Suzuki GSX 650 F - Toma lá, dá cá

Novo modelo da marca japonesa, de média cilindrada, tem características que unem esportividade e praticidade. Moto já está na fila para desembarcar no Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 13/08/2007 15:01 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Visual lembra propositalmente as irmãs superesportivas, da linha GSX-R - Suzuki/Divulgação Visual lembra propositalmente as irmãs superesportivas, da linha GSX-R
Quando novos modelos são lançados mundialmente, imediatamente começam as especulações sobre a data de sua comercialização oficial por aqui. Algumas montadoras, por questões estratégicas, trazem os novos modelos quase simultaneamente ao seu lançamento lá fora. Outras retardam a comercialização, e, não raro, nem sequer trazem essas novas motos, que têm que passar por um processo de tropicalização para se adaptarem ao novo combustível e condições de rodagem.

A estratégia mercadológica da Suzuki, por exemplo, é um desses casos. A montadora retirou de linha o modelo GS 500 E, em 2004, para relançá-lo este ano. No exterior, já existe desde 2004 a GS 500 F, com mesmo motor (de dois cilindros em linha e refrigeração a ar), mas com carenagem integral. No exterior, também já existem os modelos Bandit 650 e 1250, com refrigeração líquida e injeção eletrônica; mas, por enquanto (por questões de mercado), aqui ainda são comercializadas as motos antigas, com carburador e refrigeração a ar.

Novidade
Agora, a Suzuki acaba de lançar, mundialmente, o modelo GSX 650 F, já como versão 2008. Trata-se de uma moto carenada, com visual semelhante às superesportivas da linha GSX-R, mas com pretensões mais modestas, para oferecer conforto e robustez no dia-a-dia. O motor é um quatro cilindros em linha, com 659cm³, 16 válvulas, refrigeração líquida e injeção eletrônica. O propulsor é semelhante ao que já equipa a Bandit 650 e faz parte de uma plataforma mundial.

Toda essa atualização mundial da Suzuki, nestes segmentos de motos, vai acabar refletindo também em nosso mercado. O modelo GS 500 E, por exemplo, pode ganhar a irmã carenada GS 500 F. Já a novíssima GSX 650 F será a opção carenada da naked Bandit 650 em nosso mercado, quando a linha for atualizada. O problema é que as mudanças vão implicar novos preços. Entretanto, as questões ambientais e o fim dos estoques de motos antigas tornam as inovações inevitáveis.

A nova GSX 650 F tem câmbio de seis marchas, suspensão dianteira telescópica convencional, com tubos de 41mm (ajustáveis), suspensão traseira mono (também ajustável), duplo disco de freio na dianteira e peso a seco de 216 quilos. O tanque de combustível comporta 16 litros e o quadro é perimetral, com tubos de aço. As rodas são em liga leve, com aros de 17 polegadas. O visual inclui uma frente bicuda, com tomadas de ar laterais e um escape único, de saída lateral.

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe