Publicidade

Estado de Minas

Harley-Davidson FXCW Softail Rocker - Longa e baixa

Nova moto radicaliza no estilo, com pneu traseiro largo e garfo bastante inclinado


postado em 31/10/2007 10:17

(foto: Fotos: Harley-Davidson/Divulgação)
(foto: Fotos: Harley-Davidson/Divulgação)
A Harley-Davidson vai fazer 105 anos em 2008 e, com mais de um século de vida, consegue a proeza de inovar, sem desviar de seu desenho clássico, lançando modelos de estilo cada vez mais retrô. Esta é a proposta da Softail FXCW Rocker, apresentada mundialmente em julho de 2007 já como modelo 2008. A moto será importada oficialmente para o Brasil, a partir do início do ano que vem. A Rocker nacional será um misto das versões FXCW e FXCWC, com acabamento e detalhes custom.

A importação, via Manaus, confere ao modelo o status de moto nacional, já que chega semidesmontada, passando por uma linha de montagem. Neste processo, vai receber o banco do modelo custom, que tem sistema dobrável para a garupa, que fica quase suspenso, parecendo flutuar, e tem a preferência do consumidor brasileiro. Fora o banco, a diferença entre o modelo FXCW 'normal' e a FXCWC custom é o acabamento. Na custom, os cromados estão mais presentes, enquanto a pintura e o fosco fazem parte da Rocker 'normal'.
Rocker é a mais baixa de todas as Harleys
Rocker é a mais baixa de todas as Harleys

Estilo
A nova Harley-Davidson Rocker é do tipo Long & Low (longa e baixa), bem ao gosto do consumidor ianque, com suas estradas de longas retas. O garfo da suspensão dianteira (do tipo telescópica), da marca (japonesa) Showa, tem tubos de 49 mm de diâmetro e é bastante inclinado, fazendo a distância entreeixos saltar para 1.760 mm. No quesito 'baixa', o banco fica a apenas a 622 mm do chão, fazendo com que seja uma das mais baixas do segmento, e a mais baixa de toda a linha Harley-Davidson.

Já a suspensão traseira, fica escondida, dentro do estilo hardtail, ou sem suspensão. Parece uma contradição uma moto com sobrenome softail (rabo macio) ser taxada de hardtail. É que os dois amortecedores, com 86mm de curso, com regulagem na pré-carga, ficam ocultos sob a moto, embaixo do câmbio (de nova geração, com seis marchas), dando a impressão de que não existe suspensão traseira, como nas antigas rabo-duro. Já o pára-lamas traseiro é fixado na balança, acompanhando o movimento da roda.

Motor
Esse pacote estilístico, também chamado de chopper, é a mais radical alteração de modelos da linha softail, desde a sua introdução, em 1984. O motor da nova Rocker é o Twin Cam 96 B, que tem a clássica arquitetura de dois cilindros em V (inclinados em 45 graus), 1.584 cm³, refrigeração a ar e injeção eletrônica, e é apoiado em coxins de borracha. Para reduzir as vibrações, a moto tem um balanceiro interno. A transmissão final é feita com uma correia de kevlar, que dispensa manutenção e também reduz ruídos.

Ainda no estilo, o farol tipo bala tem inspiração nos faróis dos antigos caminhões de bombeiros. O guidão alto tem fiação escondida internamente. O freio dianteiro tem disco simples de 292 mm de diâmetro, mesma medida do freio traseiro. O peso a seco é de 300 kg, e o pneu traseiro, com medida de 240 mm de largura e calçado em roda de liga leve, é o mais largo da linha Harley-Davidson. A nova Harley-Davidson FXCW Softail Rocker vai chegar com preço entre R$ 50 mil e R$ 60 mil. Informações: (31) 3275-2711.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade