Gasolina adulterada - Sua moto bebe qualquer coisa?

Combustível fora das especificações provoca estragos no motor e no bolso. Evite dissabores tomando alguns cuidados e conheça os sintomas que indicam o problema

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 30/09/2007 14:54 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
Arte de Paulinho Miranda/EM
Apesar de consumir menos, o combustível tem um peso considerável no orçamento de manutenção de uma motocicleta. Daí, a preferência de alguns pela busca do menor preço na bomba. Porém, quando "a esmola é muita, o santo desconfia", indicando que, para obter aquele preço, o combustível pode estar "batizado", ou adulterado. Mas como saber? Quais sintomas o motor apresenta? Quais as conseqüências? Como evitar? Quais providências tomar e a quem reclamar? A Agência Nacional do Petróleo (ANP), que foi criada pelo governo para fiscalizar, controlar e regulamentar, entre outras coisas, a distribuição e comercialização dos combustíveis nos postos de abastecimento, tem as respostas.

A ANP também realiza uma pesquisa permanente por cidades, dos preços praticados por cada posto, indicando, inclusive, sua bandeira. A pesquisa pode ser acessada no endereço www.anp.gov.br. A agência também tem uma cartilha, com as principais dúvidas dos consumidores, além de orientações de procedimentos legais, em caso de danos causados por combustíveis adulterados, com solvente, água ou álcool em excesso. Porém, a melhor maneira de se prevenir é evitar, sempre que possível, os postos suspeitos, e ficar ligado ao menor sinal de mau funcionamento do motor.

Prevenção
Como se prevenir? Segundo a ANP, o bom combustível tem uma qualidade, padrão, definida pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O consumidor, em caso de dúvida, pode exigir o teste da proveta (que é um direito do consumidor), que atesta a qualidade do produto, além da nota fiscal. Se houver resistência do posto, bom sinal não é. Em caso de dúvidas, a ANP mantém uma central, acionada pelo 0800 970-0267. Se confirmada a adulteração, o posto pode ser fechado e multado e o consumidor pode ter os eventuais prejuízos ressarcidos, desde que de posse de todos os comprovantes.

Sintomas
As motos com injeção eletrônica conseguem "engolir" melhor a gasolina adulterada, mascarando momentaneamente o problema, já que a centralina adapta o motor para os novos padrões da mistura. Mas tudo tem um limite. Se for ultrapassado, o motor "bate pino", apresenta falhas, a marcha lenta fica irregular e a partida fica difícil. A potência e o desempenho diminuem, assim como a capacidade de aceleração. Nesses casos, substitua imediatamente o combustível do tanque.

Danos
O motor esquenta mais, reduzindo a durabilidade das partes móveis, consome mais e também polui mais. O combustível batizado com solvente provoca a formação de borra no óleo, que funde o motor e derrete as mangueiras de borracha da linha de combustível, entupindo o carburador. Provoca também maior carbonização da cabeça do pistão e das válvulas, ineficiência da vela e formação de depósitos dentro do tanque, que podem provocar o colapso do motor e uma bela conta na oficina. Assim, só abasteça em postos de confiança, de preferência o mesmo, com bandeira definida.

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe