Estado de Minas

Mercedes-Benz ML 350 - Mordomia de sobra Utilitário-esportivo da marca alemã tem estilo moderno, acabamento sofisticado e muita tecnologia embarcada. Mas excesso de ruídos internos depõe contra o modelo

Enio Greco - Estado de Minas

Publicação: 13/06/2007 00:12 Atualização:

 (Fotos: Marlos Ney Vidal/EM - 5/6/07)
A segunda geração do utilitário-esportivo Mercedes-Benz Classe M foi lançada no Salão de Detroit de 2005. O jipão alemão ganhou visual mais moderno para se atualizar diante da pesada concorrência. Trata-se de um veículo com pretensões para o fora-de-estrada, mas nada que seja muito radical, já que não conta com redução. Por outro lado, tem muitos recursos tecnológicos, que garantem boa performance e uma condição muito confortável para o motorista e seus acompanhantes.

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS DO MERCEDES ML 350!


Visual
Testamos o Mercedes-Benz ML 350, que tem, entre os pontos fortes, o estilo. O modelo tem linhas aerodinâmicas, que fogem um pouco do padrão jipe, com formas retilíneas. Na frente, em cunha acentuada, destacam-se a grade de barras horizontais, unidas pela estrela de três pontas, e os faróis, que reúnem todos os elementos em um só conjunto. Vincos no capô e nas laterais proporcionam aspecto robusto, que é ainda mais enfatizado pelas grandes rodas de liga leve. A traseira tem desenho mais simples, com duas saídas de escapamento, proporcionando equilíbrio ao conjunto.

Mínimo esforço
Para quem está acostumado com utilitários-esportivos pesados, dirigir o ML 350 é uma ação prazerosa. Seguindo a lei do menor esforço, o carro deixa o motorista em condição confortável. Para abrir as portas, basta apertar um botão no controle remoto. Para ajustar a posição dos bancos dianteiros, comandos elétricos com três memórias. A coluna de direção também tem ajuste elétrico de altura e profundidade. O porta-malas pode ser aberto por meio do controle da chave ou por uma tecla no painel da porta do motorista. Mas tem um detalhe: o sistema é elétrico, dispensando qualquer esforço por parte do motorista, que tem ainda volante multifunção, com comandos para o som e computador de bordo.
Saída dupla do escapamento dá toque de esportividade ao utilitário
Saída dupla do escapamento dá toque de esportividade ao utilitário

Acabamento
O interior do ML 350 prima pela boa qualidade dos materiais empregados. A começar pela combinação de couro e camurça, que reveste os bancos. O painel tem forração emborrachada e desenho funcional, facilitando o acesso aos comandos. Os instrumentos analógicos, com fundo preto, dão um toque de esportividade. Entre eles, visores digitais mostram as informações do computador de bordo, como consumo médio, quilometragem percorrida, tempo de viagem, bússola, temperatura externa, além das marchas engatadas. O console central tem diferentes porta-trecos, muito úteis. Apesar de todo esmero no acabamento, o carro tem muitos ruídos internos, que não deveriam aparecer em um automóvel dessa categoria.

Espaço
O utilitário-esportivo é espaçoso, tanto para quem vai na frente quanto para os que sentam atrás. A única ressalva é para quem viaja no centro do banco traseiro. Ali, o túnel do assoalho faz com que as pernas fiquem elevadas, sem apoiar no assento, e o apoio de braço embutido no encosto é um incômodo nas costas. Mas o carro tem cintos de três pontos retráteis e encostos de cabeça para todos, além de airbags frontais, laterais e do tipo cortina. O porta-malas tem bom volume.

Performance
O motor de 272 cv de potência e o câmbio automático de sete velocidades proporcionam desempenho impecável ao carro. As respostas às acelerações são imediatas e, mesmo nas retomadas, basta pisar fundo que o motor responde. A alavanca do câmbio fica na coluna de direção, mas, se preferir o motorista, pode trocar as marchas em botões atrás do volante. Dessa forma, o câmbio fica limitado em seis marchas. As trocas ocorrem de forma suave, sem trancos, e as relações da transmissão contribuem para o bom desempenho.

Letrinhas
Para andar em estradas de terra com desenvoltura, o ML 350 conta com um arsenal eletrônico, como tração nas quatro rodas permanente (4ESP), freios com ABS e BAS, além de controle de estabilidade e controle de velocidade na descida (DSR), muito útil em rampas de terra escorregadias. O carro vai bem também no asfalto, com boa estabilidade, mas desde que não haja abusos. As suspensões transferem as irregularidades do solo para o interior, mas não de forma exagerada. A direção foi bem calibrada, facilitando as manobras, mas o volante é fino. O sistema de freios demonstrou eficiência total no asfalto e na terra.

Leia mais sobre a Mercedes-Benz ML 350 no Veja Também, no canto superior direito desta página.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro, Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »


ofertas em destaque