Publicidade

Estado de Minas

Motos antigas conquistaram o seu espaço na Bienal

A história sobre duas rodas foi assegurada pela exposição, que teve direito a uma moto de 1909


postado em 14/12/2009 14:18 / atualizado em 06/02/2019 17:37

(foto: Thiago Ventura/Portal Uai)
(foto: Thiago Ventura/Portal Uai)
E nem só de carros antigos fez-se a história automotiva. Além dos belos automóveis trazidos pelo Veteran Car Club de Minas Gerais, a Bienal do Automóvel de Belo Horizonte contou também com uma exposição dedicada às motos que marcaram época. Entre os modelos, uma encantadora FN belga de 175 cm³ de 1909 teve posição de destaque pela sua idade – a moto completou 100 anos exatos em 2009 – como pela sua riqueza de detalhes, com direito a um sidecar com revestimento em palha. o motor gerava um pouco mais de 1 cv.

Essa Ducati Monza 175 de 1968 exibe as formas esguias características da marca(foto: Julio Cabral/Portal Uai)
Essa Ducati Monza 175 de 1968 exibe as formas esguias características da marca (foto: Julio Cabral/Portal Uai)


As antigas BSA, Norton e Triumph representaram a antiga glória das motocicletas britânicas, que já dominaram o mundo. E, lado a lado, as tchecas Java não se sentiram ameaçadas pelas grandes alemãs BMW, que estiveram presentes em versões de motorização em linha e “boxer”. Uma bela Ducati Monza 175 de 1968 exibia as formas esguias que até hoje caracterizam a marca italiana. E as Indian e Harley-Davidson representaram à altura a "beleza americana".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade