Suzuki - Com os olhos no amanhã

Motos-conceito Biplane e Crosscage seguem caminhos diferentes, mas sinalizam as tendências e tecnologias futuras, como o uso de célula a combustível, menos poluente

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 17/10/2007 14:12 Téo Mascarenhas /Estado de Minas
A inspiração de estilo da Biplane é aeronáutica - Suzuki/Divulgação A inspiração de estilo da Biplane é aeronáutica
As motos-conceito são o mais puro exercício de criatividade da engenharia das montadoras. Sem as pressões comerciais de projetar modelos econômicos, acessíveis, robustos e atraentes, os engenheiros e desenhistas podem "viajar" à vontade para materializar suas idéias. Além disso, as motos-conceito são verdadeiras vitrines da capacidade tecnológica de cada uma das marcas, que fazem questão de exibir os mais exóticos formatos e soluções em suas motocicletas.

Por outro lado, atraem multidões aos seus estandes, cumprindo também uma eficiente estratégia de marketing, já que os visitantes, além de associar tecnologia à marca, também examinam as motos de série, posicionadas estrategicamente ao lado das "estrelas". A japonesa Suzuki (assim como a Honda e a Yamaha) vai exibir durante o 40º Salão de Tóquio, de 24 deste mês a 11 de novembro, os modelos Biplane e Crosscage.

Direção
O interessante é que a mostra tem como principal foco os automóveis. Porém, as motos vão ganhando destaque e espaços cada vez maiores, como por exemplo o Salão Das Duas Rodas, aberto ontem em São Paulo, que se estenderá até o dia 21. As motos-conceito, como as Suzuki Biplane e Crosscage, cumprem ainda outro papel: o de sinalizar em qual direção e quais tecnologias serão aplicadas pelas montadoras no futuro.
Crosscage usa tecnologia de célula a combustível, a partir do hidrogênio, para alimentar baterias de lítio, movimentando a moto - Crosscage usa tecnologia de célula a combustível, a partir do hidrogênio, para alimentar baterias de lítio, movimentando a moto

Algumas das soluções propostas nunca serão empregadas, porém, outras serão postas em prática, por mais estranhas ou futuristas que pareçam. É o caso do modelo Crosscage, por exemplo. Usa tecnologia de célula a combustível, a partir do hidrogênio, para alimentar baterias de lítio, movimentando a moto. Essa tecnologia, ainda experimental, está sendo desenvolvida aceleradamente. Além de não poluente, usa combustível renovável e abundante.

Milagre
A mágica é uma reação química entre o hidrogênio e o oxigênio, que produz eletricidade, que é armazenada nas baterias. O problema é que o hidrogênio não é encontrado puro na natureza, mas associado a outros elementos, e é necessário fabricá-lo (na célula a combustível), gastando, por enquanto, muita energia. A diferença é que, enquanto a maioria das montadoras usa os scooters em suas pesquisas de desenvolvimento, a Crosscage é uma motocicleta, que ainda tem interessante sistema mono de suspensão dianteira e quadro em x.

O modelo Biplane, que também será apresentado no 40º Salão de Tóquio, segue outra linha. Tem motor convencional, com quatro cilindros em V (com tamanho e potência não-revelados), totalmente carenado. Aliás, a inspiração é aeronáutica, como se o piloto estivesse a bordo de um avião biplano. Com um só lugar, a Biplane funde carenagem, farol e tanque em uma só peça, favorecendo a aerodinâmica, como a cabine de um avião. A suspensão traseira é mono e o freio dianteiro perimetral.

Veículos

Encontre seu veículo

Ultimas Notícias

ver todas

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe