada a higienização do sistema. Almeida, ressalta, que devem ser usados produtos homologados pelo Ministério da Saúde.

Outra dica é ligar o ar quente periodicamente, pois ajuda a limpar o sistema e a eliminar o mau cheiro. Na época de frio, o ar também não deve ser esquecido. Pelo menos uma vez por semana, o sistema deve ser ligado. "Isso porque o gás é corrosivo, mas, quando o sistema funciona, o óleo gira com o gás e neutraliza a corrosão. Caso o sistema fique parado, a chance de estragar é grande", alerta Almeida.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação