Sandero RS 2.0 Racing Spirit: hot hatch só com o giro alto

Versão esportiva do hatch compacto da Renault ganha edição limitada, que traz rodas aro 17 polegadas e pinças de freio vermelhas, mas desempenho poderia ser melhor

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 10/07/2017 14:33 / atualizado em 10/07/2017 15:36 Enio Greco /Estado de Minas

Beto Novaes/EM/D.APress

A Renault tem tradição nas pistas e desde o início de sua história investiu no desenvolvimento de carros esportivos e tecnologia voltada para as competições. A montadora francesa registrou seu nome em Le Mans, nas provas de rali e na Fórmula 1, onde fez história como fornecedora de motores e escuderia, ganhando os mundiais de pilotos e de construtores de 2005 e 2006. Das pistas para as ruas, a Renault nunca deixou sua veia esportiva morrer, e do 40CV Type HF da década de 1920, passando pelo Alpine A110 e R8 Gordini, ambos dos anos 1960, a montadora chegou ao Sandero RS 2.0, que agora ganha a série limitada Racing Spirit, da qual serão feitas 1.500 unidades. Trata-se de um hot hatch de visual chamativo, mas que em um primeiro momento pode parecer bem manso, tipo carro de família. Mas se o giro do motor sobe, aí a história é outra.

Beto Novaes/EM/D.APress

Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport Cars, o Sandero RS 2.0 Racing Spirit é produzido na fábrica de São José dos Pinhais, no Paraná. O hatch tem visual realmente diferenciado, com grade tipo colmeia e a inscrição RS abaixo da logomarca. Os faróis têm fundo preto e o para-choque dianteiro conta com saia, entradas de ar maiores e luzes de neblina com LEDs. Um traço em vermelho emoldura o para-choque e segue pelas laterais, fundindo com as faixas com a inscrição Racing Spirit. A cor vermelha pode ser vista ainda nas capas dos retrovisores, no defletor de ar traseiro, nos cubos das rodas e nas pinças de freio. Na traseira, lanternas escurecidas e spoiler completam o visual esportivo que divide opiniões. Uns acham “muito doido”, enquanto outros torcem o nariz, classificando o carro como espalhafatoso.

Beto Novaes/EM/D.APress

POR DENTRO Um dos componentes que diferenciam a série limitada Racing Spirit são as rodas de liga leve pretas aro 17 polegadas, com desenho esportivo, calçadas com pneus 205/45. Por dentro, os detalhes em vermelho também estão presentes, como na inscrição Renault Sport na soleira das portas, nas faixas dos bancos revestidos em tecido preto e cinza, no RS cravado nos apoios de cabeça e na costura do volante encapado com couro. Mas o volante só tem regulagem em altura e ficou devendo o ajuste de distância. Porém, conta com os comandos para o som e o controlador de velocidade.

Interior tem detalhes em vermelho - Beto Novaes/EM/D.APress Interior tem detalhes em vermelho

Os bancos imitam o tipo concha, com abas laterais, e o do motorista tem ajuste de altura. O painel é simples, com plástico duro predominando e alguns detalhes em preto brilhante, mas traz a central multimídia Media NAV Evolution e instrumentos com fundo escuro e uma pequena tela digital com as informações do computador de bordo. Outro detalhe que identifica a série especial é a plaqueta fixada sob a alavanca do freio de estacionamento, que traz o número da unidade (no caso, 0012) com as inscrições Limited Edition e Racing Spirit, além do desenho do traçado de um circuito. Para completar o visual interno esportivo, pedaleiras de alumínio.

Porta-malas tem volume de 320 litros - Beto Novaes/EM/D.APress Porta-malas tem volume de 320 litros

ACELERANDO Mas não basta ter visual, tem que ser furioso e veloz para ser chamado de esportivo. A Renault não aderiu à moda dos motores turbo e equipou o Sandero RS com o 2.0 aspirado de 150cv. Realmente, o hatch merecia mais, já que o apelo visual remete a um carro de performance. Aliado ao câmbio manual de seis marchas, o motor mostra ao que veio somente quando o giro ultrapassa as 4.000rpm. Antes disso, o Sandero RS é um carro normal, que permite o cidadão ir tranquilo para o trabalho ou levar os filhos na escola, sem sobressaltos ou arrancadas vigorosas.

Série especial é numerada - Beto Novaes/EM/D.APress Série especial é numerada

E é exatamente isso que faz falta nele. Aquela pressão que o turbo impõe quando é acionado. O 2.0 aspirado demora um pouco para “encher os canecos”, mas depois que isso acontece ele vai muito bem e revela a esportividade até então escondida. Embalado, o Sandero RS é um carro esperto e muito divertido de dirigir. O câmbio tem marchas com um escalonamento equilibrado, favorecendo as retomadas de velocidade. Mas os engates não são muito precisos e o curso da alavanca poderia ser mais curto. Durante o teste, o computador de bordo registrou 8,5km/l na cidade e 11,5km/l na estrada, com gasolina.

No banco traseiro o espaço é razoável, mas falta o terceiro apoio de cabeça no meio - Beto Novaes/EM/D.APress No banco traseiro o espaço é razoável, mas falta o terceiro apoio de cabeça no meio

TRÊS MODOS Para incrementar a emoção ao volante do Sandero esportivo, o modelo traz no painel a tecla RS Drive, que disponibiliza três modos de condução: standard, sport e sport+. O primeiro é para uso diário, para quem quer o carro mais manso, com controles de tração e estabilidade ativados. Mas se você apertar a tecla uma vez, o sistema entra no modo sport, que sobe a marcha lenta do motor para 950rpm, o ronco fica mais grave e as respostas ao acelerador mais rápidas. E para os que gostam de muita emoção, basta apertar a tecla demoradamente e aí os controles de tração e estabilidade são desligados, deixando o carro à mão, exigindo “braço” do piloto. O hatch tem ótima estabilidade em curvas e, como todo esportivo, é bem duro e transfere todas as irregularidades do solo. A direção é bem calibrada e os freios contam com discos nas quatro rodas e a eletrônica para garantir a segurança.

A tecla RS oferece três modos de codução - Beto Novaes/EM/D.APress A tecla RS oferece três modos de codução

Comparado aos esportivos de sua categoria, o Sandero RS Racing Spirit tem uma boa relação custo/benefício. Ele não tem o motor 1.6 THP que equipa o Peugeot 208 GT e o DS3, que proporciona desempenho mais empolgante, mas conta com boa lista de equipamentos e preço que pode fazer a diferença na hora da escolha.


CONECTIVIDADE
Por ser um hatch voltado para o desempenho esportivo, o Sandero RS Racing Spirit traz também de série alguns importantes de segurança, como controle eletrônico de tração e estabilidade, assistente de arrancadas em subida e sistema CAR, que trava as portas quando o veículo atinge a velocidade de 6km/h. Mas para quem dá valor à conectividade, a versão traz o Media NAV Evolution, um sistema multimídia com tela tátil de sete polegadas. Ele tem GPS com navegação nos mapas Here (não precisa estar conectado com a internet), streaming de áudio que permite conexão com iPod, smartphone ou MP3 Player pelas entradas USB, auxiliar ou Bluetooth, além de sistema viva voz para acessar a lista de chamadas ou de contatos. A câmera de ré é opcional, mas o sistema traz ainda o Eco Coaching, que indica ao motorista o modo de condução mais econômico. Tem também o Eco Scoring, que avalia a condução considerando o momento certo das trocas de marchas, a regularidade de velocidade, a distância percorrida e o consumo. Confira os detalhes do hatch.

Motor 2.0 aspirado de 145cv com gasolina e 150cv com etanol - Beto Novaes/EM/D.APress Motor 2.0 aspirado de 145cv com gasolina e 150cv com etanol

FICHA TÉCNICA

MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.998cm³ de cilindrada, 16 válvulas, que desenvolve potências de 145cv (gasolina) e 150cv (etanol) a 5.750rpm e torques de 20,2kgfm (g) e 20,9kgfm (e) a 4.000rpm

TRANSMISSÃO
Tração dianteira, com câmbio manual de seis marchas

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, McPherson, com triângulos inferiores; e traseira semi-independente, com amortecedores hidráulicos telescópicos verticais com efeito estabilizador / de liga leve de 7x17 polegadas/205/45 R17

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência eletro-hidráulica

FREIOS
A discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e controle de estabilidade

CAPACIDADES
Do tanque, 50 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 458 quilos


As faixas nas laterais identificam a série especial Racing Spirit, que terá 1.500 unidades - Beto Novaes/EM/D.APress As faixas nas laterais identificam a série especial Racing Spirit, que terá 1.500 unidades

EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE Sistema multimídia Media NAV Evolution com tela touchscreen de sete polegadas, navegação GPS, rádio, conexão Bluetooth, USB com Eco Coaching e Eco Scoring, ar-condicionado automático, banco do motorista com regulagem em altura, bancos esportivos com design exclusivo, comando de abertura das portas por radiofrequência, direção eletro-hidráulica com regulagem de altura, retrovisores com regulagem elétrica, travas elétricas das portas, vidros dianteiros e traseiros elétricos, abertura interna do reservatório do combustível e do porta-malas, alarme sonoro de advertência de luzes acesas, banco traseiro com encosto rebatível, computador de bordo multifunções, indicador de troca de marcha, iluminação do porta-malas, controlador e limitador de elocidade, sensor de estacionamento, cano de escapamento duplo, difusores de ar laterais com detalhes na cor vermelha, extrator de ar traseiro, manopla da alavanca de câmbio com detalhe cromado, luzes diurnas em LED, grade dianteira inferior esportiva, para-choque dianteiro exclusivo RS, pinças de freios e calotas centrais pintadas em vermelho, proteção de soleira nas portas dianteiras, retrovisores na cor vermelha, repetidor nos espelhos retrovisores, stripping lateral esportivo, teto interno preto, volante revestido em couro com inscrição RS, roda Grand Prix de liga-leve aro 17 polegadas com pneus Michelin PS4, airbags do motorista e passageiro dianteiro, controle eletrônico de tração (ASR), Brake-light, controle eletrônico de estabilidade (ESP), ABS, modos de condução (standard/sport/sport ), assistente de arrancada em subida (HSA), sistema CAR (travamento automático das portas a 6km/h) e trava para crianças nas portas traseiras.

OPCIONAL Não tem.

QUANTO CUSTA
O Renault Sandero RS é vendido por R$ 63.400. Já a série limitada Racing Spirit tem preço sugerido de R$ 66.400.


Modelo tem saída dupla do escapamento e lanternas escurecidas - Beto Novaes/EM/D.APress Modelo tem saída dupla do escapamento e lanternas escurecidas
Notas (0 a 10)

Desempenho 8
Espaço interno 8
Porta-malas 8
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 7
Segurança 7
Estilo 8
Consumo 8
Tecnologia 8
Acabamento 8
Custo/benefício 8

 

 

 

 

 

 

 

 

RENAULT SANDERO RS 2.0 X CONCORRENTES

                           RENAULT SANDERO RS 2.0 x PEUGEOT 208 GT 1.6 THP x CITROËN DS3 1.6 THP

Potência (cv)         145(g)/150(e)                   166(g)/173(e)                        165(g)
Torque (kgfm)       20,2(g)/20,9(e)                   24,5(g/e)                             24,5(g)
Dimensões 

(A x B x C) (m) (*)  4,06x1,73x1,49                 3,97x1,70x1,47                3,94x1,71x1,48
(D x E) (m) (*)          2,59x1,92                         2,54x1,90                          2,46x1,85
Peso (kg)                    1.161                                  1.196                               1.240
Porta-malas (litros) (**) 320                                   285                                    280
Vel. máx. (km/h) (**) 200(g)/202(e)                  218(g)/222(e)                         219(g)
Acel até 100km/h (s) (**) 8,4(g)/8,0(e)               8,0(g)/7,6(e)                         7,3 (g)
Cons. cidade (km/l) (***) 8(g)/5,9(e)                  12(g)/8,2(e)                          11(g)
Cons. estrada (km/l) (***) 11(g)/7,6(e)               14(g)/9,5(e)                         14(g)
Preço (R$)                     66.400                             83.990                               92.900

(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; D: entre-eixos e E: medida de conforto (distância-entre o pedal do freio e o encosto do banco traseiro)
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol

Tags: greco enio vrum teste spirit racing 2.0 rs sandero

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
18 de dezembro de 2016
14 de dezembro de 2016

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação