Segurança ativa - Antes que aconteça

Indústria automobilística investe na criação de dispositivos que ajudam a evitar acidentes, encontrando a melhor maneira de proteger ocupantes do carro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 30/04/2008 14:46 Enio Greco /Estado de Minas
Fotos: Volvo/Divulgação

A segurança é uma preocupação constante por parte da indústria automobilística, que investe em pesquisas, procurando novas soluções para a proteção dos ocupantes dos carros. Os esforços estão cada vez mais concentrados no sentido de desenvolver sistemas que reduzam os riscos de acidentes. É a chamada segurança ativa, que emite alertas ou aciona dispositivos, impedindo que o motorista se envolva em colisões.

A Volvo é uma referência no assunto e nos últimos anos tem apresentado interessantes soluções que ajudam a evitar acidentes. Para Sílvia Güllsdorf, diretora do projeto do novo S80, o princípio básico dos sistemas de segurança ativa desenvolvidos pela Volvo é que eles não devem tirar o poder de condução ou a responsabilidade do motorista. O objetivo é ajudar o motorista a tomar a decisão certa, em situações difíceis, emitindo um aviso e, de maneiras diferentes, indicando como lidar com a situação, diz Sílvia.

A marca sueca desenvolveu nova geração de sistemas eletrônicos de direção e apoio, que também já estão presentes em veículos de outras marcas. Conheça alguns deles:

AVISO DE COLISÃO COM SUPORTE DE FREIOS (COLLISION WARNING)

Se o carro ultrapassar a faixa lateral, dispositivos despertam o motorista - Se o carro ultrapassar a faixa lateral, dispositivos despertam o motorista
Para alertar motoristas distraídos, que normalmente se envolvem em colisões traseiras, a Volvo criou um sistema no qual a área frontal do veículo é monitorada continuamente por um radar. Se o sistema percebe que o carro se aproxima de outro rapidamente e o motorista não reage, uma luz vermelha se acende no pára-brisa e um aviso sonoro é ativado. Mas, se, mesmo assim, o motorista demorar a reagir e o risco de colisão aumentar, o suporte de freio é ativado. As pastilhas ficam mais próximas dos discos e a pressão do freio é reforçada hidraulicamente, facilitando a frenagem e reduzindo o efeito de uma possível colisão. Caso o motorista pise no pedal de freio com muita força, as luzes da lanterna traseira começam a piscar para avisar quem vem atrás.

PILOTO AUTOMÁTICO ADAPTÁVEL

Ajuda o motorista a manter a distância do carro da frente. Um sensor de radar mede continuamente a distância em relação aos veículos da frente e automaticamente adapta a velocidade do carro, garantindo que não haja uma aproximação perigosa. O piloto automático é acionado e pode ser programado, com velocidade máxima variando entre 30km/h e 200km/h. O motorista pode escolher ainda o tempo mínimo de intervalo entre os carros que estão à frente.

Sistema de informação do ponto cego (BLIS) Câmeras instaladas ao lado dos retrovisores externos registram quando outros veículos passam pelo chamado ponto cego (fora do alcance visual do motorista). Quando isso acontece, se acende uma luz de advertência na coluna A, alertando o motorista.

Leia mais sobre os dispositivos que evitam acidentes no Veja Também, no canto superior direito desta página.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação