Perigo - Ilegalidade atestada por revenda

Algumas empresas colocam banco adicional no espaço de bagagem da picape Strada cabine estendida. Mesmo equipamento sendo inseguro, uma concessionária indica a instalação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 19/11/2008 19:17 Paula Carolina /Estado de Minas
Para transportar crianças no vão atrás dos assentos, alguns apelam para a gambiarra de instalar mais um banco na Strada cabine estendida - Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press - 8/9/08 Para transportar crianças no vão atrás dos assentos, alguns apelam para a gambiarra de instalar mais um banco na Strada cabine estendida
Os protótipos da picape Strada cabine dupla que circulam em fase de testes (já flagrados diversas vezes pela nossa equipe) podem resolver um problema quando for lançada. Isso porque os atuais modelos com cabine estendida são alvos de mercado nem um pouco ético e seguro: o de bancos sem homologação, que são instalados no espaço destinado a carregar apenas objetos. Até uma concessionária da rede Fiat já instalou o banco e agora indica uma oficina para realizar o serviço.

Boca no trombone - Programa Vrum - 16/11/08


A reportagem do caderno de Veículos do jornal Estado de Minas entrou em contato com todas as concessionárias Fiat da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Na Roma, obteve a informação de que a concessionária Scuderia, de Betim, faz o serviço. O funcionário que se identificou como Edson e disse ser supervisor do setor de acessórios explicou que a revenda parou de trabalhar com a instalação do banco, pois é proibido por lei: "Estávamos colocando sem nota fiscal, mas os clientes começaram a pedir a nota. Como não podíamos emitir, paramos de fazer. Já instalamos mais de 100 bancos. Agora, indicamos uma oficina aqui perto. Se você quiser ir lá é só passar aqui e pegar um cartão". Ao passar na revenda, o funcionário entregou à reportagem um cartão, com sua assinatura no verso. A oficina indicada é o Centro Automotivo Rafa Escapamentos, na Avenida Marco Túlio Isaac, 5.275, no Bairro Jardim Alterosa. O preço do banco é R$ 450.

Segredo - Mula-sem-cabeça existe - Strada Cabine Dupla
Banquinho é inseguro, além de cintos e encosto não funcionarem. Fiat já desenvolve picape Strada cabine dupla para o ano que vem - Arquivo EM/D. A Press e Marlos Ney Vidal/EM/D. A Press - 12/11/08 Banquinho é inseguro, além de cintos e encosto não funcionarem. Fiat já desenvolve picape Strada cabine dupla para o ano que vem

Entretanto, quem quiser instalar o banco perigoso tem opções mais baratas. Em São Paulo, a empresa Mundo das Pick-ups fabrica e distribui os bancos para outros estados. O banco é colocado em 20 minutos e o custo, com a mão-de-obra para colocação, é de R$ 360. Um dos vendedores informa que o cinto de segurança é preso ao banco e sem nenhum tipo de ancoragem. Nas lojas Ekipar também é possível encontrar o banquinho, porém, em uma versão mais maleável, pois é fixada na picape com velcro. O tempo de instalação é de dois minutos, segundo um funcionário, que ressalta que o banco não tem cinto nem encosto de cabeça e custa R$ 250.

O engenheiro Sérgio Ricardo Fabiano, colaborador da Sociedade de Engenheiros da Mobilidade (SAE), explica que o espaço em que o banco é montado não foi feito para isso. Ele ressalta que além de não ser homologado pela Fiat é proibido pela legislação, pois o veículo foi homologado para o transporte de apenas dois passageiros. Mas quem se arrisca se sujeita à insegurança, pois a fixação do cinto de segurança não passou por testes para averiguar se realmente suporta o impacto de um acidente e, por isso, é como se não existisse. Em caso de acidente, o passageiro é jogado para frente e colide com os passageiros do banco dianteiro, atentando contra a vida deles, pois tem o peso multiplicado pela gravidade, que é ampliada de acordo com a velocidade da colisão. Outro problema é a ausência do encosto de cabeça, ou, quando existe, é colocado de forma errada, pois em caso de um acidente pode provocar grave dano na coluna cervical.

A Fiat informa que não desenvolve e nem homologa nenhum banco para ser colocado na picape Strada cabine estendida e que o espaço deve ser utilizado para transportar objetos. Informou também que distribuiu um comunicado a toda a rede autorizada de que a instalação do banco não tem a concordância do fabricante. Mas há revendas que têm um discurso mais correto, como a concessionária Fiat Tecar, cujo funcionário explicou as razões de o equipamento ser proibido e ainda alertou que, caso seja colocado, um policial pode "encrespar" ao parar o veículo em uma blitz.
Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
10 de janeiro de 2011
18 de dezembro de 2009

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação