Dica - Pagar ou recorrer?

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/07/2007 15:25 Caderno de Veículos /Estado de Minas
Recorrer ou pagar? Essa é uma dúvida comum quando o motorista descobre que foi autuado, mas acredita que a punição é injusta ou que não a cometeu. Por outro lado, tem medo de recorrer e perder o prazo de pagar a multa com o desconto de 20% (vem descrito na notificação).

A primeira coisa a saber é que uma coisa não depende da outra. É possível pagar e, mesmo assim, recorrer, recebendo o dinheiro de volta, em caso de sucesso no recurso. Assim como pode-se optar por recorrer primeiro e deixar o pagamento para depois, pois a data de vencimento apenas implica na perda do desconto, mas o valor da multa não sobe, é fixo.

Também merecem atenção as três fases de recurso. A primeira é a da defesa da autuação, em que ainda não há multa nem pontos e, portanto, não há que se falar em pagamento. A segunda é a de recurso à Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari). É quando surge a dúvida quanto ao pagamento, pois a multa já existe, mas há ainda prazo para a quitação com desconto. E, finalmente, à segunda instância. Porém, nessa fase, é obrigatório o pagamento da multa.

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação