Quadriciclos KTM - Duas para quatro

Marca é fabricante consagrada de modelos para todo terreno e lança sua linha de quatro rodas, conservando a esportividade, uma das características de suas motos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 31/08/2007 09:50 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Fotos: KTM/Divulgação
A tradicional marca austríaca de motos KTM diversifica sua gama de produtos. Famosa pela especialização nos modelos fora-de-estrada, desenvolve motos esportivas para o asfalto, além de competir nas categorias de acesso, no Mundial de Motovelocidade. Este mês, apresentou seu mais novo segmento, o de quadriciclos, denominado ATV (veículos para todo terreno, na sigla em inglês). São dois modelos, que usam o mesmo quadro, rodas e freios, mudando apenas os motores: os ATV 450 XC e ATV 525 XC.

Os novos veículos, com quatro rodas, são frutos do acordo de cooperação firmado com a americana Polaris, uma das líderes mundiais na produção de ATVs. A KTM chegou a fornecer os motores 525, para equipar modelos Polaris, mas agora entra no mercado (especialmente dos EUA), com motor e quadro próprios. Um caminho natural, já que os motores são os mesmos que equipam as motocicletas XC 450, XC 530, EXC 450 e EXC 530, com algumas modificações.

Metamorfose
Depois dos Estados Unidos, os novos quadriciclos KTM vão ser comercializados no mundo, a partir de 2008. No processo de transformação, para adicionar mais duas rodas, os quadriciclos ganharam a marcha à ré, e o câmbio tem cinco marchas à frente. Uma espécie de concessão para veículos altamente esportivos, na linhagem e filosofia da marca, que adota o lema ready to race (pronta para competição), tal o seu nível de esportividade.

Os quadriciclos KTM nascem com o DNA das motocicletas. A cor predominante é o laranja, típico de suas motocicletas. Os componentes usados na fabricação também favorecem a esportividade. As suspensões dianteiras (duplo A), independentes nas duas rodas, são as profissionais Ohlins, reguláveis, com 257mm de curso. A suspensão traseira do tipo mono também é Ohlins, com 265mm de curso, igualmente ajustável. Os comandos e punhos do guidão são da marca Magura. O quadro é em aço, com subquadro removível em alumínio. O resultado é peso a seco de apenas 163kg.

Motor
Na dianteira, uma pequena carenagem abriga um farol assimétrico. Os pneus também são esportivos (Razor), com rodas de 10 e 11 polegadas na dianteira e traseira, respectivamente. A ponteira do escape é em alumínio e o tanque comporta 13,4 litros de combustível. O motor tem um cilindro, com 447cm³ para o modelo XC 450 e 510.35cm³ para o modelo XC 525. Ambos com um cilindro, quatro válvulas e refrigeração líquida, com radiador de alumínio.

A alimentação é por carburador, e a partida, elétrica. As rodas dianteiras estão equipadas com dois freios a disco tipo wave de 180mm de diâmetro e na traseira um disco com 200mm de diâmetro, fixado diretamente no eixo. Para aumentar a agilidade, os novos quadriciclos KTM têm entre-eixos de apenas 1.280mm. A KTM exporta oficialmente seus modelos para o Brasil, porém não definiu datas e preços para venda dos novos quadriciclos. Informações: (11) 3082-8577.


Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas
11 de dezembro de 2017
04 de dezembro de 2017

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação